Contato

Cidade

Concurso da Polícia Civil tem 1,2 mil vagas com salários que podem chegar a R$ 6,3 mil

O tão aguardado concurso para Polícia Civil teve edital publicado nesta segunda-feira, no Diário Oficial do Estado. São 1,2 mil vagas – 600 para escrivães e 600 para inspetor de Polícia. As incrições podem ser realizadas a partir desta terça-feira  até 19 de janeiro no site da Fundatec– responsável pela aplicação das provas.

O concurso prevê salário inicial no valor de R$ 5.641,20. Em 1º de maio de 2018, está previsto aumento para R$ 5.992,98 e, em 1º de novembro de 2018,  a folha salarial pode chegar a R$ 6.366,80. Podem concorrer a uma das vagas  candidatos com ensino superior completo, que tenham idade mínima de 18 anos, que possuam Carteira Nacional de Habilitação – categoria B -, e que estejam em dia com as obrigações Militares e Eleitorais.

O concurso públicos – com data prevista para 25 de fevereiro – será realizado em duas etapas. A primeira consiste nas provas de capacitação intelectual, capacitação física, sindicância da vida pregressa e atual, exames de saúde e avaliação da aptidão psicológica. Esta fase destina-se à admissão para matrícula no curso de formação profissional, concernente à segunda etapa do certame, a qual é ministrado pela Academia de Polícia (Acadepol).

A novidade nesta seleção é o exame toxicológico presente nos exames de saúde. Uma alteração que ocorreu em relação ao último edital foi na etapa dos exames físicos no que tange ao teste do dinamômetro, o qual foi substituído pelo exame de barra fixa. Para o sexo feminino trata-se de sustentação na barra fixa, por no mínimo 10 segundos, e para o sexo masculino devem ser feitas, no mínimo três flexões.

Segundo o Chefe de Polícia, delegado Emerson Wendt, a estimativa é de inscrição de pelo menos 25 mil candidatos. O concurso faz parte do pacote de segurança pública, lançado em julho pelo Piratini. Na época, o governo prometeu concursos para preencher 6,1 mil vagas na área: 4,1 mil para a Brigada Militar e 1,2 mil para a Polícia Civil. O Estado deve chamar ainda 100 delegados.

Os cargos

Escrivão de Polícia: tem a função de  escriturar ou orientar a escrituração dos livros cartorários de delegacias; lavrar e expedir certidões; lavrar autos de prisão, de apreensão, de restituição, de depósito, de acareação e de reconhecimento; lavrar termos de declarações, de ocorrência, de fianças, de compromisso e de representação; recolher fianças, nos termos da legislação; exarar boletins estatísticos; atualizar arquivos e bancos de dados; cumprir e fazer cumprir as determinações das autoridades policiais; participar de diligências externas, cumprir mandados de busca, realizar prisões e intimações; portar arma de fogo de uso regulamentar, inclusive armas longas; conduzir veículos oficiais; executar tarefas administrativas.

Inspetor de Polícia: tem a função de realizar diligências, operações, vigilâncias e atos investigatórios; efetuar prisões, buscas e apreensões; cumprir mandados; colaborar na execução de atividades procedimentais e administrativas; cumprir e fazer cumprir as determinações das autoridades policiais; manter atualizados os bancos de dados de interesse da investigação policial; elaborar relatórios de investigação; portar arma de fogo de uso regulamentar, inclusive armas longas; conduzir veículos oficiais; executar tarefas administrativas.

Cronograma 

19/12/2017 a 19/01/2018 – inscrições pela internet, através do site da Fundatec

19 a 21/12/2017 – período para Solicitação de Isenção da Taxa de Inscrição

22/01/2018 – último dia para efetuar o pagamento da guia de arrecadação

05/02/2018 – último dia para entrega do Laudo Médico dos candidatos inscritos nas cotas de pessoas com deficiência e de candidatos que solicitaram condições especiais para o dia de prova

16/02/2018 – resultado da homologação das inscrições e publicação do edital de data, hora e local das provas

03/04/2018 – lista de candidatos aprovados para a correção das redações

20/04/2018 – disponibilização das folhas de redação no site da Fundatec

08/05/2018 – lista de classificação da Prova de capacitação intelectual

Continue lendo
Publicidade
Comentários

Cidade

Morre em Porto Alegre o Provedor da Santa Casa de Caridade

O Provedor da Mesa Diretora da Santa Casa De Caridade, Milton Araújo, morreu nesta tarde em Porto Alegre onde estava internado para tratar de um câncer.

