Morre suspeito de participação em venda de água mineral contaminada

O titular da 16ª Coordenadoria Regional da Saúde, Vitor Hugo Gerhardt, morreu neste domingo (26) no Hospital Bruno Born, em Lajeado. De acordo com a polícia, ele sofreu um infarto, foi socorrido, mas não resistiu. Gerhardt era um dos investigados na Operação Gota D’Água, que desarticulou um esquema de venda de água mineral contaminada no Estado. A Secretaria Estadual da Saúde havia afastado ele do cargo nan quinta-feira.

De acordo com as investigações, ele era suspeito de prevaricação, porque teria deixado de interditar a empresa Mineração Campo Branco, mesmo após sugestão de seu subordinado, e diminuiu a multa imposta de R$ 20 mil para R$ 2 mil.

O corpo foi levado ao DML de Santa Cruz para necropsia. Durante a Operação Gota D’Água, foram presos preventivamente Ademir Paulo Ferri e Paulo Moacir Vivian, sócios da empresa Mineração Campo Branco LTDA, e o químico industrial Marcelo Colling. A marca investigada é a Água do Campo Branco, com sede em Progresso.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *