Contato

Manchete

Inquérito da Polícia Civil indicia PMs que espancaram equipe do Em Questão

https://youtu.be/wcbH5KbP7fQ

O Delegado de Polícia disse hoje, que os dois PMs que agrediram a equipe de jornalismo do EQ, no dia 18 de junho, foram indiciados por agressão e abuso de autoridade. A aspirante do Exército, que deu causa para intempestiva ação policial, também foi indiciada por omissão de socorro.

O repórter Alex Stanrlei o diretor do jornal, jornalista Paulo de Tarso Pereira, foram agredidos depois da filmagem de um caminhão boiadeiro do Exército, que estava envolvido num controverso flagrante de abigeato no interior do município.

Segundo o Delegado Valeriano Garcia Neto, que presidiu o Inquérito Policial, todas as partes foram ouvidas, as versões checadas e a conclusão que indiciou as trêes pessoas agora seguirá para o Ministério Público em Alegrete.

Paralelamente, a Brigada Militar também instaurou um Inquérito Militar e, se for apurada a responsabilidade dos PMs, nas agressões da equipe de jornalismo, o caso vai para a Corregedoria da instituição.

Segundo o Delegado Valeriano Garcia Neto a pena neste caso pode implicar até mesmo com o afastamento dos PMs de suas funções.

Para entender o caso

O repórter free lancer foi fazer o registro do fato e foi impedido por um militar à mando de uma oficial veterinária do Exército. Segundo ela, era proibido produzir imagem de viatura do Exército.

O repórter, então, realizou uma live, registrando o fato, sem mostrar o caminhão e destacando a ação da BM de Rosário do Sul.

Em seguida foi interpelado por um PM de Rosário do Sul. Sem motivo algum foi subjugado a ficar sentado no chão em situação humilhante.

O diretor do jornal ao ser informado do caso e foi até a DPPA. Ao chegar e se identificar também foi constrangido. Então resolveu gravar. Daí foi agredido por um segundo PM. A dupla de PMs também agrediu o repórter.

As duas vitimas sofreram lesões corporais, tiveram cerceado o direito ao exercício profissional e posteriormente o diretor Paulo de Tarso sofreu injúrias pelas redes sociais pelo comando da PM de Rosário do Sul, que está rendendo outros dois inquéritos: um no âmbito da BM e outro na Polícia Civil.

O caso ganhou repercussão nacional tendo sido noticiado nos grandes meios de comunicação do Brasil, que repudiaram às agressões contra a equipe de jornalismo.

As principais instituições que congregam jornais e jornalistas do RS e Brasil, Adjori (Associação dos Diários do Interior), a ARI (Associação Riograndense de Imprensa) além da ANJ (Associação Nacional de Jornais) da ABI (Associação Brasileira de Imprensa) e ABRAJI ( Associação Brasileira de Jornalistas Investigativos) também se solidarizaram às vítimas da truculência dos dois PMs e pediram profunda investigação, punição aos agressores e repúdio ao ato que afronta o pleno exercício do jornalismo garantido na Constituição.

 

Continue lendo
Publicidade
Comentários

Manchete

Estamos vivendo bolha de calor inédita e metereologistas disparam um alerta

🚨🚔 ATENÇÃO🚔🚨

Um episódio de calor histórico atinge o Brasil nesta semana com temperatura acima dos 40ºC no Sul, no Centro-Oeste e no Sudeste do país e que em alguns locais podem atingir ou se aproximar dos 45ºC.

Há possibilidade que sejam quebrados recordes absolutos de temperatura máxima em algumas cidades e que as marcas figurem entre as mais altas já registradas em décadas em algumas regiões.
O calor será muito intenso ainda no Sul de Goiás e no Triângulo Mineiro.

As máximas projetada pelo modelo norte-americano GFS chegam a 41ºC a 43ºC para o Sul goiano e a área mais ao Oeste do Triângulo.
As anomalias de temperatura que são mostradas pelos modelos numéricos são absolutamente incomuns, com desvios imensos.

O calor será muito intenso no Brasil Central durante quase toda a semana, com máximas acima de 40ºC, mas o pior é entre hoje e esta sexta-feira, quando as máximas serão ainda mais altas.

O modelo norte-americano GFS projeta máximas de 41ºC a 44ºC para o interior do estado de São Paulo, especialmente em áreas do Oeste e do Noroeste que estão perto de Goiás e o Mato Grosso do Sul.

