Contato

Cidade

Alegrete tem novo cronograma da Coleta Seletiva

A Prefeitura de Alegrete, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, divulgou o novo cronograma da coleta seletiva de resíduos no município, que está funcionando plenamente mesmo durante a pandemia. Hoje a cidade comporta pontos de coleta, distribuídos em 26 vias, com o objetivo de diminuir a poluição ao meio ambiente, gerando mais economia no consumo de energia, água, gastos com a limpeza urbana e o transbordo de rejeitos, além de oportunizar emprego e renda através da comercialização dos recicláveis pelas cooperativas de catadores.

A coleta seletiva é o recolhimento dos resíduos orgânicos e inorgânicos, secos ou úmidos, recicláveis e não recicláveis que são previamente separados na fonte geradora, recolhidos e levados para seu reaproveitamento.

Conforme a secretária de Meio Ambiente, Gabriella Segabinazi, a colaboração de todos é fundamental para êxito nas ações. “A coleta seletiva é o primeiro e o mais importante passo para fazer com que vários tipos de resíduos sigam seu caminho para reciclagem ou destinação final ambientalmente correta, pois o resíduo separado reduz custos e minimiza os impactos ambientais”, reforça.

A secretária solicita aos moradores que atentem para os dias e horários da coleta para que somente nesses dias coloquem o material para facilitar a ação dos agentes ambientais.

Confira a rota da Coleta Seletiva

A rota da coleta seletiva funciona de segunda a sábado, nos turnos da manhã e noite. Nas segundas, quartas e sextas-feiras, a partir das 07h30min, são contempladas as ruas Barão do Cerro Largo, avenidas Eurípides Brasil Milano, Dr. Lauro Donelles (da Praça Nova até a rua Venâncio Aires), Assis Brasil, Rondon e Centro Administrativo Municipal na rua Major Cezimbra Jaques. A partir das 19h, a coleta adere a Rua dos Andradas, General Vitorino (da Praça Getúlio Vargas até a Av. Dr. Lauro Dornelles), Venâncio Aires (Av. Dr. Lauro até a Tiradentes), Vasco Alves (Av. Dr. Lauro Dornelles até a Praça Getúlio Vargas), General Sampaio (Presidente Roosevelt até a Marquês de Alegrete) e Gaspar Martins (do calçadão até a Dr. Lauro Dornelles).

Nas terças, quintas e sábados, o itinerário inicia às 07h30min passando pelas ruas Bento Manoel, Vinte de Setembro (da Av. Dr. Lauro Dornelles até a Av. Eurípides Brasil Milano), Barão do Amazonas, Mariz e Barros (primeira quadra), Demétrio Ribeiro, José Bonifácio (primeira quadra), Dr. Quintana (duas quadras), Nossa Senhora do Carmo (primeira quadra), Luiz de Freitas (da rua Joaquim Nabuco até a Praça Getúlio Vargas), Coronel Cabrita (primeira quadra), Calçadão, Praça General Osório e Maurício Cardoso.

Diferença entre resíduos secos, orgânicos e rejeitos

Começar a reciclar não é difícil. Contudo, algumas informações básicas ajudam bastante o processo. Existem dois tipos de contentores: resíduos orgânicos (marrom) e resíduos secos (azul), onde os resíduos devem ser colocados embalados.

Na categoria orgânico, são contemplados os restos de alimentos (não temperados), cascas de frutas, cascas de ovos, borra de café e erva-mate. Neste mesmo contentor podem ser depositados os rejeitos que são papel higiênico, lenços, fraldas, absorventes, papel toalha, fezes de animais.
Além do descarte, existe a possibilidade de realizar em seu pátio a criação de uma composteira, que serve como adubo para a terra e outras plantações.

Nos contentores de resíduos secos, são coletados os materiais recicláveis como vidros, papel, plástico e metal. Estes são fundamentais que sejam descartados limpos, sem restos em seus recipientes, pois são utilizados para a comercialização em cooperativas de reciclagem.

Podem ser reaproveitados:

– Vidros (garrafas, copos, frascos, pratos e demais utensílios de vidro).
– Papel (jornais, revistas, embalagens de papelão, caixas, panfletos, tetra pack).
– Plástico (embalagens plásticas, garrafas pet, sacolas plásticas, recipientes plásticos em geral).
– Metal (latas de alumínio de bebidas, latas de condimentos, metais em geral (chumbo, fios, arames e objetos de cobre)).

