Contato

Cidade

Alegrete já sente a primeira onda de frio no RS inicia nesta terça- feira

 

O Rio Grande do Sul e outras áreas do Sul do Brasil terão a primeira semana do ano com frio. Já houve dias com madrugadas frias e até formação de geada nas áreas de maior altitude da região em 2021, mas esta será a primeira vez no ano em que o frio será mais intenso à noite e com geada em maior número de localidades por uma sequência de dias.

Uma massa de ar seco e frio ingressa neste começo de semana e vai definir o tempo no Rio Grande do Sul ao longo da semana com tempo ensolarado, noites frias e tardes com temperatura amena.

O tempo aberto, a atmosfera com perfil seco e vento calmo vão favorecer o resfriamento noturno e muitas cidades terão mínimas de um dígito com chance dos primeiros registros abaixo dos 10ºC na área metropolitana de Porto Alegre em 2021.

A massa de ar frio não chega a ser forte, mas com o ar seco e as noites mais longas haverá um resfriamento mais acentuado.

O ar frio terá sua maior intensidade agora na primeira metade da semana e vai perder força de quarta-feira em diante, mas a atmosfera estará muito seca na segunda metade da semana e isso vai favorecer a manutenção das mínimas baixas com marcas ainda menores que nesta segunda e na terça.

VEJA COMO VAI SER O FRIO NAS PRINCIPAIS REGIÕES

Campanha – Todas as madrugadas da semana devem ter mínimas próximas ou abaixo dos 10ºC, em geral entre 8ºC e 10ºC. Na quarta e na quinta, com o ar seco, as mínimas podem cair a valores tão baixos quanto 5ºC a 7ºC em alguns pontos nas áreas de Bagé e Livramento.

Sul – Na área de Pelotas, os termômetros devem indicar ao redor de 13ºC nesta segunda, já 10ºC na terça e entre 8ºC e 10ºC na quarta e na quinta. Na sexta e no sábado, marcas de 12ºC a 13ºC ao amanhecer. Na Serra do Sudeste, as mínimas serão menores pelo fator altitude e podem cair a valores abaixo de 5ºC em alguns municípios.

 

Oeste – A área de Uruguaiana deve ter mínimas de 10ºC a 12ºC na maior parte desta semana. Em direção à Quaraí faz mais frio e as mínimas devem atingir marcas menores que podem ficar entre 6ºC e 8ºC em algumas madrugadas.

Centro – A região de Santa Maria terá mínimas entre 8ºC e 10ºC na maioria das madrugadas da semana. Em áreas rurais e no Centro-Serra, entretanto, mínimas menores vão ocorrer com marcas até de 5ºC ou menos em baixadas da região de Sobradinho.

Grande Porto Alegre – A região metropolitana terá 13ºC ao amanhecer nesta segunda, mas na terça já pode fazer entre 11ºC e 13ºC. Na quarta, mínimas ao redor de 10ºC na maioria dos municípios, mas alguns pontos de zonas rurais terão entre 8ºC e 10ºC, o que vai se repetir na quinta. Na sexta entre 11ºC e 13ºC com marcas semelhantes no sábado.

Serra e Aparados – A área de Caxias do Sul terá 8ºC a 11ºC, conforme o ponto pela grande oscilação de relevo, ao amanhecer nesta segunda e na terça, mas quarta e quinta podem ter marcas de 5ºC a 7ºC em alguns pontos. O frio perde força no final da semana com mínimas de 8ºC a 10ºC. Nos Aparados, as madrugadas de quarta a sexta serão as mais frias com mínimas, em geral, de 2ºC a 5ºC. Ocorre que em baixadas da área de São José dos Ausentes deve fazer menos e não são afastadas mínimas ao redor de 0ºC ou até um pouco negativas entre quarta e quinta.

Planalto – Passo Fundo deve ter mínimas entre 8ºC e 10ºC no começo e no final desta semana, mas entre quarta e quinta os termômetros devem marcar até 5ºC a 7ºC em pontos da região. Na área de Soledade, em baixadas, as mínimas serão menores e podem mesmo ficar entre 1ºC e 3ºC na segunda metade da semana.

Noroeste – A região de Santa Rosa deve ter mínimas nas baixadas de 8ºC a 10ºC no início e no final da semana, mas entre quarta e quinta pode fazer entre 4ºC e 6ºC. Na maior parte dos pontos do Noroeste, contudo, os termômetros devem indicar de 6ºC a 8ºC na metade da semana.

FRIO DE INVERNO EM SANTA CATARINA

Mínimas abaixo de 10ºC são esperadas na maioria das regiões catarinenses no decorrer da semana. As áreas de Chapecó e Joaçaba, por exemplo, podem ter entre 5ºC e 7ºC nas baixadas na metade da semana. Em pontos de Florianópolis, não no Centro ou bairros urbanizados ou junto ao mar, pode fazer entre 11ºC e 13ºC no meio da semana. O frio, entretanto, será mais intenso como é se esperar no Planalto Sul. São previstas marcas negativas, especialmente na segunda metade da semana, nas regiões de São Joaquim e de Urupema nas baixadas.

