Contato

Corona Vírus

Batendo cabeça. Estado vai ajudar municípios que estão perdidos sobre a segunda dose

Para acelerar a aplicação da segunda dose da vacina contra o coronavírus na população gaúcha, a SES (Secretaria da Saúde) irá encaminhar às vigilâncias municipais, por meio das CRS (coordenadorias regionais de saúde), relatórios com os nomes de todos os idosos que podem tomar a segunda dose.

A base dos dados é o SIPNI (Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações), abastecido pelos municípios, que são os responsáveis pela aplicação das vacinas. Os relatórios serão encaminhados nos próximos dias.

“O objetivo é apoiar os municípios para que planejem ações de busca ativa dessas pessoas e vacinem ainda mais, para que consigamos continuar em destaque positivo na vacinação no país”, diz Ana Costa, diretora de Atenção Primária e Políticas de Saúde da SES.

Com as duas últimas remessas de vacinas que chegaram ao RS, nos dias 2 e 8 de abril, foram distribuídas aos municípios mais de 550 mil doses somente para a segunda dose dos idosos. No total, quase 401.865 pessoas já receberam a segunda dose no RS (dado das 6h no painel das vacinas da Secretaria da Saúde).

“Essas informações nominais, que os próprios municípios podem gerar, é uma tentativa de auxiliar no reforço de estratégias locais, para facilitar a busca pelos faltosos e entender por que ainda não vacinaram. Pode ter acontecido, por exemplo, de a pessoa ter adoecido, ou então já ter sido vacinada e o município ainda não ter tido tempo de registrar. Mas ressalto que, mesmo que o prazo tenha passado, é preciso que a pessoa tome a vacina, a qualquer tempo”, explica Tani Ranieri, chefe da Divisão de Vigilância Epidemiológica do Cevs (Centro Estadual de Vigilância em Saúde).

O Estado recebeu 12 lotes que totalizam cerca de 3,1 milhões de vacinas e não há retenção de doses – nesta terça-feira (13), 69% do total já estava aplicado, também conforme o painel das vacinas da Secretaria da Saúde.

Assim que chegam ao aeroporto, na Capital, são transportadas à Ceadi (Central Estadual de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos), onde são separadas, embaladas e enviadas às 18 CRS espalhadas pelo Estado. No último sábado (10), o Estado alcançou a marca de 2 milhões de doses aplicadas – 20 dias após ter chegado a 1 milhão.

Graças ao apoio de aeronaves das forças de segurança, as vacinas chegam às coordenadorias em menos de 24 horas após o desembarque no aeroporto da Capital. Na Ceadi, fica apenas uma reserva técnica para o caso de reposição de doses em algum município em caso, por exemplo, de dano no transporte ou queda de energia.

“Nesta semana, precisamos ampliar muito a aplicação da D2 (segunda doses) em idosos a partir de 73 anos. Todos os que já se vacinaram com a primeira dose devem olhar a caderneta de vacinação para saber se não está na hora de voltar ao posto de saúde para a dose de reforço”, afirma a secretária da Saúde, Arita Bergmann.

Continue lendo
Publicidade
Comentários

Corona Vírus

Longas filas nesta manhã gelada para a vacinação de quem tem comorbidades

Muitas pessoas chegaram pela madrugada para garantir os primeiros lugares nas filas que dobram às esquinas próximas ao PAM. O entorno do PAM, nesta manhã gelada, lembra muito o que acontecia em frente à CEF, para o pagamento da ajuda federal no ano passado.

Desde às 8h estão sendo aplicadas vacinas para quem tem 33 anos com comorbidades. Nos postinhos também.

Nos dois sentidos às filas chegaram na rua Daltro Filho, que fica nos fundos do PAM, no mesmo quarteirão.

Já para a segunda dose da Coronavac/Butantan será aberta nesta sexta-feira, dia 14, a partir das 14h30, para pessoas agendadas até o dia 3 de maio.  As vacinas serão entregues por volta das 13h30 e à Secretaria vacinará às 14h30.

Serão 260 doses disponibilizadas em cada local para pessoas que estão com a segunda dose em atraso. Por isso, a imunização ocorre de forma escalonada por agendamento.

Importante: Não se esqueça de levar a carteira com registro da primeira dose e documento de identidade.

Continue lendo

Corona Vírus

Um óbito registrado nesta quinta feira

Nesta quinta-feira (13) foram registrados 31 casos positivos, 21 mulheres e 10 homens, com idades entre 01 ano e 78 anos. Também foram registrados 16 recuperados. Hoje foi registrado o óbito de um homem de 45 anos.
Há 10 pacientes na UTI Covid, sendo 08 confirmados.
No Hospital de Campanha há 14 pacientes, 08 confirmados. A UTI Covid possui 15 leitos, dessa forma há 05 leitos disponíveis.
No Hospital de Campanha há 16 leitos disponíveis. Na UTI não-covid há 08 leitos, os 08 estão ocupados.
Atualmente são 9.635 casos confirmados, com 9.254 recuperados, 165 ativos (150 estão ativos em isolamento domiciliar e 15 hospitalizados positivos de Alegrete) e 216 óbitos.
Foram realizados 30.330 testes, sendo 20.506 negativos, 9.635 positivos e 169 aguardando resultado. Em observação com síndrome gripal são 719 pessoas.
Continue lendo

Corona Vírus

Dias mais estáveis. Um óbito nesta quarta-feira

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO

Nesta quarta-feira (12) foram registrados 29 casos positivos, 12 mulheres e 17 homens, com idades entre 17 e 68 anos. Também foram registrados 11 recuperados. Hoje foi registrado o óbito de uma mulher de 62 anos.

Há 09 pacientes na UTI Covid, sendo 06 confirmados. No Hospital de Campanha há 12 pacientes, 07 confirmados. A UTI Covid possui 15 leitos, dessa forma há 06 leitos disponíveis. No Hospital de Campanha há 18 leitos disponíveis. Na UTI não-covid há 08 leitos, os 08 estão ocupados.

Atualmente são 9.604 casos confirmados, com 9.238 recuperados, 151 ativos (141 estão ativos em isolamento domiciliar e 10 hospitalizados positivos de Alegrete) e 215 óbitos.

Foram realizados 30.174 testes, sendo 20.445 negativos, 9.604 positivos e 125 aguardando resultado. Em observação com síndrome gripal são 621 pessoas.

Continue lendo

Ler edição online

Facebook

Previsão do tempo

 

 

Popular