Contato

Polícia

Secretaria da Saúde e Cosems definem grupos prioritários da nova remessa de CoronaVac

Idosos de 73 a 76 anos, profissionais de saúde ainda não imunizados e bombeiros militares operando em conjunto com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) fazem parte da população que poderá tomar a primeira dose da vacina contra a Covid-19 nos próximos dias. As 318,2 mil ampolas de CoronaVac, do Instituto Butantan, que chegaram na manhã desta quarta-feira (17/3), serão entregues aos municípios gaúchos na quinta-feira (18/3) para dar continuidade à campanha de vacinação no Rio Grande do Sul.

Os grupos a serem vacinados foram definidos em reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), com participação da Secretaria da Saúde (SES) e do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde do Rio Grande do Sul (Cosems-RS), na tarde desta quarta-feira.

Os municípios da 18ª Coordenadoria Regional de Saúde (CRS), com sede em Osório, receberão 4 mil doses a mais para compensar as da primeira aplicação realizadas no Litoral durante o período de veraneio, em vez de ocorrerem no município de origem do vacinado.

Mil doses ficarão armazenadas na Central Estadual de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos (Ceadi), em Porto Alegre, para repor ampolas que tenham sofrido variação de temperatura para mais de 8°C em algum momento do trajeto até o destino.

“Não podemos deixar vacina parada. Vacina é para estar no braço dos gaúchos”, defendeu o secretário executivo do Cosems, Diego Espíndola. A secretária da Saúde, Arita Bergmann, explica que todas as doses distribuídas nesta etapa serão referentes à primeira aplicação (D1).

“Frente à atual produção do Butantan e considerando que temos margem ainda de, pelo menos, duas semanas até precisarmos vacinar com a segunda dose as pessoas contempladas pela última remessa, decidimos usar todo o estoque atual para a primeira dose de mais gaúchos, e não reservar doses para a D2”, explicou Arita. “Lembramos os municípios que aqueles que já concluíram a vacinação de seus idosos na faixa etária definida e ainda restarem doses para esse grupo, podem abrir para a idade imediatamente anterior. Por exemplo, os municípios que já vacinaram todos os idosos de 73 anos ou mais, podem começar a vacinar quem tem 72 anos”, completou a secretária.

A pactuação da CIB sobre essa remessa de CoronaVac também trará um artigo contemplando, se houver saldo de vacina no município, as pessoas com deficiência de 18 anos ou mais que estejam acamadas e não tenham autonomia. “As pessoas acamadas institucionalizadas já foram vacinadas na primeira fase da campanha. Agora vamos começar a aplicar o imunizante naqueles que estão em casa, nestas condições”, afirmou a diretora do Departamento de Atenção Primária e Políticas de Saúde, Ana Costa.

Grupos que serão vacinados com a primeira dose (D1) da nona remessa recebida pelo RS:

• Todos os profissionais de saúde ainda não imunizados (completar 100% deste grupo).
• Completar a vacinação de idosos de 75 anos ou mais.
• Ampliar para idosos de 74 e 73 anos.
• Bombeiros Militares socorristas que estejam trabalhando diretamente na assistência dos pacientes do Samu.

 

Foto: Mauro Nascimento / Palácio Piratini

Continue lendo
Publicidade
Comentários

Polícia

Cultos estarão liberados no RS mesmo com bandeira preta

 

Em pronunciamento realizado nesta tarde, o Governador do Estado do Rio Grande do Sul, após apresentar o atual cenário de enfrentamento da pandemia no Estado, anunciou as seguintes medidas:

*1.* Atualização do Disque Denúncia 181 que será um portal de denúncias pelo descumprimento das medidas sanitárias, inclusive pela internet.

*2.* Reiterados os protocolos gerais: (a) máscara ajustada e cobrindo a boca e o nariz sempre; (b) distanciamento físico e não aglomeração inclusive no ambiente de trabalho; (c) manutenção de janelas e portas e/ou sistema de renovação de ar; (d) limpeza constante das mãos com água e sabão ou álcool 70º.

*3.* Necessidade de os estabelecimentos colocarem uma placa indicando lotação máxima de pessoas e os protocolos gerais de cuidado: máscara, higienização das mãos e não aglomeração;

*4.* Manutenção da bandeira preta em todo o Estado do Rio Grande do Sul;
*5.* Os novos protocolos sanitários (sem indicação de data e horário para publicação dos Decretos):

*5.1* Horários Especiais (válidos para todas as bandeiras) durante a semana:
*a)* Saúde, farmácia, construção, veterinária, etc: atendimento presencial, restrito em qualquer horário;
*b)* Mercados: atendimento presencial restrito, em qualquer horário;
*c) * Restaurantes e Lanchonetes (refeições): Atendimento presencial restrito 05h às 20h; atendimento presencial restrito entre às 20h até às 22h, permitida a entrada até às 22h e saída às 23h; Somente delivery no período das 22h até às 05h;
*d)* Comércio não essencial: atendimento presencial restrito no período das 05h às 20h; após às 20h até às 05h somente delivery;
*e)* Academias e Serviços religiosos: presencial restrito no período das 05h às 22h; sem atendimento presencial no período das 22h às 05h;
*f)* Demais Serviços em geral sem atividade permitida: presencial restrito no período das 05h às 20h; sem atendimento presencial no período das 2oh às 05h;

