Contato

Manchete

Juiz da Vara Criminal e Promotora alertam na Câmara Sobre Risco Real de Interdição do Presídio de Alegrete

A Câmara Municipal de Alegrete  realizou na manhã desta quinta-feira, logo após a sessão ordinária, uma sessão especial, com a participação  presencial  do juiz de direito da Vara de Execuções Criminais, Rafael Borba e a promotora de justiça Daniela  Fistarol. Via on line, participaram a secretária de saúde, Haracelli Fontoura; a coordenadora da 10ª. Coordenadoria Regional de Saúde, Heili Temp e  a diretora da AMAPERGS Sindicato dos Servidores Penitenciários, Anabel Dicheti. O assunto tratado foi a respeito  da situação do Presídio Estadual de Alegrete e a pandemia. Conforme declaração do juiz Rafael Borba na reunião,  se o vírus entrar nas celas do presídio, o caos estará implantado devido ao ambiente insalubre.  Se  a COVID   não entrou ainda nas celas, está muito próximo, pois   está atingindo  o pessoal da linha de frente. Sete agentes penitenciários contraíram o vírus e mais dois tiveram de ser afastados por não se sentirem bem.  Há o risco real de interdição total do presídio devido à COVID. O juiz destacou que  ninguém foi solto em Alegrete  por COVID. “Enquanto  for assegurado o atendimento, há justificativa para  negar liberdade, mas no momento que não tiver  como tratar essa pessoa, se coloca em  liberdade” , explicou. Alegrete precisa muito de um novo presídio para desafogar o  sistema prisional, reiterou o  juiz Rafael Borba.
 
    Promotora: colapso na saúde e na segurança
 
    A promotora pública Daniela Fistarol , ao se pronunciar na reunião, listou as dificuldades extremas do Presídio  especialmente no tocante aos recursos humanos. Sete agentes penitenciários afastados por COVID. Houve um momento em  que havia apenas dois agentes  de plantão para atenderem 167 detentos. E alertou para a gravidade do momento  pelo fato de que, se tiver que interditar o presídio e não tiver agentes, a saída  seria  redistribuir  os apenados ou liberar para a rua homicidas, assaltantes, estupradores. Além do colapso na saúde,  também na segurança, atingindo os que estão na linha de frente no serviço de segurança nas ruas.  Reforçou a promotora  sobre a necessidade de dar prioridade  na vacinação  também para esses profissionais. Quanto Aos agentes, eles sempre estarão expostos toda vez que movimentarem presos nas celas.E alertou a promotora  para o fato de que um presídio onde falta, estrutura e saúde, o risco de rebelião é muito grande.
            A respeito do Conselho da Comunidade,  criado há cerca de um ano, como  está no próprio nome, visa atender  todos os segmentos da comunidade nas questões que envolvem presídio e segurança pública. A promotora Daniela  enfatizou que esse conselho é para dar apoio e tranquilidade à comunidade e convidou  mais pessoas a participarem. Com apoio de todos será possível reverter um quadro  crítico e assustador causado pela Pandemia, frizou.
 
               A preocupação do Sindicato dos Penitenciários
 
    Em nome do Sindicato dos servidores do sistema penitenciário, Anabela Dicheti disse que os agentes penitenciários estão sujeitos a todos os riscos, por isso é primordial que recebam a vacina. Informou que Alegrete atualmente tem 147 servidores da segurança  pública em todas as áreas  e que precisam receber a vacina. Pediu à sensibilidade dos vereadores e da administração pública nesse sentido.
    A coordenadora Heili Temp, da 10ª. Coordenadoria Regional de Saúde, disse que se colocava à disposição para receber essa demanda. E considerou importante um plano de contingência que deve partir   de uma determinação superior. De outra parte, a secretária de Saúde, Haracelli Fontoura, esclareceu que a vacina vem especificamente para grupos, primeiro os profissionais  da saúde na linha de frente  e idosos acamados. No entanto, há muita gente na linha de frente que não foi vacinada, mas será atendida. No dia de hoje (15), idosos  a partir de 77 anos  passaram a receber a vacina. Se sobrarem doses com a vacinação de 100 por cento da faixa etária, poderão ser chamadas pessoas  com 76 anos, explicou a secretária.
 