Ex- Secretário Municipal, sempre na primeira linha dos colaboradores do ex-Prefeito José Rubens Pillar, foi um líder no segmento empresarial onde presidiu o CEA, por mais de uma vez, e integrou a direção estadual da Federação dos Clubes dos Dirigentes Lojistas do RS.

Neste ano foi eleito por aclamação para conduzir à direção da Santa Casa.

O corpo do Provedor deverá ser transladado para Alegrete. A Santa Casa, ainda não informou sobre os atos fúnebres.

 

Continue lendo

Cidade

Secretaria de desenvolvimento econômico e turismo participa de seminário da Confederação Nacional dos Municípios

Servidores da Equipe Técnica da SEDETUR participaram nos dias 19 e 20 de novembro do Seminário CNM QUALIFICA: MEI, REDESIM e Lei de Liberdade Econômica.
 
Com a publicação de novos normativos de trouxeram mudanças significativas para o tratamento do microempreendedor individual – MEI, e também para o processo de abertura de empresas, fez-se necessário a busca pela orientação sobre todas as regras e as novas normas referentes aos MEIs e suas obrigações, bem como, compreender as mudanças na REDESIM e as determinações da Lei de Liberdade Econômica e o papel do Município.
 
Para a Secretária Caroline Figueiredo, a capacitação contínua da equipe é a melhor ferramenta para manter a qualidade dos serviços prestados pela SEDETUR, visto que as mudanças geradas pela Lei de Liberdade Econômica e as resoluções do Comitê para Gestão da Rede Nacional para Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios – CGSIM, trouxeram grandes alterações na forma de legalização e abertura de empresas, por isso a importância de estar atualizado e conectado com essas mudanças.
 
Participaram do Seminário, que foi realizado de forma online, os servidores Paulo Roberto Vargas Filho e Pablo Fagundes, o seminário foi coordenado pela Confederação Nacional dos Municípios – CNM em parceria com o instituto Paulo Ziulkoski – IPZ
Continue lendo

Cidade

Secretaria de Segurança realiza operação de repreensão ao transporte clandestino

Uma equipe da Secretaria de Segurança Pública, Mobilidade e Cidadania da Prefeitura de Alegrete realizou, na manhã de quarta-feira, 25, uma operação de repreensão ao transporte clandestino na cidade. As incursões foram realizadas na praça Getúlio Vargas, na Estação Rodoviária e outros pontos públicos centrais.
A operação terá prosseguimento em outros locais e horários. Conforme denúncias, o transporte clandestino tem intensificado sua operação próximo a pontos públicos, supermercados, comércios e demais serviços no centro e bairros da cidade.
A orientação da Secretaria de Segurança é no sentido da comunidade utilizar os serviços de transporte legalizados, como táxis, ônibus coletivos, motos ou aplicativos que possuem alvarás. Na cidade, apenas três empresas de aplicativos operam regularmente com chamadas através de plataformas tecnológicas. Os transportes legalizados são identificados por Prefixos e passam por vistorias periódicas, onde são revisados itens de segurança, documentação do condutor, além de atualmente atenderem também às medidas sanitárias de combate à Covid-19.
Conforme o diretor da Guarda Municipal, Angelo Tertuliano, quem utiliza o transporte clandestino coloca sua vida em risco pelo fato de estar sendo conduzido por motorista sem experiência e veículo sem manutenção. Em caso de acidente envolvendo transporte irregular de passageiros, a vítima poderá não ser indenizada, alertou o diretor.
Continue lendo

Popular