Contato

Educação

Defensoria Pública do Estado emite nota sobre retomada das aulas presenciais

NOTA PÚBLICA

A Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Sul, na condição de expressão e instrumento do regime democrático e de instituição permanente e essencial à função jurisdicional do Estado, vem a público reafirmar o compromisso com o acesso à educação, direito fundamental de todas as crianças e adolescentes de nosso Estado.

Nesse sentido, é inegável o prejuízo causado aos(às) alunos(as) pela suspensão das aulas presenciais quanto ao seu desenvolvimento psicossocial, educacional e cognitivo, especialmente dos mais vulneráveis. Ainda que os(as) alunos(as) tenham pleno acesso ao ensino digital, o que não constitui a realidade de muitos, precisamos considerar que a modalidade remota não é ideal, pois não propicia a interação social necessária. Ademais, para grande parte das crianças e adolescentes, existe o risco alimentar, fato que agrava ainda mais a situação.

No entanto, no momento em que a humanidade vivencia a maior crise sanitária, a retomada das aulas presenciais deve oferecer segurança a professores e demais profissionais envolvidos, bem como aos(às) alunos(as). Desse modo, salientamos a necessidade de que os profissionais da educação sejam incluídos no grupo prioritário da vacinação. Aguardamos, pois, que o Supremo Tribunal Federal possa atender ao pedido do Estado do Rio Grande do Sul na ação ajuizada relativa a essa priorização.

Assim, afirmando nossa missão de atuar como instrumento constitucional do Estado Democrático de Direito para garantir o acesso à justiça, a promoção dos direitos humanos e o exercício dos direitos às pessoas em situação de vulnerabilidade, somos favoráveis à retomada das aulas presenciais, de forma híbrida, com as medidas de segurança necessárias. Esperamos que isso ocorra com a maior brevidade possível. Para tanto, reforçamos as regras de distanciamento social e higienização.
A Defensoria Pública permanece prestando seus serviços à população do Estado do Rio Grande do Sul, já tendo realizado, no período de pandemia, mais de 1,2 milhão de atendimentos.

Porto Alegre, 27 de abril de 2021.

Antonio Flávio de Oliveira,
Defensor Público-Geral do Estado.

Andreia Paz Rodrigues,
Defensora Pública Dirigente do Núcleo de Defesa da Criança e do Adolescente.

Continue lendo
Publicidade
Comentários

Educação

Escola Lions Clube comemora 60 anos e descerra foto da secretária Angela Viero na galeria de ex-diretores

O prefeito Márcio Amaral e o vice-prefeito Jesse Trindade prestigiaram o descerramento da foto da secretária de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Ângela Viero, na Galeria dos Ex-Diretores da Escola Municipal de Educação Básica Lions Clube.

A solenidade aconteceu na manhã desta quinta-feira (13), integrando a programação dos 60 anos da escola. O diretor Daltro Silva e sua equipe de trabalho receberam os convidados, dentro de rígidos protocolos de prevenção ao corona vírus.

O ato foi transmitido pelas redes sociais, contemplando a comunidade escolar.

Entre os presentes, o professor Renato Costa, ex-diretor da escola e uma das figuras mais atuantes junto aquela comunidade.

O diretor Daltro Silva destacou que o Lions Clube é a maior escola da nossa rede municipal, com 590 alunos. O professor relembrou alguns capítulos importantes nesses 60 anos, desde a sua fundação em 1961, com o nome de Nosso Lar. Na sequência, o vice-prefeito Jesse Trindade falou da importância de reverenciar aqueles que marcaram a história do educandário. Renato Costa, por sua vez, disse da relação da escola com sua comunidade e do vínculo que os ex-alunos mantêm com o Lions.

A homenageada da manhã, secretária Ângela Viero, fez questão de dividir a homenagem com todos os que construíram a história da escola. “Todos que aqui passaram deixaram sua marca”. A professora revelou, emocionada, que o Lions Clube transformou-se por muitos anos na extensão da sua casa. Ao elogiar a atual equipe, Ângela Viero disse que a união do grupo é o maior diferencial da escola.

Encerrando os pronunciamentos, o prefeito Márcio Amaral relembrou que quando a escola passou a chamar-se Lions Clube, era secretário de Educação do município o seu pai, Airton Amaral, e abriu uma Gazeta de Alegrete daquele ano, do acervo pessoal da família.