    Vereadores Cobram Transparência e Prioridade
 
                Houve espaço para os vereadores se manifestarem sobre o tema. Anilton Oliveira/PT, destacou a importância da criação da Comissão Externa da Câmara que trata especificamente do tema e sugeriu que desta leva ou da próxima, sejam  destinadas 150 doses para os profissionais que atuam na linha de frente. Já o vereador Vagner Fan/MDB afirmou que o Legislativo, com a comissão criada, está fazendo a diferença. E deixou claro que a solicitação é para o servidor da segurança pública. Os apenados, pelo protocolo, já estão isolados, disse. O vereador Glênio Bolsson/Progressistas chamou a atenção para a importância  da Secretaria de Saúde  ter  um calendário para a vacinação. Transparência em todos os aspectos, cobrou o vereador João Monteiro/Progressistas. Cléo Trindade/MDB  comentou que  a engrenagem Estado e Federação  não anda no mesmo compasso exigido e disse ser importante priorizar a vacina para funcionários do cemitério  que  fazem os sepultamentos  e  os agentes de saúde que andam em toda a cidade, mas que isso depende  do Estado e da União porque os protocolos já vem prontos.Também se pronunciaram  os vereadores João Leivas/MDB, Dileusa Alves/PDT, Itamar Rodriguez/Progressistas, Enio Bastos/Progressistas/, Jaime Duarte/Republicanos, Luciano Belmonte/Progressistas, Eder Fioravante/PDT.
A reunião especial  foi iniciativa conjunta da presidente da Casa, vereadora Firmina Soares e os vereadores Vagner Fan e Cléo Trindade.           Para a presidente Firmina, a reunião foi esclarecedora sobre um tema  que preocupa  toda a comunidade, a vacinação de quem está exposto na linha de frente no combate à pandemia.

Continue lendo
Publicidade
Comentários

Manchete

Azul anuncia oito novas rotas regionais no Rio Grande do Sul

Começa em 23 de junho a venda de passagens para os oito novos voos regionais que a Azul Linhas Aéreas terá no Rio Grande do Sul. Eles ligarão Porto Alegre a Alegrete, Bagé, São Borja, Santa Cruz do Sul, Canela, Vacaria, Santa Rosa e Erechim. As rotas começam a funcionar nas seguintes datas:

01 de agosto: Canela, Erechim e Vacaria
03 de agosto: Alegrete, Bagé e Santa Cruz do Sul
04 de agosto: Santa Rosa e São Borja

A informação foi repassada ao presidente da Frente Parlamentar da Aviação e líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Frederico Antunes. Ele disse que, tendo início essas operações, a Azul terá voos regionais para 14 cidades gaúchas. A companhia aérea solicitou ao governo do Estado que as novas rotas entrassem no plano estadual de desenvolvimento da aviação regional (PDAR/RS). Enquanto isso, os municípios se comprometeram a realizar reparos necessários nos aeroportos até esta semana.

Os voos serão cumpridos com aeronaves Cessna Gran Caravan, de nove assentos. Canela contará com um voo diário para Porto Alegre, enquanto Bagé, Erechim, Santa Cruz do Sul, Santa Rosa e São Borja receberão quatro operações semanais. Neste início das ligações com a Capital, Livramento e Vacaria terão a opção do modal aéreo três vezes por semana. Nenhuma dessas oito cidades recebem, hoje, voos comerciais de Porto Alegre. A operação da Azul terá 33 voos semanais com estas movas rotas – todas tendo a Capital gaúcha como destino ou origem.


