Contato
imagem

Política

Maria do Horto será a candidata do PT à Prefeitura

O PT não terá Maria de Fátima Mullanazi como candidata à Prefeita, mas sim, a vereadora Maria do Horto Salbego.

O comunicadoi foi feito neste sábado à noite pela própria Maria do Horto em sua página no facebook. Leia na íntegra.

“SOU PRÉ-CANDIDATA À PREFEITA DE ALEGRETE
A vida nos desafia a cada dia e em um momento tão delicado onde toda a sociedade está sofrendo com uma pandemia e toda a falta de aporte e estrutura que já estamos vivenciando e que se agravará nos próximos meses,não podemos nos omitir.
Mesmo assim o Governo do Estado foi impiedoso no momento de retirar direitos dos cidadãos de forma tão maquiavélica. Neste momento não podemos nos encolher, pelo contrário, devemos tirar forças do fundo do coração para construir uma candidatura combativa e a favor ds menos favorecidos e contra a retirada de direitos sociais.
Me sinto motivada e aguerrida, agradeço a oportunidade de ser pré-candidata à prefeita de Alegrete pelo meu partido. Estou pronta para caminhar rua a rua, bairro a bairro, casa a casa e apresentar o Alegrete que queremos tornar realidade, E nesta caminhada, como em mutas outras, eu me sinto mais fortalecida, pois vou andar lado a lado com minha, amiga, comadre e companheira de lutas e ideais, Preta Castro Mullazani.”

Paralelamente Maria de Fátima Mullazani também postou em sua página o motivo de sua decisão. O texto está à seguir.

“Olá minhas amigas e meus amigos,

Venho hoje, aqui, pra falar de política. Mas da política que nos apaixona e faz sonhar com dias melhores. Quem me conhece, acompanha minha trajetória na vida pública, sabe que sempre entendi a política como uma atividade coletiva. Pensar junto, crescer junto, trabalhar junto por um bem comum. Não acredito em projetos pessoais, que colocam o indivíduo na frente da coletividade.

Mesmo pensando e agindo no coletivo, muitas vezes é necessário tomar decisões individuais.

Em decorrência de uma manobra do Governo do Estado que, na última reforma administrativa, retirou muitos direitos, servidores concursados tiveram cerceado seu direito de concorrer a cargos eletivos, ao sofrer perdas irreparáveis caso o façam.
Essa é mais uma tentativa de limitar a democracia. Diante disso, em uma decisão amadurecida, mas dolorosa, por motivos pessoais e profissionais, me vi obrigada a comunicar ao Partido dos Trabalhadores a retirada do meu nome como pré-candidata à Prefeita para a eleição municipal.

O PT, no entanto, terá candidatura própria à prefeitura. Temos uma construção coletiva, rica, com nossos parceiros do PCdoB, PSB e PTB.
Um projeto para Alegrete baseado no diálogo, na democracia e na forma de fazer política que entende a garantia dos direitos fundamentais como a política mais importante de todas.
O campo popular estará representado pela companheira Maria do Horto. Servidora pública municipal, secretária de saúde reconhecida por sua capacidade de articulação e execução, vereadora com mandato sólido na defesa da saúde pública e das políticas sociais.

Sigo junto nesta caminhada, pois acredito na boa política e não me afastarei dela”.

O PT tem sua convenção marcada para o próximo dia 13.

Continue lendo
Publicidade
Comentários

Manchete

Progressista divulga lista oficial dos pré-candidatos a vereador

No final da tarde deste sábado,(12) a Executiva Municipal do Progressistas de Alegrete, após, criteriosa, análise da documentação e efetuar registro de candidaturas, no sistema eleitoral CANDex, divulgou a lista, oficial dos pré-candidatos, nas eleições proporcionais, ao cargo de vereador, referente às eleições 2020.

A lista, é composta por 23 pessoas, sendo, 08 mulheres e 15 homens, respeitando o percentual de 30%, referente a cláusula de reserva de gênero. A regra, prevê que esta reserva, obrigatória, de 30%, pode se dar tanto para homens, quanto para mulheres, conforme a predominância de gênero na lista, se homens ou mulheres.

Seguindo o que determina a cláusula de reserva de gênero, não é possível a nenhum partido, registrar, apenas, candidato(as) de um único gênero, ou seja, só homens ou só mulheres. Daí, a obrigatoriedade, em cumprimento à referida cláusula, para garantir percentuais de no mínimo 30% e no máximo 70%.

No caso do Progressista, considerando o percentual de reserva de 30% para as mulheres, o número excede a cota, em uma integrante, já que poderia ser de até 07 mulheres. Com isso, mais do que respeitar a legislação eleitoral, o partido garantiu maior participação feminina.

PORQUE A DENOMINAÇÃO PRÉ-CANDIDATOS AO INVÉS DE CANDIDATOS?

A denominação de pré-candidatos, mesmo após ter tido o nome homologado em convenção partidária e o partido efetuado o registro das candidaturas é uma questão pró forma, isto é, respeito às formalidades DA Justiça Eleitoral. Neste caso, é preciso que a justiça “defira”, homologue os nomes dos candidatos que o partido registrou.

Conforme o Tribunal Superior Eleitoral, o conceito de “candidato,” compreende o cumprimento de todas as etapas, para poder concorrer, ou seja, satisfazer todas as condições, sem qualquer óbice, que lhe permitam a elegibilidade, a partir do qual terá seu registro deferido pela Justiça Eleitoral, para concorrer no pleito eleitoral.

Continue lendo

Política

PC do B terá três candidaturas ao Legislativo

O PC do B – Alegrete realizou sua Convenção, onde foram oficializados três nomes que concorrerão à vereança e o partido reafirmou o alinhamento com o PT, PTB e PSB.

A convenção foi on line e escolheu as candidatura de ROSA LOLA MADEIRA, servidora municipal, VIRGÍNIA DO ROSÁRIO, escritora e professora aposentada da rede pública estadual e JOSÉ SIQUEIRA BENITES, engenheiro agrônomo, Técnico em Assuntos Educacionais do Instituto Federal Farroupilha.
O informe completo está na página de Gilmar Martins, no facebook.

Continue lendo

Manchete

Lei do Deputado Tenente-Coronel Zucco sobre crianças desaparecidas será referência em todo país

A lei do deputado Tenente-Coronel Zucco para evitar e recuperar crianças desaparecidas será adotada em todo o Brasil. A informação foi dada pela ministra Damares Alves, da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, durante audiência realizada em Brasília. Ela agradeceu a contribuição, acrescentando que se trata do aperfeiçoamento da política nacional das crianças desaparecidas adotada pelo ministério.


A lei 15.460 resultou do projeto 73/2019 do deputado Zucco, aprovada no ano passado, que prevê a criação do banco de dados de reconhecimento facial e digital de crianças e adolescentes. “Pelo sistema integrado de câmeras em funcionamento em diversos municípios, interligadas ao Instituto-Geral de Perícias, será possível evitar o desaparecimento logo após a notificação da autoridade policial e reencontrar aquelas que sumiram”, explica o parlamentar.
Estima-se que 15 crianças desapareçam diariamente no RS que, de 2015 a 2018 registrou mais de 12 mil ocorrências. Segundo as autoridades, os menores são usados para trabalhar no tráfico de drogas, produção de pornografia infantil ou adoções ilegais, entre outras finalidades.

Crédito: Foto: Assessoria de Comunicação/Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos

Continue lendo

Popular