Continue lendo
Publicidade
Comentários

Cidade

Prefeitura de Alegrete realiza ações alusivas ao maio amarelo

A Prefeitura Municipal de Alegrete, através da Secretaria de Segurança Pública Mobilidade e Cidadania, desenvolve ações alusivas ao Maio Amarelo, um dos maiores movimentos mundiais de atenção à vida, que este ano tem como tema o “Respeito e responsabilidade: pratique no trânsito”.

Entre as ações estão a fixação do laço amarelo, símbolo da conscientização e segurança no trânsito, nas principais pontos da cidade, a realização de uma blitz educativa na sexta-feira, 21 de maio, na Praça Getúlio Vargas, próximo ao Calçadão e também abordagens e blitz de fiscalização em dias e horários diversos, durante todo o mês .

O secretário de Segurança Pública, Mobilidade e Cidadania Rui Alexandre Medeiros, mencionou a importância da campanha Maio Amarelo. “Neste mês o mundo se volta para a prevenção e segurança no trânsito e ações direcionadas neste sentido são de extrema relevância na busca pela conscientização da população”, destacou.

Continue lendo

Cidade

Prefeitura lança campanha para reduzir gastos com luz, água, telefone e combustível

Reduzir os chamados gastos fixos através da conscientização dos servidores, esse é o objetivo do programa “Economia: isso é da nossa conta”, que acaba de ser implantado em todas as repartições da Prefeitura. O programa pretende reduzir em até 15% as contas com água, luz, telefone, combustíveis, material de expediente e evitar desperdícios em todos os prédios da Prefeitura de Alegrete.

A ideia é sensibilizar todos servidores municipais quanto aos métodos para reduzir o consumo de água, energia elétrica, telefone, combustíveis e material de expediente. Para isso, cada Secretaria e Assessoria da Administração recebeu uma cartilha com orientações e apresentando o objetivo da medida, que é controlar a evolução de algumas despesas públicas.

A iniciativa partiu da Secretaria de Finanças e Orçamento, sob coordenação do secretário José Luiz Cáurio. “A economia se faz no dia a dia, com a colaboração dos servidores”, alerta. Segundo ele, a meta é que a prefeitura trabalhe cada vez mais com uma série de cortes nas despesas públicas para buscar sempre manter equilibrada as contas do município em um momento de aumento de gastos e redução de arrecadação devido à pandemia do coronavírus. “É nossa função zelar pelo dinheiro público, nos mínimos detalhes”, declarou o secretário.

O prefeito Márcio Amaral enfatiza que, por exemplo, desligar o computador durante ausência prolongada, apagar as luzes, utilizar o telefone para recados rápidos, entre muitos outros, são ações que trazem economia e dependem, somente, da mudança de hábitos. “Vamos levar o programa e pedir a colaboração de todos os servidores que serão os responsáveis pela redução nas despesas. Com medidas simples é possível reduzir, de forma significativa, os gastos com água, luz, telefone e combustível”, considera Amaral.

Continue lendo

Cidade

Procon realiza fiscalização estabelecimentos de revenda de gás

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo, através do Procon, está realizando fiscalização nos postos de revenda de gás no município de Alegrete.

“O objetivo desta fiscalização é analisar se todos os estabelecimentos estão praticando os preços dentro da legalidade e se estão atendendo as normas da Agência Nacional do Petróleo”, destacou o diretor do Procon Geferson Cambraia.

O Procon também está analisando questões referentes a documentação para abertura do estabelecimento como alvará de funcionamento, presença do Código de Defesa do Consumidor, telefone do Procon fixado em local visível aos consumidores, tabela de preços e a balança para a pesagem dos botijões de gás, conforme inciso VI do artigo 26 da Resolução nº51/2016 da ANP e segundo a lei federal 8.078/91 (Código de Defesa do Consumidor).

Os estabelecimentos que apresentarem irregularidades terão um prazo estipulado pelo Procon para regularizar a situação. Esta fiscalização se estende durante todo o mês de maio.

Durante a fiscalização, foi feita também uma pesquisa de preços do botijão de gás nos aproximadamente 12 estabelecimentos visitados pelos técnicos do Procon.

O menor preço de venda com retirada no local, foi de R$ 79,00 e maior preço foi de R$ 85,00. Já o menor preço com entrega à domicílio foi encontrado por R$ 84,90 e o maior preço por R$ 93,00.

A pesquisa completa está disponível na página do Procon, no site da Prefeitura de Alegrete.

Continue lendo

Ler edição online

Facebook

Previsão do tempo

 

 

Popular