O anúncio das novas rotas aconteceu ainda em fevereiro, quando o governador Eduardo Leite e o presidente da Frente Parlamentar da Aviação regional, deputado Frederico Antunes viajaram as instalações da Azul Linhas Aéreas, em Barueri (SP), para se encontrar com o CEO da companhia, John Rodgerson e diretoria. A empresa diz que a ativação dos voos elevará o fluxo para uma média de 54 decolagens diárias, sendo 12 pela Azul Conecta. A partir de agosto, quando se efetivarem os novos roteiros Capital-Interior, o Rio Grande do Sul deve se transformar no estado com maior malha de voos regionais no Brasil, realizados dentro de uma unidade federativa no País.

Continue lendo

Manchete

Alegrete reativa aeroporto e vôos serão retomados

Na noite desta quinta-feira, 20, a Prefeitura de Alegrete recebeu a confirmação de que o aeroporto de Alegrete será liberado para receber pousos e decolagens de voos comerciais. O anúncio foi realizado pelo presidente da Frente Parlamentar da Aviação Regional, deputado estadual Frederico Antunes.

Em 21 de janeiro deste ano, o vice-prefeito Jesse Trindade, representando o prefeito Márcio Amaral, entregou em mãos ao governador Eduardo Leite, no Palácio Piratini, documento com a demanda sobre as obras do Aeroporto Regional Gaudêncio Ramos. O vice-prefeito entregou um documento detalhado a respeito da necessidade de finalização da obra.

Após inúmeras tratativas e articulações, bem como esforços por parte do deputado estadual Frederico Antunes, que orientou o processo, a Azul Linhas Aéreas Regionais realizou uma vistoria na pista. A revitalização e manutenção da pista ficará a cargo da administração pública, enquanto os ajustes no terminal serão realizados por meio de uma parceria com o Centro Empresarial de Alegrete.

A Prefeitura de Alegrete desenvolveu um projeto de revitalização da pista orçado em torno de R$ 300 mil. O processo licitatório desse projeto ocorrerá em 31 de maio e a previsão de entrega da pista é para a primeira quinzena de junho, quando deve ocorrer o voo inaugural.

Para o vice-prefeito Jesse Trindade, o aeroporto tem grande importância, não só para a cidade e para a região, mas para todo o Estado. “Temos o apoio de 16 municípios e de nove universidades em um projeto que atinge cerca de 650 mil pessoas. “A expectativa é de que circulem milhares de passageiros por ano e o município gere empregos diretos e indiretos. É preciso destacar o esforço de todas as pessoas que atuaram para que o aeroporto de Alegrete voltasse a funcionar, como o Deputado Frederico Antunes, o Centro Empresarial e o Aeroclube de Alegrete, representado pelo Fernando Guerra”.

“Essa é uma grande conquista para Alegrete e região, a reativação do aeroporto proporcionará mais desenvolvimento regional. Estamos muito gratos a todos que se engajaram nesse projeto que era uma demanda importante há tanto tempo e que agora se torna uma realidade. É muito satisfatório ver projetos como esse saindo do papel e beneficiando a nossa cidade”, declarou o prefeito Márcio Amaral.

Continue lendo

Manchete

Vacinação contra Covid-19 para idosos de 60 anos ou mais no interior do município

A Prefeitura de Alegrete, através da Secretaria de Saúde, irá realizar a vacinação de idosos com 60 anos ou mais, com a primeira dose contra a Covid-19, nas localidades do interior do município. Para se vacinar é preciso apresentar documento de identidade e CPF.

“Montamos esse esquema de vacinação especialmente para atender a população do campo que ainda não recebeu a primeira dose. Nosso município possui uma grande extensão territorial e sabemos que isso muitas vezes dificulta o deslocamento da população do campo até a cidade nos dias de vacinação, por isso vamos levar a vacina até eles”, declarou a secretária de Saúde Haracelli Fontoura.

Confira o cronograma abaixo:

Continue lendo

Ler edição online

Facebook

Previsão do tempo

 

 

Popular