Contato

Corona Vírus

Pela primeira vez tem bandeira preta no RS

A constante redução de leitos de UTI livres e o aumento de casos de contágio e de internação por coronavírus resultaram na primeira identificação de risco epidemiológico altíssimo desde que o modelo do Distanciamento Controlado foi implementado, em maio. As regiões de Bagé e de Pelotas foram classificadas, nesta sexta-feira (11/12), na bandeira final preta no mapa preliminar da 32ª rodada.

Das outras 19 regiões, apenas Cruz Alta recebeu classificação final de bandeira laranja (risco epidemiológico médio). As outras 18 estão na bandeira vermelha (risco epidemiológico alto).

A bandeira preta é a restrição máxima prevista pelo modelo de Distanciamento Controlado, e significa que tanto a capacidade hospitalar como o contágio por coronavírus alcançaram níveis críticos na região. Vale lembrar que bandeira preta não é o mesmo que lockdown.

Caso a classificação para risco altíssimo se mantenha no mapa definitivo, a ser divulgado na segunda-feira (14/12), as restrições mais rígidas serão aplicadas nas regiões de Bagé e de Pelotas a partir da terça-feira (15/12).

• Clique aqui e acesse os protocolos de bandeira preta.

Veja a classificação prévia da 32ª rodada em https://distanciamentocontrolado.rs.gov.br

O momento é de extremo alerta: o Rio Grande do Sul observou aumento em quase todos os indicadores monitorados pela equipe do Distanciamento Controlado. Houve elevação, nos últimos sete dias, de 14% nas hospitalizações por Covid-19 (de 1.174 para 1.338 casos), que alcançou o maior número desde o início do monitoramento.

Também é o número mais elevado de pacientes em UTI, em leitos clínicos e de óbitos. As mortes cresceram 15% nesta semana, chegando a 409 registros. Como resultado, há o menor número de leitos livres (407) no Estado, bem como a menor razão de leitos livres para cada ocupado (0,44), que baixou de 0,5 também pela primeira vez. Por isso, o governo do Estado reforça a necessidade de a população seguir os protocolos e as regras sanitárias estabelecidas pelo modelo.

Até as 6h de domingo (13/12), municípios e associações podem enviar pedidos de reconsideração ao mapa preliminar para o governo por meio do formulário https://forms.gle/amfsky7ZjRLDdk1G8. Depois de analisados pelo Gabinete de Crise na segunda-feira (14/12), o governo do Estado divulgará as bandeiras definitivas, vigentes de 15 a 21 de dezembro.

MUDANÇA DE BANDEIRAS

Macrorregião Sul: de vermelha para preta

Em bandeira preta no mapa preliminar desta 32ª rodada, as regiões de Bagé e Pelotas (Macrorregião Sul), que compreendem 28 municípios com 9,3% da população gaúcha, foram classificadas em risco altíssimo devido ao agravamento de importantes indicadores do Distanciamento Controlado.

Em relação ao número de óbitos, Pelotas é a mais expressiva, registrando 41 mortes confirmadas por Covid-19 nesta semana, quase o dobro se comparado com a semana passada (23 óbitos). Bagé registrou mais 10 mortes nesta semana, o mesmo indicador da rodada anterior, contudo, quintuplicou os registros na comparação com a semana retrasada, quando houve duas mortes.

Desde a 26ª semana do Distanciamento Controlado, a região de Pelotas apresenta aumento nas hospitalizações de confirmados da doença. Enquanto na 26ª rodada foram 22 registros, na atual, são 87. De forma similar, Bagé apresenta aumento desde a 28ª semana, quando houve cinco hospitalizações – nesta, foram 23.

Continue lendo
Publicidade
Comentários

Corona Vírus

São 132 recuperados de Covid-19 nesta segunda feira

Nesta segunda-feira, 25, foram registrados 71 casos positivos, sendo 45 mulheres, 25 homens e uma criança entre 03 e 89 anos. São 132 recuperados, 07 pacientes que estão na UTI covid e 08 no hospital de campanha.

São 3.861 casos confirmados, com 3.038 recuperados, 776 estão ativos (761 em isolamento domiciliar e 15 hospitalizados positivos de Alegrete) e 47 óbitos.

Foram realizados 16.409 testes, sendo 12.447 negativos, 3.861 positivos e 101 aguardando resultado. Em observação com síndrome gripal são 1.057 pessoas.

Continue lendo

Corona Vírus

Alegrete recebe 600 doses da vacina AstraZeneca/Oxford nessa segunda

Nesta segunda-feira, 25, a Prefeitura de Alegrete, por meio da Secretaria da Saúde, irá receber a segunda leva de imunização no combate a pandemia da Covid-19. As novas doses são referentes à vacina AstraZeneca/Oxford, que serão produzidas no Brasil numa parceria entre a Fundação Oswaldo Cruz – Fiocruz e o laboratório AstraZeneca.

Segundo a secretária de saúde Haracelli Fontoura, a cidade receberá a remessa de 600 doses destinadas aos profissionais da área da saúde, que não foram vacinados na primeira leva da Coronavac, e estão na linha de frente de combate ao Coronavírus.

Alegrete possui hoje 2.033 profissionais da área da saúde ativos e a perspectiva é entre 60% e 70% desse público sejam vacinados, ou seja, aproximadamente 1.200 a 1.400 pessoas.

O prefeito em exercício Jesse Trindade, acredita que “é importante dar continuidade na vacinação dos profissionais que estão atuando na linha da frente. Esperamos, em breve, poder noticiar o início da imunização da população em geral, mas, mesmo assim, não podemos deixar de cumprir as medidas de enfrentamento à pandemia, mantendo os protocolos sanitários e o distanciamento social”.

A previsão da chegada das novas doses da AstraZeneca na cidade será pela parte da tarde desta segunda-feira. O transporte será realizado pela 10ª CRS para receber as doses encaminhadas pelo governo do estado até Santa Maria.

Continue lendo

Corona Vírus

Seis casos positivos para Covid-19 neste domingo

Neste domingo, 24, foram registrados 06 casos positivos, sendo 02 mulheres e 04 homens, entre 16 e 70 anos. São 06 pacientes que estão na UTI covid e 06 no hospital de campanha.
São 3.790 casos confirmados, com 2.906 recuperados, 837 estão ativos (825 em isolamento domiciliar e 12 hospitalizados positivos de Alegrete) e 47 óbitos.
Foram realizados 16.157 testes, sendo 12.229 negativos, 3.790 positivos e 138 aguardando resultado. Em observação com síndrome gripal são 1.086 pessoas.
Continue lendo

Popular