Contato

Cidade

Estado recebe novo lote de vacinas contra a gripe influenza

Já está sendo distribuído aos municípios do Rio Grande do Sul o segundo lote de vacinas contra influenza. São mais 450 mil doses para atender esta primeira etapa da campanha destinada a idosos e trabalhadores de saúde. Na segunda-feira (23), as doses já começaram a ser distribuídas para as 19 Coordenadorias Regionais de Saúde e de lá para os municípios.

Como se trata de um imunobiológico, a distribuição é feita em etapas, de acordo com a capacidade de armazenamento nos estados e municípios. O cronograma de entrega segue critérios técnicos e o envio é realizado nos quantitativos necessários para atender o cronograma e as etapas de vacinação por faixas etárias do público-alvo da campanha.

Até agora,  um total de 900 mil doses de vacinas já foram enviadas ao RS pelo Ministério da Saúde para imunizar o público alvo desta primeira etapa. 

Para acompanhamento online das doses aplicadas por grupos prioritários acesse: 

http://sipni-gestao.datasus.gov.br/si-pni-web/faces/relatorio/consolidado/doses

Grupos prioritários e doses destinadas conforme estimativa do número de pessoas ( meta – 90% de cada público alvo)

Início – 23/3
Pessoas com 60 anos ou mais -1.467.957 doses
Trabalhadores da saúde – 315.089 doses

Inicio- 9 /4
Crianças de 6 meses a menores de 2 anos – 212.244 doses
Crianças 2 a 4 anos – 387.607 doses
Crianças de 5 anos – 134.914 doses
Gestantes – 106.124 doses
Puérperas (pós-parto) – 17.435 doses
Indígenas – 24.154 doses
Adultos dos 55 aos 59 anos – 588.382 doses
Pessoas privadas de liberdade – 23.351 doses
Funcionários sistema prisional – 7.353 doses

Início- 16 de abril
Doentes crônicos – 969.736 doses
Professores -110.359 doses
Forças de segurança – 40.810 doses

TOTAL – 4.405.515

 

 

Continue lendo
Publicidade
Comentários

Cidade

Secretaria de Segurança desenvolve ações no Passo Novo

A Prefeitura de Alegrete está intensificando o trabalho de melhoraria em diversas vias da cidade e no interior do município. No dia 26 de janeiro, a Secretaria de Segurança Pública, Mobilidade e Cidadania, em parceria com a Secretaria de Agricultura e Pecuária, realizou a instalação de placas de sinalização e paradas de ônibus na localidade do Passo Novo.

Além de determinar o fluxo de trânsito, as placas de sinalização são fundamentais para garantir a segurança dos motoristas e pedestres que utilizam as vias. O secretário de Segurança Pública, Mobilidade Urbana e Cidadania, Rui Medeiros, destacou o incansável trabalho das equipes do Setor de Sinalização e do Departamento de Trânsito.

Outras ações também estão em desenvolvimento para melhorias do trânsito de Alegrete, priorizando a qualidade de vida dos alegretenses.

Continue lendo

Cidade

O prefeito em exercício esteve em reunião na manhã de terça-feira com representantes da ONG OPAA

O prefeito em exercício, Jesse Trindade esteve em reunião na manhã de terça-feira (27/01) com a presidente da ONG OPAA (Organização de Proteção Animal de Alegrete), Nara Leite e a vereadora Dileusa Alves para abordar as demandas relacionadas aos animais em situação de vulnerabilidade e denúncias de maus tratos. Também esteve em pauta o funcionamento e administração do Canil Municipal de Alegrete.

O vice-prefeito Jesse Trindade enfatiza: “vamos trabalhar olhando com muito carinho com as prioridades para política pública de bem estar animal”.

As denúncias podem ser feitas pela ouvidoria municipal pelo telefone 0800.644.1621 e as emergências através do (55) 99149-0457.

Continue lendo

Cidade

Alegrete tem novo cronograma da Coleta Seletiva

A Prefeitura de Alegrete, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, divulgou o novo cronograma da coleta seletiva de resíduos no município, que está funcionando plenamente mesmo durante a pandemia. Hoje a cidade comporta pontos de coleta, distribuídos em 26 vias, com o objetivo de diminuir a poluição ao meio ambiente, gerando mais economia no consumo de energia, água, gastos com a limpeza urbana e o transbordo de rejeitos, além de oportunizar emprego e renda através da comercialização dos recicláveis pelas cooperativas de catadores.

