Contato

Cidade

Festival itinerante tem apresentações em São Gabriel, Rosário do Sul, Alegrete, Uruguaiana e Porto Alegre

Comédia na Estrada é um festival itinerante de comédia, que tem como objetivo difundir e divulgar a arte da comédia stand-up pelo Rio Grande do Sul.  Comédia na estrada – Missão 290 é a primeira edição deste festival e, como nome sugere, promoverá apresentações de comediantes por algumas cidades que fazem parte da BR 290. São elas Uruguaiana, Alegrete, Rosário do Sul, São Gabriel e Porto Alegre. Além das apresentações artísticas, que contarão com a presença de artistas locais e da capital, oficinas integram a programação do festival.

O elenco de atores e comediantes é formado em sua maioria por mulheres negras (60%), LGBTQIA (20%) e 10% imigrantes. O objetivo é levar a comédia stand-up ao interior e valorizar a produção artística do interior, oferecendo oficinas desses comediantes e convidando humoristas locais.

 

A comédia stand-up, ou stand-up comedy (comédia em pé em tradução livre), tem origem em bares e pequenos pubs estadunidenses, e era usado como introdução aos shows principais da noite. O comediante, por assim dizer, “abria o show” da banda musical que tocaria durante a noite. Com o tempo, os comediantes começaram a ganhar força, e passaram a ser as atrações principais.

No Brasil, apesar de nomes como Dercy Gonçalves, Zé Vasconcelos, Chico Anysio e Jô Soares, fazerem shows de comédia solos desde meados dos anos 1960, foi no final dos anos 1990 que o Stand-up Comedy começou a tomar força e forma em bares e pequenos teatros de São Paulo e Rio de Janeiro. No Rio Grande do Sul, mais precisamente em Porto Alegre, esse movimento é bem mais recente, mas igualmente forte. Hoje contamos com vários grupos e dois bares na região metropolitana – Canoas e POA – focados em apresentações de comédia.

Reconhecendo assim que a capital oferece maior número de artistas deste segmento, foram convidados seis comediantes da capital para integrar o elenco do festival e circular pelo interior do RS. O intuito é estimular o trabalho de artistas locais que tenham vontade de fazer stand-up ou outro tipo de humor e não tenham espaço e/ou oportunidade para isso. Através do festival, artistas do interior podem ter vislumbrar a chance de criar um novo campo de trabalho na sua carreira e agradar ao público que consome a comédia pela internet e fazer desse público um público de comédia ao vivo.

*Este projeto foi contemplado com recursos da Lei Aldir Blanc 14.017/2020;

 

O festival acontecerá entre os dias 05 e 15 de maio de acordo com o seguinte roteiro:

APRESENTAÇÕES:

São Gabriel: 05/05 –Na Brasa Burger (Gen Mallet 674 – Centro) – 20 horas;

Rosário do Sul: – 06/05 – Pizzaria O Pedaço da Pizza (Rua João Brasil – 1297 – Centro) – 20 horas;

Alegrete:– 07/05 – UK Pizza Burger (Assis Brasil 983 – Cidade Alta) – 21 horas;

Uruguaiana: 08/05 – Vivenda das Artes (Gen Câmara 1403 – Centro) – 20 horas;

Porto Alegre: 15/05– Casa de Espetáculos (Visconde do Rio Branco 691 – Moinhos de Vento) –20 horas;

 

Em virtude da pandemia, as oficinas serão gratuitas e realizadas através de plataforma virtual. Por essa razão, pedimos aos interessados que preencham um formulário de inscrição (https://bityli.com/f5bs2) para que possamos organizar as datas e a plataforma de realização.

As apresentações acontecerão de acordo às regras vigentes de distanciamento controlado e aos protocolos de retomada do setor, sendo gravadas e transmitidas pela internet, no perfil do instagram @comedianaestradabr290 em um modelo híbrido de festival. Em São Gabriel, Rosário do Sul e Alegrete, o valor do ingresso é couvert artístico espontâneo (valor revertido para causas sociais da cidade). Em Porto Alegre e Uruguaiana, doação de alimentos.

FICHA TÉCNICA:

Direção e Produção Geral: Rodrigo Kão; 51 98581-3105

Produtores locaisSão Gabriel – Júlio Rocha; 55 99685-2069

Rosário do Sul – Celomar Marques; – 55 99977-7053

Alegrete – Eliane Silveira; 55 99631-8822

Uruguaiana – Helena Martins; 48 99167-5235

Porto Alegre – Nelly Coelho;  51 98529-9032

Assessoria de Imprensa e Mídias Sociais: Gustavo Saul; contato – 51 98154-0682

Artes Gráficas: Lucas Magnus

Elenco: Betina Câmara, Nelly Coelho, Dedé Leitão, Helena Martins, Índio Behn, Rodrigo Kão, Wilson Rosa, Ursa Malgarizi, Alan Abreu, Gian Pierre, Luisa Ampuero e Douglas Pereira;

Realização: Gemini Taurus – Produções Artísticas;

Apoio: Sesc e Fecomércio RS;

Financiamento: SEDAC RS – Secretaria Especial da Cultura – Governo Federal – através da Lei Aldir Blanc 14.017/2020;

Continue lendo
Publicidade
Comentários

Cidade

Bailecídio macabro pra quem quer dançar de luto?

