Contato

Negócios

Feirão mostra o quanto sai do seu bolso só em imposto

Com foco na conscientização do consumidor, Alegrete recebe o 2º Feirão do Imposto. A campanha, organizada na cidade pela Associação de Jovens Empresários (AJE), vai desenvolver ações que mostrem à população, de forma prática, a realidade sobre o quanto se paga em impostos. No dia 12 de maio, lojas parceiras venderão seus produtos sem o valor das taxas. No Brasil, mais de 190 cidades já foram atingidas pela campanha.

Aqui, duas ações serão desenvolvidas ao longo do dia. De acordo com o presidente da AJE Alegrete, Breno Pinheiro, parcerias são realizadas para que a população tenha acesso ao “Vitrine sem Impostos” –  na qual lojas de vários segmentos vão comercializar itens sem a taxa de imposto; e a “Gasolina sem Imposto” – onde um posto de combustível também vai ter sua tabela divulgada sem o acréscimo da taxa.

A primeira edição do Feirão do Imposto foi realizada na cidade em 2016. Naquele ano, mais de 40 mil pessoas tiveram acesso aos preços reais. Para Pinheiro, o principal benefício da campanha é a conscientização da comunidade. “As pessoas precisam perceber o quanto a vida está afetada com essa tributação. Só com informação o cidadão terá força para pressionar as autoridades para mudar”, destaca.

Ao citar exemplos dos altos impostos, o presidente da AJE também atenta para o destino final desse montante. “O governo leva mais (dinheiro) até do que o próprio fabricante. E é o empresário, o comerciante que fica de vilão, muitas vezes”, alerta.

É empresário e quer participar?

Para fazer parte dessa corrente é simples. Lojas de qualquer segmento podem integrar a parceria. Pinheiro conta que “na primeira edição, lojas do comércio chegaram a comercializar até R$4 mil, apenas pela manhã”. Para saber como participar entre em contato com o Centro Empresarial pelo (55) 3422.1950.

Você sabia*

Cada produto possui um imposto especifico e, geralmente, até mais de um. Algumas tributações são mais altas e outras mais baixas, variando conforme o produto ou serviço.

– Um brasileiro trabalha cinco meses somente para pagar impostos.

– Na compra de uma garrafa de água mineral de 500ml, você deixa 190ml em imposto.

– No setor de vestuário, 34,76% do valor de cada peça são tributações.

– Na hora de abastecer, 61,95% do preço são impostos. Se o litro custa R$4,50, só de taxa se paga R$2,78.

– Na maquiagem, 69,53% do preço são impostos. Aquele batom paga R$35,00 tem do seu valor total R$24,33 de impostos.

 *Dados divulgados pela Conaje.

Atualmente, o Feirão do Imposto é realizado pela Conaje – Confederação Nacional de Jovens Empresários, em parceria com os movimentos de jovens empreendedores e empresários nos estados e municípios.

Continue lendo
Publicidade
Comentários

Manchete

Procon realiza campanha de conscientização durante as comemorações Dia Mundial do Consumidor

O Dia Mundial do Consumidor é uma homenagem a todos os consumidores, que ao longo dos anos vêm aprendendo a conhecer e exigir os seus direitos. Desde 1962, quando os direitos do consumidor foram reconhecidos, os debates sobre o direito a ser ouvido e a segurança, informação e livre escolha de produtos e serviços, intensificou-se no mundo inteiro, contando com apoio de diversas entidades civis, instituições, empresas, associações de consumidores, etc.

O Dia Mundial do Consumidor é comemorado o dia 15 de março e para essa data, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo, através do Procon em parceria com várias entidades, realizará uma campanha de conscientização com os consumidores sobre a prevenção do contágio do Covid-19. A campanha acontece de 15 a 31 de março, os agentes do Procon distribuirão materiais informativos no comércio, adotando todos os cuidados necessários e respeitando os protocolos de saúde.

Segundo o responsável pelo Procon de Alegrete Geferson Maidana Cambraia “o objetivo da ação é popularizar as informações e estimular as pessoas a usar máscaras e respeitar o distanciamento nos lugares em que há atendimento presencial, como agências bancárias e lotéricas, supermercados, locais públicos, entre outros. O cidadão que utiliza esses espaços precisa ter conhecimento de que o respeito aos protocolos de distanciamento é uma obrigação de todos, ao mantê-las a pessoa protege a si e proteger aos demais”, afirmou.

Continue lendo

Em Campo

Abertura da Colheita do arroz é atingida por temporal

A Federarroz comunica a todos que houve uma intempérie climática com ventos de mais de 100Km/h e 90 mm de chuva no dia 10.02 no início da tarde, durante a 31ª. Abertura Oficial da Colheita do Arroz e Grãos em Terras Baixas, ocasionando o cancelamento da programação de Auditório Frederico Costa e a Premiação Pá do Arroz nessa data.


Graças ao comprometimento da organização do evento, expositores e apoio da comunidade de Capão do Leão e Pelotas, está sendo possível reconstruir as estruturas danificadas da Feira para reabertura no dia 11.02, quinta-feira.
Somente as visitações às Vitrines Tecnológicas é que não serão viabilizadas no dia 11.02 pela manhã.


Se as condições climáticas permitirem, o Ato da Abertura Oficial está programada para ocorrer normalmente a partir das 14 horas.

Continue lendo

Manchete

Junta Comercial prorroga por mais 60 dias a suspensão temporária das taxas de abertura de empresas

A presidente da Junta Comercial, Industrial e Serviços do Rio Grande do Sul – JucisRS -, Lauren de Vargas Momback, anunciou na manhã desta segunda-feira (25),  que irá suspender temporariamente por mais 60 dias a cobrança dos serviços para abertura de empresas a contar do dia 24/1 até 24/3/2021.

A decisão foi tomada conforme Resolução aprovada na  Sessão Plenária  desta segunda-feira (25) pelo Colégio de Vogais. Com esta medida, a ideia é beneficiar milhares de micro e pequenos empreendedores do RS.
Segundo Lauren, a prorrogação da isenção das taxas para abertura de empresas têm como objetivo incentivar o empreendedor a abrir seu próprio  negócio.

Ela destaca que o órgão de registro está aliado ao compromisso do governo estadual em  contribuir para o crescimento da economia do nosso estado.
A iniciativa, segundo Lauren, irá fazer com que mais empreendedores tenham a possibilidade de saírem da informalidade, gerando empregos e renda.

Ela lembra que desde o início da Pandemia da Covid-19, o número de abertura de empresas no RS teve um aumento de 5,1%. Em 2020, foram constituídas 196,3 mil empresas, em 2019, foram 186,7 mil.  “Acreditamos que com a prorrogação de mais 60 dias, teremos um percentual maior de novas empresas no RS”.  

Uma das  metas da Junta Comercial, segundo Lauren, é promover ações que auxiliem os micro e pequenos empreendedores a enfrentar a crise provocada pela Pandemia, finaliza.

Conforme Resolução estão suspensas as taxas de abertura de empresas para as seguintes naturezas jurídicas:
• Limitada (Ltda.)
• Empresário Individual por Responsabilidade Limitada (Eireli)
• Empresário Individual (EI)
• Sociedade Cooperativa

Continue lendo

Popular