Contato

Corona Vírus

Fronteira Oeste respira…região continua na bandeira laranja

Mas já são 15 regiões com bandeira vermelha.

O aumento de regiões com classificação de alto risco (bandeira vermelha), conforme o modelo de Distanciamento Controlado, aliado às condições climáticas mais adversas dos últimos dias, fez o Rio Grande do Sul retomar um índice de isolamento social acima da média nacional.

Pelo mais recente estudo divulgado pelo Comitê de Dados para o enfrentamento da Covid-19, o percentual de gaúchos que passaram a evitar deslocamentos ficou em 43%. O levantamento se refere ao período entre os dias 28 de junho e o último sábado (4/7), a partir do monitoramento de aplicativos móveis em celulares. No Brasil, o índice ficou em 41%.

Mesmo ainda distante da recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS), de um isolamento mínimo de 50%, o resultado mostra que o Rio Grande do Sul tem o melhor comportamento entre todos os demais Estados da região Sul.

Conforme a equipe que faz o acompanhamento dos dados disponibilizados pela empresa InLoco, o índice melhorou nas últimas semanas na mesma medida em que mais regiões passaram a ter maiores restrições de atividades econômicas diante do avanço da novo coronavírus.

Outro fator que contribuiu para conter as pessoas fora de casa está relacionado com as condições climáticas, em especial nos dias com registro de temperaturas mais baixas, chuva e da ocorrência do ciclone.

No início da pandemia, os gaúchos chegaram a ter índices de isolamento próximos de 60%. Porém, no mês de maio o percentual chegou a despencar para 39,4% e, ao longo do mês passado, o comportamento ficou sempre abaixo da média nacional. “Esse comportamento tem relação direta com o avanço da doença e dos casos que exigem internação em UTI. Portanto, ficar em casa sempre que possível é, até o momento, a medida mais eficaz para conter o vírus”, reforça a coordenada do Comitê de Dados, Leany Lemos.

Regiões

A região Covid-19 de Capão da Canoa, no Litoral Norte, apresentou a melhor média de isolamento na semana pesquisada: 45,3%. Percentual bastante parecido foi registrado nas áreas de Pelotas, Porto Alegre e Santo Ângelo, que passaram a figurar entre as regiões com bandeira vermelha, onde as restrições são mais rígidas.

Bagé (com o pior indicador em dias úteis, -35,8%), Cachoeira do Sul, Lajeado e Santa Cruz do Sul tiveram os piores resultados em termos de isolamento, ficando inclusive abaixo da média do país.

O modelo também comparou o comportamento dos gaúchos nos dois finais de semana mais recentes. Pelo monitoramento dos usuários de celular, no sábado e domingo passados grande parte das regiões teve médias acima de 46% e até superior a 50% em boa parte do Rio Grande do Sul.

Continue lendo
Publicidade
Comentários

Corona Vírus

Agora é oficial. São 40 óbitos em Alegrete

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO

Nesta quinta-feira, 14, foi confirmado o 40° óbito em decorrência da Covid-19. A paciente, mulher, de 81 anos havia falecido no hospital na segunda-feira, dia 11/12/2021 e estava aguardando o resultado, vindo a positivar.

Hoje foram registrados 76 casos positivos, sendo 41 mulheres, 34 homens e uma criança do sexo masculino, entre 6 meses e 88 anos. 69 recuperados, 05 pacientes na UTI covid e 05 no hospital de campanha.

São 3.315 casos confirmados, com 2.501 recuperados, 774 estão ativos (764 em isolamento domiciliar e 10 hospitalizados positivos de Alegrete) e 40 óbitos.

Foram realizados 15.020 testes, sendo 11.519 negativos, 3.315 positivos e 186 aguardando resultado. Em observação com síndrome gripal são 1019 pessoas.

Continue lendo

Corona Vírus

Márcio marca live para informar que não tem informação

Apesar de não ter informação oficial atualizada, a convidada da live semanal do Preito Márcio Amaral, Heilli Temp, adiantou ao EQ, que só na segunda-feira, haverá uma reunião da Secretaria Estadual de Saúde, com todos os coordenadores regionais, para alinhavar toda a estratégia e logística para a distribuição das vacinas prometidas para serem entregues na próxima quarta-feira em escala nacional.

Na tarde desta quinta-feira, o EQ buscou informações com a coordenadora de saúde, que garantiu que não há nenhum protocolo estadual já definido à ser repassado aos municípios. “Há uma previsão de 200 a 300 doses para o Estado. A gente não sabe o quanto virá para a região. Eu não tenho informação para passar para atualizado. Vamos aguardar”, disparou.

Já a Secretária de Saúde, Haracelli Fontoura disse que que não há nenhum documento oficial, e que conversou com a Coordenadora Heilli Temp, sobre o assunto e que aguarda informações mais precisas. “Vamos  seguir os protocolos do Ministério da Saúde. As vacinas serão feitas, nos ESFs e no PAM. A prioridade, a princípio será para os profissionais da saúde e idosos”, disse. Profissionais de saúde da linha de frente (Santa casa, secretaria e HGUA). Já os idosos, serão priorizados os dos asilos, “mas tudo depende do que virá”, reforçou.

Haracelli disse que haverá uma informação oficial do município quando chegarem as doses ou quando o Estado se pronunciar oficialmente, o que segundo Heilli será na segunda-feira.

 

 

Continue lendo

Corona Vírus

Vacinação em massa iniciará no Brasil no dia 20

O ministro Eduardo Pazuello (Saúde) divulgou a um grupo de mais de 100 prefeitos nesta quinta-feira o “Dia D” e a “Hora H” da vacinação contra o vírus chinês no Brasil. A largada para a imunização será em 20 de janeiro, a partir das 10h, em todo o território nacional.

A informação foi confirmada pela FNP (Frente Nacional de Prefeitos) e por gestores locais que participaram do encontro virtual.

O prefeito de Florianópolis (SC), Gean Loureiro, do DEM, escreveu em sua conta oficial no Twitter o que ouviu na reunião. “Havia uma informação de que as vacinas chegariam nesse primeiro momento para as capitais. Ministério disse que não há essa priorização, chegarão igualmente para as cidades”.

Ainda de acordo com Loureiro, 8 milhões de doses serão aplicadas em janeiro e 30 milhões em fevereiro. “Anvisa liberando domingo, distribuem na terça [19.jan] para iniciar na quarta [20.jan]”, publicou.

Continue lendo

Ler edição online

Facebook

Previsão do tempo

 

 

Popular