FRIO TRARÁ GEADA E PAISAGENS DE INVERNO NAS SERRAS

As mínimas mais baixas previstas para esta semana devem trazer geada em áreas serranas e isoladamente em baixadas até de outras regiões. A geada deverá ser moderada a forte nas baixadas dos locais de maior altitude como das áreas de São José dos Ausentes e do Planalto Sul. Os dias com maior chance do fenômeno serão os da segunda metade desta semana com a atmosfera mais seca e o tempo mais aberto.

Projeção de geada do modelo Canadense para o amanhecer da quarta-feira no Sul do Brasil

Em locais de menor altitude ou próximo do nível do mar a chance de geada é muito baixa e não se espera o fenômeno nas principais zonas produtoras de milho safrinha, exceto em regiões de baixadas em que o microclima traz mínimas muito menores.

Fonte: INMET Metereologia

 

Continue lendo
Publicidade
Comentários

Cidade

Prefeitura de Alegrete realiza ações alusivas ao maio amarelo

A Prefeitura Municipal de Alegrete, através da Secretaria de Segurança Pública Mobilidade e Cidadania, desenvolve ações alusivas ao Maio Amarelo, um dos maiores movimentos mundiais de atenção à vida, que este ano tem como tema o “Respeito e responsabilidade: pratique no trânsito”.

Entre as ações estão a fixação do laço amarelo, símbolo da conscientização e segurança no trânsito, nas principais pontos da cidade, a realização de uma blitz educativa na sexta-feira, 21 de maio, na Praça Getúlio Vargas, próximo ao Calçadão e também abordagens e blitz de fiscalização em dias e horários diversos, durante todo o mês .

O secretário de Segurança Pública, Mobilidade e Cidadania Rui Alexandre Medeiros, mencionou a importância da campanha Maio Amarelo. “Neste mês o mundo se volta para a prevenção e segurança no trânsito e ações direcionadas neste sentido são de extrema relevância na busca pela conscientização da população”, destacou.

Continue lendo

Cidade

Prefeitura lança campanha para reduzir gastos com luz, água, telefone e combustível

Reduzir os chamados gastos fixos através da conscientização dos servidores, esse é o objetivo do programa “Economia: isso é da nossa conta”, que acaba de ser implantado em todas as repartições da Prefeitura. O programa pretende reduzir em até 15% as contas com água, luz, telefone, combustíveis, material de expediente e evitar desperdícios em todos os prédios da Prefeitura de Alegrete.

A ideia é sensibilizar todos servidores municipais quanto aos métodos para reduzir o consumo de água, energia elétrica, telefone, combustíveis e material de expediente. Para isso, cada Secretaria e Assessoria da Administração recebeu uma cartilha com orientações e apresentando o objetivo da medida, que é controlar a evolução de algumas despesas públicas.

A iniciativa partiu da Secretaria de Finanças e Orçamento, sob coordenação do secretário José Luiz Cáurio. “A economia se faz no dia a dia, com a colaboração dos servidores”, alerta. Segundo ele, a meta é que a prefeitura trabalhe cada vez mais com uma série de cortes nas despesas públicas para buscar sempre manter equilibrada as contas do município em um momento de aumento de gastos e redução de arrecadação devido à pandemia do coronavírus. “É nossa função zelar pelo dinheiro público, nos mínimos detalhes”, declarou o secretário.

O prefeito Márcio Amaral enfatiza que, por exemplo, desligar o computador durante ausência prolongada, apagar as luzes, utilizar o telefone para recados rápidos, entre muitos outros, são ações que trazem economia e dependem, somente, da mudança de hábitos. “Vamos levar o programa e pedir a colaboração de todos os servidores que serão os responsáveis pela redução nas despesas. Com medidas simples é possível reduzir, de forma significativa, os gastos com água, luz, telefone e combustível”, considera Amaral.

Continue lendo

Cidade

Procon realiza fiscalização estabelecimentos de revenda de gás

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo, através do Procon, está realizando fiscalização nos postos de revenda de gás no município de Alegrete.

“O objetivo desta fiscalização é analisar se todos os estabelecimentos estão praticando os preços dentro da legalidade e se estão atendendo as normas da Agência Nacional do Petróleo”, destacou o diretor do Procon Geferson Cambraia.

O Procon também está analisando questões referentes a documentação para abertura do estabelecimento como alvará de funcionamento, presença do Código de Defesa do Consumidor, telefone do Procon fixado em local visível aos consumidores, tabela de preços e a balança para a pesagem dos botijões de gás, conforme inciso VI do artigo 26 da Resolução nº51/2016 da ANP e segundo a lei federal 8.078/91 (Código de Defesa do Consumidor).

Os estabelecimentos que apresentarem irregularidades terão um prazo estipulado pelo Procon para regularizar a situação. Esta fiscalização se estende durante todo o mês de maio.

Durante a fiscalização, foi feita também uma pesquisa de preços do botijão de gás nos aproximadamente 12 estabelecimentos visitados pelos técnicos do Procon.

O menor preço de venda com retirada no local, foi de R$ 79,00 e maior preço foi de R$ 85,00. Já o menor preço com entrega à domicílio foi encontrado por R$ 84,90 e o maior preço por R$ 93,00.

A pesquisa completa está disponível na página do Procon, no site da Prefeitura de Alegrete.

Continue lendo

Ler edição online

Facebook

Previsão do tempo

 

 

Popular