Para parte do Mato Grosso do Sul, o GFS chega a indicar máximas de 43ºC a 45ºC na segunda metade da semana.
Calor em nível excepcional pode causar prejuízos à saúde e, em alguns casos, até levar à morte.

O risco de emergências relacionadas ao calor é especialmente alto para idosos, animais de estimação e pessoas com doenças crônicas, mas a exposição ao tempo excessivamente quente de forma prolongada pode aumentar a temperatura de qualquer pessoa, levando à desidratação, exaustão pelo calor ou até mesmo insolação, que pode levar à insuficiência cerebral, cardíaca ou renal, e danos aos tecidos.

Sob calor extremo, em caso de necessidade de passar um tempo prolongado ao ar livre, o o ideal é o amanhecer e com a recomendação de muitas pausas, buscando uma área sombreada quando começar a se sentir superaquecido.

Como regra geral, deve ser evitado o consumo de cafeína e álcool em excesso, ambos diuréticos que desidratam ainda mais o corpo, e deve se buscar a hidratação periódica com muitos líquidos como água e sucos naturais.

O mais importante é procurar atendimento médico se estiver apresentando sintomas relacionados ao calor. Se começar a sentir náuseas, vertigens, confusão mental ou fraqueza, vá para dentro de casa imediatamente e hidrate-se.

Busque um médico ou o serviço de emergência de saúde local imediatamente se os sintomas não desaparecerem depois que você voltar para dentro de casa ou se você tiver febre de 40°C ou mais depois de sair de casa.

Continue lendo

Cidade

Novo Decreto Municipal para os bares assegura mesas externas

O novo decreto teria por objetivo assegurar um maior número de mesas nos locais externos e aumentar o número de pessoas dentro dos estabelecimentos. A comunicação feita pela administração municipal postou o decreto, mas não forneceu nenhum texto de apoio, contextualizando a nova legislação, ou comparando como estava e o objetivo da nova redação. Leia abaixo.

 

DECRETO N° 699, DE 30 DE SETEMBRO DE 2020.

Altera o Decreto 320/2020, que “Reitera a declaração de estado de calamidade pública no Município de Alegrete para fins de prevenção e de enfrentamento à pandemia causada pelo novo Coronavírus (COVID-19), adotando-se o Distanciamento Controlado estabelecido pelo Decreto Estadual nº 55.240, de 10 de maio de 2020 e dá outras providências.” O PREFEITO MUNICIPAL, no uso da atribuição que lhe confere o Art. 101, IV, da Lei Orgânica do Município; considerando o Decreto 320/2020, que “Reitera a declaração de estado de calamidade pública no Município de Alegrete para fins de prevenção e de enfrentamento à pandemia causada pelo novo Coronavírus (COVID-19), adotando-se o Distanciamento Controlado estabelecido pelo Decreto Estadual nº 55.240, de 10 de maio de 2020 e dá outras providências.” DECRETA: Art. 1° Altera redação do inciso XI do Art. 9º no Decreto n° 320 de 14 de maio de 2020, que passa ter a seguinte redação: XI – Fica autorizada a comercialização de qualquer tipo de bebida e comida, desde que possuam o alvará próprio para essas atividades e sigam o horário estabelecido para tais com o atendimento das medidas estabelecidas no §6º, incisos I, II, III, IV, V, VIII do Art. 6º deste Decreto. Art. 2º Altera redação do inciso VIII do Art. 9º no Decreto nº 320 de 14 de maio de 2020, que passa ter a seguinte redação: VIII – Fica autorizada a montagem de bancos de reserva com no máximo 3(três) reservas por equipe, respeitando todas as medidas sanitárias, inclusive a distância de 2(dois) metros entre seus assentos. Art. 3° Revoga o inciso IX do Art. 9º no Decreto nº 320 de 14 de maio de 2020. Art. 4° Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.

Continue lendo

Corona Vírus

Quatro pacientes recuperados de Covid-19 e 4 casos positivos

Nesta segunda-feira, 28, foram registrados de Covid-19 e 4 pacientes recuperados. Os positivos são 2 homens e 2 mulheres, com idades entre 35 e 61 anos, todos em isolamento domiciliar.

São 597 casos confirmados, com 529 recuperados, 53 ativos (todos em isolamento domiciliar) e 15 óbitos.

Foram 6.430 testes realizados, sendo 5.828 negativos, 597 positivos e 5 aguardando resultado. Em observação com síndrome gripal são 207 pessoas.

Continue lendo

Ler edição online

Facebook

Previsão do tempo

 

 

Popular