Contato

Notícias Agora

Infra tenta fazer sua obrigação, realizar os serviços de manutenção

A manutenção da infraestrutura continua em diversos pontos da cidade. Atualmente o foco é a manutenção de vias urbanas e rurais. Nas estradas do interior do município, quatro equipes trabalham na manutenção. Na Estrada do Silvestre, uma motoniveladora opera na localidade do Mata Olho. No Jacaraí, outra motoniveladora faz a manutenção do Corredor da Meia-Lua, de forma a facilitar o acesso do transporte escolar à EMEB Constantino Souza Nunes.

No Assentamento Novo Alegrete, a Equipe de Mecanização Agrícola da Secretaria de Agricultura e Pecuária e o Parque de Máquinas utilizam motoniveladora, retroescavadeira e caminhão para o encascalhamento de estradas internas e abertura de açudes e bebedouros. Para o Passo dos Brites, uma equipe desloca-se na manhã desta quarta-feira (3) com motoniveladora, retroescavadeira e três caminhões para a recuperação de trecho próximo ao Rio Ibirapuitã.

VIAS URBANAS – A Secretaria de Infraestrutura segue o cronograma de ruas a serem atendidas prioritariamente pela operação tapa-buracos. Na última semana o setor concluiu o trabalho no entorno da Praça General Osório, dentre outras vias urbanas. Na manhã desta terça-feira (02), o serviço atendeu a Rua Barão do Cerro Largo, na quadra entre as ruas Tiradentes e Visconde de Tamandaré. De acordo com o cronograma, as próximas ruas a receberem manutenção são Luís de Freitas e Castro Alves.

LIMPEZA – Uma das equipes de limpeza está fazendo o trabalho de corte de grama na praça José Pedroso Albuquerque, no bairro Boa Vista. Outra equipe com caçamba e triturador de galhos está removendo resíduos orgânicos nos bairros Prado e Novo Lar. Na semana anterior

BUEIROS – A equipe de bueiros da Secretaria de Infraestrutura está no bairro Joaquim Fonseca Milano fazendo substituição da rede pluvial na Rua Dionísio Oliveira, e verificando a necessidade de manutenção da rede nas demais ruas do entorno da Escola Dr. Romário Araújo de Oliveira (CIEP).

Com informações do DEPCOM

Continue lendo
Publicidade
Comentários

Notícias Agora

Paulo Gustavo morre aos 42 anos após mais de 40 dias intubado com covid-19

O ator e humorista Paulo Gustavo morreu na tarde desta terça-feira (04), vítima de complicações da Covid-19 Ele foi internado num hospital particular do Rio de Janeiro no dia 13 de março e, uma semana depois, foi encaminhado à UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e entubado devido à piora no seu quadro de saúde.

O ator e criador de ‘Minha Mãe É Uma Peça’ era casado com Thales Bretas, dermatologista, e pai dos gêmeos, Romeu e Gael, e estava internado desde o dia 13 de março, e intubado desde o dia 22 de março.

A família já foi informada sobre a morte do artista e, inclusive, foi chamada às pressas para o hospital pela manhã.
Nesta segunda-feira (03), a equipe médica que cuidava do ator divulgou que o quadro de saúde do artista havia piorado após uma embolia, que causou também insuficiência cardíaca e lesões cerebrais. “Depois de alguma melhora, Paulo Gustavo subitamente piorou no dia de ontem“, diz um trecho da nota.

Biografia

Paulo Gustavo Amaral Monteiro de Barros nasceu em Niterói em 30 de outubro de 1978 e estudou teatro na Casa das Artes de Laranjeiras, no Rio, na mesma turma de Fábio Porchat.

A primeira peça da qual participou foi “O surto”, em que dividia a direção com Fernando Caruso, em 2004. Foi no espetáculo que apresentou pela primeira vez a personagem Dona Hermínia, que marcaria sua carreira para sempre.

A mãe superprotetora e hilária ganhou peça própria em 2006 e chegou ao cinema sete anos depois.

Carreira na TV

Na televisão, Paulo apresentou em 2011 o programa “220 Volts”, do Multishow. Dois anos depois, no mesmo canal, ele passou integrar o elenco da sitcom “Vai que cola”, vivendo o malandro Valdomiro Lacerda. O personagem foi um sucesso também na adaptação para o cinema, em 2015.

Ainda no Multishow, o ator protagonizou, ao lado de Katiuscia Canoro, a série “A vila”. Na produção, ele interpretou o ex-palhaço Rique.

Ele também foi o apresentador de várias edições do Prêmio Multishow.

Continue lendo

Notícias Agora

De engenharia no RS a atriz internacional na China: quem é a gaúcha Miss Brasil 2020?

Concurso em formato inédito ocorreu nesta quinta-feira e foi transmitido online

A gaúcha de Porto Alegre de 27 anos, Julia Gama, foi coroada Miss Brasil 2020 em cerimônia inédita sem plateia nesta quinta-feira (20). A posse durou um pouco mais de 20 minutos e Julia recebeu a coroa das mãos da Miss Brasil 2019, Júlia Horta. Em decorrência das consequências da Covid-19 em segurança a saúde, a comissão do concurso foi formada apenas por integrantes da Organização Miss Brasil.

Fluente em três idiomas a gaúcha, como agradecimento a coroa, disse em português que deseja “levar o nome do Brasil ao mundo, mas não sozinha”, em espanhol, afirmou querer “ser uma plataforma para a voz latina”, já e em mandarim, concluiu a fala destacando que pretende “encorajar as pessoas a brilharem”. Julia cursou até o terceiro ano da graduação de engenharia química no Rio Grande do Sul e hoje é atriz internacional na China.

 

Em uma publicação no Instagram escreveu: “Eu não canso de ter esperança de ser tudo que sonho – Julia Gama 2014” para relatar a fé nos últimos seis anos de trabalho, “de menina à mulher. Ainda na postagem menciona a valorização e dedicação em seus sonhos: “Que a gente saiba que com integridade, persistência e fé é possível realizar qualquer coisa”, escreveu. A mulher pretende representar o Brasil em toda sua diversidade.

Miss Brasil 2020 foi o 66º ano de participação do Brasil no Miss Universo. A gaúcha sucedeu a mineira jornalista, comunicadora, palestrante e modelo brasileira, Júlia Horta. Com a vitória no dia 9 de março na São Paulo Expo frente a um público de 15 mil pessoas, Júlia tornou-se a nona candidata do estado de Minas Gerais a ostentar a faixa nacional.

Assista:

 

Por: Valesca Luz / Acústica FM – Foto: Divulgação / Instagram

Continue lendo

Manchete

Vídeos-Noite fria com neve e chuva gelada na Serra

Depois de uma semana com temperaturas altas, o frio voltou com força total ao Rio Grande do Sul no final da noite deste domingo (16).

Em Porto Alegre, a mínima registrada na manhã na última segunda-feira (17) foi de 7,5°C. No interior do Estado, os termômetros registram temperaturas ainda menores: o município de São Jose dos Ausentes teve mínima de -0,2°C. Na serra gaúcha chegou a nevar em pelo menos seis municípios – Gramado, Canela, Caxias do Sul, Bom Jesus, São Francisco de Paula, Pinheiro Machado e Palmeira das Missões. A drástica mudança começou com a chegada de uma forte massa de ar polar vinda da Argentina, que também derrubou as temperaturas no Uruguai e no Chile.

 

Continue lendo

Ler edição online

Facebook

Previsão do tempo

 

 

Popular