A coleta seletiva é o recolhimento dos resíduos orgânicos e inorgânicos, secos ou úmidos, recicláveis e não recicláveis que são previamente separados na fonte geradora, recolhidos e levados para seu reaproveitamento.

Conforme a secretária de Meio Ambiente, Gabriella Segabinazi, a colaboração de todos é fundamental para êxito nas ações. “A coleta seletiva é o primeiro e o mais importante passo para fazer com que vários tipos de resíduos sigam seu caminho para reciclagem ou destinação final ambientalmente correta, pois o resíduo separado reduz custos e minimiza os impactos ambientais”, reforça.

A secretária solicita aos moradores que atentem para os dias e horários da coleta para que somente nesses dias coloquem o material para facilitar a ação dos agentes ambientais.

Confira a rota da Coleta Seletiva

A rota da coleta seletiva funciona de segunda a sábado, nos turnos da manhã e noite. Nas segundas, quartas e sextas-feiras, a partir das 07h30min, são contempladas as ruas Barão do Cerro Largo, avenidas Eurípides Brasil Milano, Dr. Lauro Donelles (da Praça Nova até a rua Venâncio Aires), Assis Brasil, Rondon e Centro Administrativo Municipal na rua Major Cezimbra Jaques. A partir das 19h, a coleta adere a Rua dos Andradas, General Vitorino (da Praça Getúlio Vargas até a Av. Dr. Lauro Dornelles), Venâncio Aires (Av. Dr. Lauro até a Tiradentes), Vasco Alves (Av. Dr. Lauro Dornelles até a Praça Getúlio Vargas), General Sampaio (Presidente Roosevelt até a Marquês de Alegrete) e Gaspar Martins (do calçadão até a Dr. Lauro Dornelles).

Nas terças, quintas e sábados, o itinerário inicia às 07h30min passando pelas ruas Bento Manoel, Vinte de Setembro (da Av. Dr. Lauro Dornelles até a Av. Eurípides Brasil Milano), Barão do Amazonas, Mariz e Barros (primeira quadra), Demétrio Ribeiro, José Bonifácio (primeira quadra), Dr. Quintana (duas quadras), Nossa Senhora do Carmo (primeira quadra), Luiz de Freitas (da rua Joaquim Nabuco até a Praça Getúlio Vargas), Coronel Cabrita (primeira quadra), Calçadão, Praça General Osório e Maurício Cardoso.

Diferença entre resíduos secos, orgânicos e rejeitos

Começar a reciclar não é difícil. Contudo, algumas informações básicas ajudam bastante o processo. Existem dois tipos de contentores: resíduos orgânicos (marrom) e resíduos secos (azul), onde os resíduos devem ser colocados embalados.

Na categoria orgânico, são contemplados os restos de alimentos (não temperados), cascas de frutas, cascas de ovos, borra de café e erva-mate. Neste mesmo contentor podem ser depositados os rejeitos que são papel higiênico, lenços, fraldas, absorventes, papel toalha, fezes de animais.
Além do descarte, existe a possibilidade de realizar em seu pátio a criação de uma composteira, que serve como adubo para a terra e outras plantações.

Nos contentores de resíduos secos, são coletados os materiais recicláveis como vidros, papel, plástico e metal. Estes são fundamentais que sejam descartados limpos, sem restos em seus recipientes, pois são utilizados para a comercialização em cooperativas de reciclagem.

Podem ser reaproveitados:

– Vidros (garrafas, copos, frascos, pratos e demais utensílios de vidro).
– Papel (jornais, revistas, embalagens de papelão, caixas, panfletos, tetra pack).
– Plástico (embalagens plásticas, garrafas pet, sacolas plásticas, recipientes plásticos em geral).
– Metal (latas de alumínio de bebidas, latas de condimentos, metais em geral (chumbo, fios, arames e objetos de cobre)).

Continue lendo

Ler edição online

Facebook

Previsão do tempo

 

 

Popular