O Executivo Municipal não cansa de colecionar pataquadas. Agora, em plena pandemia, está abraçado a um baile macabro. Não está claro de quem foi a iniciativa funesta, se do CTG Farroupilha, cuja patronagem era liderada até dias atrás pela Secretária Municipal Caroline Figueiredo, ou se foi da cúpula especializada em produzir fiascos constantes do Executivo Municipal.

O fato é que no final de agosto, naquele local haverá um fandango, apesar da pandemia. Também não foi esclarecido o que estará sendo celebrado na ocasião, já que Alegrete se aproxima de 300 óbitos por Covid-19, e quem participar não poderá se esbaldar e deverá priorizar o recato como quem dança de luto.

 

O anúncio deste evento causou alvoroço nas redes sociais e a Rádio Nativa retirou sua digital deste prodígio de marketing negativo. O diretor da emissora, Juscelino Medeiros, divulgou uma nota pedindo desculpas e fez o correto: não emprestou sua marca para esta insensatez. Clique no linck abaixo.

https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=4197196010360502&id=100002104322373

Porém, convicto de que está no caminho certo, de prestigiar quem se diverte dentro de bombachas, o Prefeito Márcio Amaral, preferiu atacar em sua página à esmagadora maioria dos alegretenses. Em sua defesa, à rigor, estão destemidos CCs, os FGs e a bancada situacionista da Câmara de Vereadores, composta pelos três vereadores do MDB e todos do PDT. Leia o post do Prefeito…

https://www.facebook.com/328523933898809/posts/4157282191022945/

A bancada do PP não ficou em cima do muro e, neste fim-de-semana, produziu uma nota de repúdio contra esta troça festiva; que ofende centenas de pessoas enlutadas de Alegrete. Confira no linck.

https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=1213511662407439&id=100012458504632

O Prefeito Márcio Amaral, que desde março de 2020 tem sido eloquente para fechar empresas em nome da ciência, que disparou seu aparato repressor contra endereços comerciais da cidade, que sequer conseguiu colocar à pleno à volta das aulas nas escolas municipais, está empenhado diretamente nesta bailanta. Porém, parece que o protocolo vigente não abona seu gesto. Basta ver o que foi postado pela Coordenadora Regional de Saúde, Heili Temp no facebook. Confira o protocolo do que pode e o que não pode.

https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=622128718767431&id=100029109252671

Para esta segunda-feira o Prefeito Márcio Amaral marcou para o meio dia uma coletiva com a imprensa, para explicar sua visão enquanto promoter do primeiro bailecídio de Alegrete.

 

 

Continue lendo

Cidade

Caminhão de terceirizada da Corsan tomba perto da Caridade

 

Um caminhão caçamba, de empresa terceirizada da Corsan, acaba de capotar na rua General Sampaio, na frente da Capela Metodista, a poucos metros da Santa Casa de Caridade.

Não há vítimas. Porém, um veículo que estava estacionado no local foi atingido. O caminhão transportava uma carga de massa asfáltica.

Continue lendo

Cidade

Reunião de organização do Brick da Praça define regras para o evento

 
Nesta quarta-feira, 21, aconteceu no Centro Cultural de Alegrete a reunião da equipe de organização do próximo Brick da Praça. A feira de economia solidária acontecerá no dia 14 de agosto, das 10h às 16h, na Praça Getúlio Vargas.

A feira vai acontecer com a participação de membros já inscritos e as novas inscrições serão retomadas a partir do mês de setembro. Mais informações podem ser obtidas através do e-mail da Diretoria de Cultura: [email protected] .

As normas para os participantes do evento foram definidas na reunião entre a secretária de Educação, Cultural, Esporte e Lazer, ngela Viero e a diretora de Cultura, Andrea Oliveira, seguindo as orientações da Vigilância Sanitária e da Secretaria de Saúde.

Normas para participação no Brick da Praça:

Bancas devem ficar a 3 metros de distância uma da outra;
Cada banca é responsável por não deixar que se forme aglomeração em seu entorno. Sendo obrigatório orientar a população, sendo obrigatório o uso de máscaras, disponibilizar álcool gel e também lixeiras;
É proibido o uso de churrasqueiras na praça;
É proibido o uso de tomadas e extensões;
Pessoas que trabalham em bancas que comercializam alimentos não embalados devem usar luvas e touca descartável, e nas que comercializam alimentos embalados é obrigatório o uso de luvas;
Cada banca deve ter no máximo três briqueiros;
Apenas será permitido comercializar laticínios e produtos derivados de leita a aqueles que possuam registro e documentação oficial;
As primeiras edições não contarão com apresentações artísticas, com o objetivo de evitar aglomerações;
Será dada preferência para estabelecer bancas no contorno externo da praça, sem haver lugares marcados.

A equipe da cultura responsável pela organização do Brick da Praça é composta por Andrea Oliveira, Bibiana Fontoura, Marielly Fogaça, Mano Fontoura, Ana Claudia, Indiana Ribeiro e Liliana Lacerda.

Continue lendo

Popular