*5.2* Horários Especiais (válidos para todas as bandeiras) nos finais de semana:
*a)* Saúde, farmácia, construção, veterinária, etc: atendimento presencial, restrito em qualquer horário;
*b)* Mercados: atendimento presencial restrito, em qualquer horário;
*c)* Restaurantes e Lanchonetes (refeições): Atendimento presencial restrito 05h às 15h; Delivery e Pegue e Leve no período das 15h às 20h; Somente delivery no período das 20h até às 05h;
*d)* Comércio não essencial: atendimento presencial restrito no período das 05h às 20h; após às 20h até às 05h somente delivery;
*e)* Academias e Serviços religiosos: presencial restrito no período das 05h às 22h; sem atendimento presencial no período das 22h às 05h;
*f)* Demais Serviços em geral sem atividade permitida: presencial restrito no período das 05h às 20h; sem atendimento presencial no período das 2oh às 05h;

*5.3* Alterações na Bandeira Vermelha (limite da Preta na cogestão):

*a)* Feira Livre de Comércio não essencial: inclusão e autorização do comércio de produtos não essenciais (artesanato em feiras livres, por exemplo) + distanciamento de 3m entre barracas (+) rígido controle de acesso (+) fluxo de acesso às bancas (+) cartaz com lotação máxima;
*b)* Restaurantes: máximo de 25% de lotação, exclusivamente para refeição (vedado happy hour) (+) somente clientes sentados (+) distanciamento mínimo de 2m entre as mesas (+) 5 pessoas por mesa (+) sem música (+) lixeira na saída dos banheiros;
*c)* Parques temáticos, de aventura, jardins botânicos, zoológicos, etc: autorização com, no máximo, 25% da lotação, exclusivo em locais abertos com Selo Turismo Responsável (+) uso contínuo e correto das máscaras (+) distanciamento nas filas (+) higienização das mãos e das superfícies de toque;
*d)* Serviços de educação física (academias, piscinas, etc): exclusivo atividade individual, para manutenção da saúde (+) máximo de 1 pessoa para 16m² de área (+) cartaz com nº máximo de pessoas (+) grupo de no máximo 2 para cada profissional habilitado (+) vedado compartilhamento de equipamentos simultaneamente (somente após higienização);
*e)* Esportes individuais ou em dupla, sem contato físico: autorização de jogos de no máximo 4 pessoas (+) sem contato (+) sem público (+) agendamento prévio (+) intervalo mínimo de 15min entre jogos para possibilitar a higienização e vedar aglomeração ou confraternização pré e pós jogos.
*f)* Transporte fretado, metropolitano Executivo/Seletivo, intermunicipal e interestadual: lotação máxima de 75% dos assentos (+) uso contínuo e correto de máscara (+) ventilação (janelas e/ou alçapão abertos)
*g)* Transporte coletivo municipal ou metropolitano comum: lotação máxima de 60% da capacidade do veículo (+) uso contínuo e correto de máscara (+) ventilação (janelas e/ou alçapão abertos).

Atenciosamente

*Borba, Pause & Perin – Advogados*
*OAB/RS 7.512*

Continue lendo

Polícia

PRF recupera veículo roubado e prende o motorista em Alegrete

 

 

_O preso disse que havia comprado o carro por 15 mil reais, mais de 85 mil abaixo do valor de mercado_

No início da tarde desta segunda-feira (05), na RSC 377, em uma ação conjunta com o Comando Rodoviário da Brigada Militar, a Polícia Rodoviária Federal prendeu um homem dirigindo um Golf roubado. Ele viajava com a namorada, o sogro e a sogra.

Em ação de combate ao crime, os policiais abordaram um Golf com placas de Santa Catarina. No carro estava um casal. Com eles, em outro veículo que viajava à frente, estavam os pais da mulher.

Durante a fiscalização, os Policiais Rodoviários Federais descobriram que o carro, roubado ano passado no Paraná, estava com as placas clonadas.

O homem de 26 anos, natural de Blumenau, foi encaminhado à polícia judiciária local. O veículo foi recolhido para ser devolvido ao proprietário.

Continue lendo

Polícia

MTG com eleições suspensas por tempo indeterminado

O MTG (Movimento Tradicionalista Gaúcho) informou, na terça-feira (30), a suspensão por tempo indeterminado das eleições para para a nova composição do Conselho Diretor e da Junta Fiscal da entidade.

A medida ocorre em razão de decisão judicial no âmbito de investigações sobre possíveis irregularidades nas contas do MTG e da Fundação Cultural Gaúcha no período de 2012 a 2019, segundo a entidade. A apuração ocorre a partir de denúncias de irregularidades apresentadas ao MP (Ministério Público) do Estado envolvendo a TV Tradição.

De acordo com o MTG, a Polícia Civil deflagrou operação com mandados de busca e apreensão nas residências de sócios e ex-sócios da TV Tradição nesta terça-feira. Um dos alvos da ofensiva ocupou a presidência do MTG em parte do período investigado e concorre novamente ao cargo nas eleições de 2021. Nesse sentido, eventual resultado da eleição poderia prejudicar as investigações.

Inicialmente, as eleições no MTG estavam marcadas para o dia 27 de fevereiro. Na mesma data, o decreto que instituiu a bandeira preta dentro do modelo de distanciamento social em todo o RS entrou em vigor, o que acabou adiando o pleito no MTG.

Desde então, a entidade vem avaliando semana a semana a possibilidade de uma nova data para o trâmite, aguardando uma melhora no modelo de distanciamento.

Continue lendo

Popular