O prefeito falou dos desafios dessa Administração, destacou que a Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer terá o suporte do Clickideia, a maior e mais abrangente plataforma educacional do Brasil e ressaltou que a Escola Lions Clube está às vésperas de inaugurar a sua quadra poliesportiva. Márcio Amaral elogiou o empenho e a parceria de toda a equipe diretiva e destacou o envolvimento da secretária Ângela com a escola e seu louvável desempenho hoje como secretária.

Foi uma manhã de confraternização e reconhecimento, mas também de evidenciar o bom trabalho que vem sendo desenvolvido e o compromisso do Lions com a educação pública de qualidade.

Continue lendo

Educação

Prefeitura realiza ações de conscientização sobre o Dia Nacional de Denúncia Contra o Racismo

O dia 13 de maio é o Dia Nacional de Denúncia Contra o Racismo. Para marcar a data a Prefeitura de Alegrete, através da Secretaria de Saúde e da Secretaria de Promoção e Desenvolvimento Social, está realizando ações com o objetivo de promover a informação e a conscientização sobre o tema.

Nesta quinta-feira, 13, a Prefeitura realiza a distribuição de duas cartilhas nos postos de saúde e prédios públicos. Uma delas aborda a saúde da população negra e a outra é sobre como realizar denúncias diante de atos de racismo. Também ocorre uma ação sobre a saúde da população negra na comunidade quilombola do município, presente na localidade do Angico, conforme informações do coordenador de Projetos da Secretaria de Saúde Fábio Soares.

“Essas ações são de extrema importância para na luta contra o racismo, pois apenas por meio de ações educativas e levando informação até a população, poderemos promover a conscientização e construirmos juntos uma sociedade mais justa e igualitária”, declarou a secretária de saúde Haracelli Fontoura.

Continue lendo

Educação

Alegrete é pioneira no Estado na adesão à plataforma digital Clickideia

Garantir que os estudantes continuem aprendendo diante do contexto de pandemia do novo coronavírus, diante da necessidade de suspensão de aulas presenciais é um desafio para professores e gestores da educação em todo o Rio Grande do Sul. As aulas presenciais estão suspensas desde o ano passado, quando as medidas para conter o avanço da doença chegaram às escolas alegretenses.

Enquanto os portões das escolas permanecem fechados, as plataformas de ensino on-line ganham espaço. Em Alegrete, não há data definida para o retorno das atividades presenciais – as aulas, por enquanto, acontecem de forma remota. Por isso, as ferramentas tornam-se mais necessárias.

No fim do mês de abril, a Prefeitura de Alegrete fechou contrato com o Clickideia, uma plataforma de educação digital, criada em 2001 na Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), por meio de um convênio para cooperação técnica em atividades de ensino, pesquisa, desenvolvimento, prestação de serviços e formação de recursos humanos na área de tecnologias aplicadas à educação.

Um portal que presta serviços para diversos estados e municípios do Brasil, foi a solução que a Prefeitura de Alegrete, por meio da Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer (Secel) encontrou para ampliar de forma gratuita o acesso do sistema à toda rede municipal de ensino. O portal elabora e disponibiliza conteúdos didáticos digitais inovadores, utilizando a internet como plataforma.

Em pouco tempo, 33 escolas, 405 professores e 3840 mil alunos passarão a ser beneficiados com a ação, ao se cadastrarem no sistema, mantendo um contato permanente com os estudos. Além de conteúdo liberado aos estudantes, também é proporcionada formação continuada aos professores. “É mais uma inovação para a nossa cidade. Proporcionar educação de qualidade na rede pública sempre será um desafio. Queremos que nossas crianças tenham as mesmas oportunidades. E isso começa com acesso ao mundo tecnológico, de forma avançada como estamos propondo e vamos fazer. A plataforma tem inúmeras alternativas didáticas, propiciando uma aprendizagem colaborativa e dinâmica entre professor e aluno, onde o centro da intencionalidade pedagógica é o aluno. Essa nova realidade é um momento para repensarmos a educação. Acredito que seja uma excelente experiência tanto para alunos, quanto para professores”, explica o prefeito Márcio Amaral.

Segundo Angela Viero, a secretária da Secel, através do sistema pode-se trabalhar dificuldades de alunos que necessitavam de acompanhamento individual para desenvolver algumas habilidades, ampliando os conhecimentos de forma direcionada. “Os alunos adoram atividades lúdicas, com aprendizagem dinâmica e divertida, visto que não é fácil envolver os estudantes a participarem de aulas nesse período tão adverso. Os professores poderão explorar a plataforma nesse período de pandemia e descobrir ferramentas novas que estão tornando o ensino ativo”, relata a secretária.

Continue lendo

Ler edição online

Facebook

Previsão do tempo

 

 

Popular