Contato

Corona Vírus

Defensores querem saber de governadores sobre as reservas técnicas de vacinas

Nesta quarta-feira (7), o defensor público-geral federal, Daniel Macedo, e o defensor nacional de direitos humanos, André Porciúncula, pediram informações oficiais a governadores de todo o País sobre o número de doses de vacinas recebidas dos mais diversos fornecedores (União e empresas fabricantes através de aquisição direta), o número de doses efetivamente aplicadas até 6 de abril de 2021 e dados sobre execução orçamentária para enfrentamento da Covid-19.

Os defensores querem saber ainda quais os critérios para realização de reserva técnica para segunda dose e explicações sobre o preenchimento dos Sistemas de Notificação Obrigatória SIVEP-GRIPE, ESUS-Notifica e Sistema de Informação de Mortalidade (SIM), com documento oficial contendo todos os óbitos por CPF causados pela Covid-19, em conformidade com o Sistema de Informações de Mortalidade.

No ofício expedido pelos defensores, eles requerem que seja apresentada e comprovada a execução orçamentária e financeira dos recursos ordinários e extraordinários repassados pela União, o orçamento dos próprios estados e das prefeituras voltados ao enfrentamento da pandemia, bem como o saldo remanescente dos recursos repassados pela União até 5 de abril de 2021.

A respeito da estratégia de vacinação, os defensores requerem que sejam apresentadas justificativas calcadas na medicina baseada em evidências que justifiquem a formação de reserva técnica de vacinas para aplicação da segunda dose, ao invés de se priorizar a vacinação do maior número possível de pessoas com a primeira dose, considerando a estimativa de que, com a vacinação em massa de países da América do Norte e Europa, a oferta de vacinas no mundo tende a aumentar exponencialmente nos próximos dias e meses, o que se comprovaria com o aumento exponencial de vacinação no Brasil no último mês com a marca atingida de um milhão de imunizados em um único dia.

O quantitativo de profissionais de saúde, discriminando os de atenção primária, urgência e emergência, e internação hospitalar (leitos clínicos e de UTI) também é uma cobrança da defensoria, que requer dados oficiais que indiquem a estrutura assistencial atual de atendimento para Covid-19 e a evolução da taxa de ocupação de leitos, contendo a base de cálculo (leitos ocupados/leitos totais) na escala do tempo.

A respeito do planejamento de enfrentamento da pandemia, a DPU (Defensoria Pública da União) pede a apresentação da estratégia de testagem usada em 2020 e a ser usada em 2021, acompanhada de documento oficial que demonstre a quantidade de testes RT-PCR realizados, em números absolutos, assim como o percentual da população testada e a média de tempo entre a coleta e entrega dos resultados.

O ofício requer apresentação de documento oficial que demonstre a evolução do consumo de oxigênio na escala do tempo, incluindo a capacidade de suprimento dos contratos atuais, assim como planos de contingência para a hipótese de escassez, a evolução do consumo de medicamento de IOT na escala do tempo, incluindo a capacidade de suprimento dos contratos atuais, assim como planos de contingência

Para resposta das informações requeridas, os defensores cobram dos governadores cobram o prazo de 15 dias

Continue lendo
Publicidade
Comentários

Corona Vírus

Já estão liberadas vacinas para 60 anos

A longa fila de carros na Rua Bento Manoel na manhã deste sábado causou novamente problema de trafegabilidade como das outras vezes.

Mesmo assim, o segmento de 61 anos foi vacinado. Agora no início da tarde a Secretaria da Saúde informou na página da Prefeitura que o público dos 60 anos já pode se dirigir ao PAM para se vacinar.

Continue lendo

Corona Vírus

Números caem, mas hoje teve mais dois óbitos

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO

Nesta sexta-feira (16) foram registrados 57 casos positivos, 30 mulheres e 27 homens, com idades entre 01 ano e 92 anos. Também foram registrados 45 recuperados. Hoje, até a publicação do boletim, foram registrados os óbitos de uma mulher de 83 anos e de um homem de 49 anos.

Há 15 pacientes na UTI Covid, sendo 08 confirmados. No Hospital de Campanha há 19 pacientes, 15 confirmados e na UPA não há internados. A UTI Covid possui 15 leitos, dessa forma não há leitos disponíveis. No Hospital de Campanha há 11 leitos disponíveis. Na UPA há 25 leitos disponíveis. Na UTI não-covid há 08 leitos, 05 estão ocupados.

Atualmente são 8.934 casos confirmados, com 8.490 recuperados, 249 ativos (227 estão ativos em isolamento domiciliar e 22 hospitalizados positivos de Alegrete) e 195 óbitos.

Foram realizados 28.135 testes, sendo 19.112 negativos, 8.934 positivos e 89 aguardando resultado. Em observação com síndrome gripal são 860 pessoas.

Continue lendo

Corona Vírus

Vacinação para a faixa de 61 anos será neste sábado

 

Alegrete começa a vacinar idosos de 61 anos ou mais neste sábado
Alegrete vai receber nesta sexta-feira (16) mais 3.055 doses de vacinas contra a Covid-19. A Prefeitura de Alegrete, por meio da Secretaria da Saúde, começa a vacinar a população alegretense a partir das 8h deste sábado no antigo PAM e em todas as Unidades Básicas de Saúde com sala de vacina. “Vamos vacinar das 8h às 16h ou até quando durarem as doses. Quem tem 60 anos fique atento às redes sociais, porque poderemos chamar”, destacou a Secretária de Saúde Haracelli Fontoura.
As doses serão repassadas para o município ainda no início da noite desta sexta-feira pela 10ª Coordenadoria Regional da Saúde (CRS), da Secretaria Estadual de Saúde. O novo lote é composto por 1845 da Oxford/AstraZeneca e 1.210 da CoronaVac. Dessas 1.510 doses são destinadas a segunda dose e 1.545 para a aplicação da primeira dose em idosos com 61 anos ou mais.

ESTADO
Um avião com 441,5 mil doses de vacinas contra a Covid-19 chegou ao Rio Grande do Sul por volta das 05h50 desta sexta-feira (16). Ele pousou no Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre. O novo lote tem 173,8 mil doses da CoronaVac e 267.750 mil da Oxford/AstraZeneca.
Com isso, o estado deve ultrapassar os 3,6 milhões de vacinas recebidas.

Continue lendo

Popular