Contato

Cidade

Dono da empresa de ônibus é “bombardeado” ao falar na Câmara de Vereadores

Depois de denúncias formuladas nas redes sociais e na imprensa sobre algumas irregularidades  na empresa de ônibus Fronteira Oeste, o diretor proprietário, Rodrigo Perini, compareceu na manhã desta segunda-feira, através da iniciativa da  Presidente Firmina Soares  e  conduzido até o plenário pelo vereador Bispo Ênio Bastos,  ocupando espaço na sessão ordinária, para esclarecer os fatos.
                   Falou  aos vereadores que algumas palavras que foram ditas sobre a empresa, não foram verdadeiras . Que presta serviço público em caráter emergencial   porque o município estava à beira de um colapso no transporte coletivo. Informou o diretor que  sua empresa é de Uruguaiana e que nunca atuou sem alvará, seguindo todos os trâmites e que tinha em seu poder a comprovação da documentação. E que proporciona 52 empregos diretos na cidade. ”Nossa empresa está legal e com os impostos em dia”, reiterou.
                   Os vereadores  questionaram o diretor Rodrigo   sobre  o atendimento da empresa. O vereador Fábio Bocão aparteou o diretor  afirmando que tudo que  foi levantado  sobre as  irregularidades na empresa, quanto ao material de  PPCi e alvarás, foi comprovado. O vereador Itamar Rodriguez  focou nas reclamações que chegam diariamente pelo não cumprimento do horário, prejudicando professores e funcionários que têm horário para chegar  no trabalho. Ele citou especificamente o caso do bairro José de Abreu, um bairro distante e  os usuários enfrentam sérios problemas  para acessarem  o transporte.
              O diretor  Rodrigo  esclareceu que o transporte é um todo e se  tem algum horário pontual que não está funcionando a contento, a empresa vai corrigir e até a questão dos atrasos.  Informou também que está tratando com o Executivo para ampliar a frota ofertada. A vereadora Dileusa Alves citou as questões pontuais que devem ser resolvidas. Em função da diminuição da frota circulando aos sábados e domingos, a vereadora sugeriu a unificação das linhas.
         Em sua participação, o vereador Anilton Oliveira  ponderou que a empresa tem de comprovar seu alvará na Secretaria  específica. E disse concordar com o vereador Eder Fioravante que sugeriu audiência pública on line para debater o transporte coletivo na cidade. Para Anilton, o Executivo não licitou o transporte público, as linhas continuam  com serviço provisório e cabe à administração municipal exigir o alvará e o cumprimento da legislação. Já o vereador Moisés Fontoura  disse de sua sugestão ao Executivo para a criação de um grupo de estudos que busque  alternativas e planejamento em caso de enchentes que ocasionem o bloqueio da Ponte Borges de Medeiros. Como ficaria a situação do transporte coletivo com este cenário, questionou
           Questões levantadas sobre  as linhas em operação, tempo de espera dos usuários e horário de funcionamento certamente   serão focalizadas  mais detalhadamente   em futura audiência pública.

Continue lendo
Publicidade
Comentários

Cidade

Conselho Municipal de Trânsito elege nova Comissão Executiva

A Prefeitura de Alegrete informa que, no último dia 22 de julho, foi realizada uma reunião virtual na qual os membros do Conselho Municipal de Trânsito, atendendo a convocação da Secretaria de Segurança Pública, Mobilidade e Cidadania, trataram a respeito de assuntos pertinentes ao trânsito e mobilidade urbana. Foram analisados o Plano Plurianual para os próximos 4 anos com todos os valores a serem investidos tanto em infraestrutura quanto em educação para o trânsito, bem como as ações que estão sendo realizadas pelo Poder Executivo.

O Conselho também elegeu sua nova comissão executiva que ficou assim constituída: Alex de Souza, ocupará o cargo de presidente, representando a Secretaria de Desenvolvimento Econômico; Sivens Carvalho, será o vice-presidente, pela Ordem dos Advogados do Brasil – OAB Alegrete; Marlon Dorneles, o 1° secretário, Centro de Formação de Condutores – CFC Alegrete e Francisco Pedroso, 2º Secretário, proveniente ao Centro Empresarial de Alegrete.

De acordo com o presidente eleito, Alex de Souza, o COMUTRAN é um órgão consultivo e se fará presente nas ações que envolvem o trânsito e a mobilidade urbana. Neste momento, em que a Administração Pública está concluindo o Plano Municipal de Mobilidade, dando todo suporte ao novo Plano Diretor que está sendo elaborado em conjunto:

“O Plano Municipal de Mobilidade Urbana irá balizar todas as ações e modificações do trânsito de Alegrete. Este projeto de lei ainda irá passar pela apreciação dos vereadores. Após aprovação, caberá a este conselho fiscalizar se o mesmo estará sendo cumprido e assim faremos”, ressalta o presidente.

Continue lendo

Cidade

Confira as principais regras para atendimento ao público em estabelecimentos comerciais

A Prefeitura de Alegrete, na última sexta-feira, 30, publicou decreto nº 492 que altera o Decreto nº 320/2021 que: “Recepciona e adota o Decreto Estadual nº 55.882 de 15 de maio de 2021″. O decreto determina que as modalidades de atendimento Take away (pegue e leve) e Drive-thru serão permitidas até às 20h para os restaurantes, lanchonetes, lancherias, sorveterias e bares. Após este horário ainda é permitido a entrega na forma de delivery.

Sobre o atendimento presencial, conforme o Decreto nº 438, de 9 de julho de 2021, em seu artigo 3º, fica vedada a abertura para atendimento ao público bem como de permanência de clientes nos recintos ou nas áreas internas ou externas de circulação ou de espera de todo e qualquer estabelecimento durante o horário compreendido entre 23h e 6h, com tolerância para dispersão de clientes até às 00h, excetuando-se apenas os considerados essenciais conforme o Artigo 17, inciso I, do Decreto Estadual nº 55.882/2021.

Continua proibida a permanência de pessoas em espaços públicos e o consumo de bebidas alcoólicas em ruas, calçadas, parques e praças após às 20h, como estabelecido no artigo 4°.

Confira o decreto nº 320/2021 na íntegra e suas atualizações no link: https://www.alegrete.rs.gov.br/grupoarquivo/19-1627998504-804.pdf

Continue lendo

Cidade

Procon realiza pesquisa sobre preços da cesta básica

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo, através do Procon, realizou a pesquisa de preços da cesta básica, referente ao mês de julho. Foram visitados pelos técnicos do Procon em 14 estabelecimentos e pesquisados 33 itens, sendo que o Procon leva apenas em consideração o menor preço de cada produto, não considerando critérios como marca ou qualidade dos produtos.

Em comparação ao mês de junho o preço da cesta básica em Alegrete apresentou um aumento em julho. O preço médio da cesta básica em junho ficou em R$201,91 e agora em julho ficou em R$ 204,42. Em comparação com a pesquisa realizada no mês anterior, houve um aumento de até 30% em relação a julho. O maior preço encontrado na pesquisa de junho foi de R$ 202,90, o menor preço R$ 139,87 e o preço médio ficou em R$ 171,28.

Segundo a pesquisa, o maior valor encontrado no mês de junho foi de R$ 228,64 e no mês de julho ficou em R$ 231,90. Já o menor preço da cesta básica em junho foi encontrado por R$ 173,86 e em julho o menor valor foi de R$ 176,48.

A pesquisa completa sobre o preço da Cesta Básica do mês de junho em Alegrete está disponível no site da Prefeitura, na página do Procon. Preços da Cesta Básica de julho de 2021

Continue lendo

Popular