Contato

Manchete

Tempestades causam granizo e vento forte na Fronteira do RS com o Uruguai e Argentina

Entre a noite de sábado e a madrugada deste domingo (27) o ambiente atmosférico muito instável, proporcionado pela formação de uma nova frente fria, uma intensa incursão de ar quente e úmido associado ao Jato de Baixos Níveis (JBN) e de perturbações no escoamento médio da troposfera, favorecem a formação de aglomerados de nuvens de tempestades associados a Sistemas Convectivos de Mesoescala (SCMs), que apresentam profundo desenvolvimento vertical e que provocam temporais em pontos da Fronteira do RS com o Uruguai e em pontos da Fronteira Oeste, próximo da divisa do estado com a Argentina. 

Tormentas (tons vermelhos) com densa quantidade de raios (pontos brancos) visto em sequência de imagens do canal Infravermelho do satélite Goes-16.

No Sul gaúcho, municípios como Candiota e Pedras Altas registraram a ocorrência de precipitação de granizo nas últimas horas. Outros pontos de municípios como Herval, Hulha Negra, Pedro Osório, Arroio Grande e Jaguarão, também podem ter registrado a ocorrência do fenômeno, que de maneira geral não chegou a provocar estragos. Em Pelotas também no sul gaúcho, um temporal por volta da meia noite, causou rajadas de vento de até 80 km/h. O risco de novos temporais com chuva forte acompanhada de muitas trovoadas, ventos pontualmente muito intensos e eventual precipitação de granizo, segue nas próximas horas, sobretudo em pontos do sul, oeste, leste e centro gaúcho e se estende pelas demais regiões ao longo deste domingo, incluindo a Grande Porto Alegre, Serra, Norte e Noroeste gaúcho. 

Granizo no munícipio de Pedras Altas pouco antes das 22h. Foi pelo menos a segunda ocorrência do fenômeno no mesmo dia na região. Registro de Jennifer Paula. 

Veja como deve ficar o tempo em algumas cidades neste domingo (27):

Capital: chuva a qualquer hora do dia. Mínima de 19°C e máxima de 24°C.
Pelotas: chuva a qualquer hora do dia. Mínima de 18°C e máxima de 20°C.
Caxias do Sul: chuva a qualquer hora do dia. Mínima de 19°C e máxima de 23°C.
Santa Maria: chuva a qualquer hora do dia. Mínima de 18°C e máxima de 25°C.
Santa Rosa: chuva a qualquer hora do dia. Mínima de 20°C e máxima de 26°C.
Erechim: chuva a qualquer hora do dia. Mínima de 19°C e máxima de 31°C.
Uruguaiana: chuva a qualquer hora do dia. Mínima de 16°C e máxima de 24°C.
Torres: chuva a qualquer hora do dia. Mínima de 19°C e máxima de 24°C.
Rio Grande: chuva a qualquer hora do dia. Mínima de 17°C e máxima de 20°C.
Mostardas: chuva a qualquer hora do dia. Mínima de 18°C e máxima de 20°C.
Passo Fundo: chuva a qualquer hora do dia. Mínima de 19°C e máxima de 27°C.
Bagé: chuva a qualquer hora do dia. Mínima de 15°C e máxima de 22°C.
Tramandaí: chuva a qualquer hora do dia. Mínima de 19°C e máxima de 22°C.
Xangri-Lá: chuva a qualquer hora do dia. Mínima de 19°C e máxima de 23°C.
Capão da Canoa: chuva a qualquer hora do dia. Mínima de 19°C e máxima de 23°C.
São Borja: chuva a qualquer hora do dia. Mínima de 18°C e máxima de 26°C.

Continue lendo
Publicidade
Comentários

Cidade

Prefeitura entrega ao governador Eduardo Leite projeto de finalização das obras do aeroporto de Alegrete

O prefeito em exercício, Jesse Trindade, entregou em mãos ao governador Eduardo Leite, na manhã de quinta-feira (21/01), no Palácio Piratini, documento com uma das mais importantes demandas estruturais de Alegrete: as obras do aeroporto Regional Gaudêncio Ramos.

O prefeito em exercício entregou um documento detalhado a respeito da necessidade de finalização da obra. “Esmiuçamos o processo todo ao governador e vejo com muita clareza que o projeto precisa ser levado adiante pela obstinação da nossa gestão e do prefeito Márcio Amaral”, diz Jesse.

  Para Jesse, o aeroporto tem grande importância, não só para a cidade e para a região, mas para todo o Estado. “Temos o apoio de 16 municípios e de nove universidades em um projeto que atinge cerca de 650 mil pessoas. “A expectativa é de que circulem milhares de passageiros por ano e o município gere empregos, diretos e indiretos”, vislumbra .

O principal objetivo do encontro foi reforçar o diálogo com o Estado para viabilizar verdadeiras demandas estruturais do aeroporto nos aspectos de asfalto, acesso ao local, recapeamento da atual pista, iluminação para pousos noturnos, melhorias no cercamento de toda área e reparos no hangar construído em 1993. “É fundamental a parceria com o Governo do Estado, no sentido de nos apoiar junto ao Governo Federal, e dividir conosco essa obra”,

Continue lendo

Educação

Prefeitura de Alegrete recebe ônibus escolar do Governo Estadual

O prefeito em exercício de Alegrete, Jesse Trindade, esteve em Porto Alegre, na quinta-feira (21), onde participou do ato de entrega de 46 ônibus escolares, através do Programa Caminho da Escola. O município foi contemplado com 01 veículo, adquirido com recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

O ônibus comporta 44 alunos sentados e possui uma plataforma para receber estudantes cadeirantes, ideal para o transporte na zona rural.

O evento contou com a presença do governador Eduardo Leite, dos secretários da Educação, Faisal Karam, e de Planejamento, Governança e Gestão, Claudio Gastal e do deputado federal Carlos Gomes, um dos articuladores do recurso junto ao Ministério da Educação.

O governador Eduardo Leite agradeceu a parceria do FNDE e disse que a segurança na educação também vem do transporte escolar.

O prefeito em exercício destaca que uma das maiores preocupações da gestão do prefeito Márcio Amaral é proporcionar uma educação de qualidade. “O município vem buscando fazer a sua parte, mas é importante o auxílio dos governos estadual e federal, pois estes recursos possibilitam oferecer uma melhor estrutura de transporte e segurança para os alunos”.

Continue lendo

Cidade

Cozinha comunitária aumenta produção para atender carentes

A Prefeitura de Alegrete, através da Secretaria de Promoção e Desenvolvimento Social, promoveu na quinta-feira, dia 21, uma importante reunião para intensificar ações de enfrentamento a pobreza que serão desenvolvidas na Cozinha Comunitária, com aumento da produção e distribuição de marmitas solicitadas pelos serviços assistenciais para combater às desigualdades sociais no município.

A secretária de Promoção e Desenvolvimento Social, Iara Caferatti esteve reunida com a coordenadora da Cozinha Comunitária, Karen Perez, a diretora de Proteção Social, Gizelda Thaddeu e a técnica social Daniela Haerter.

Durante a pandemia, a Cozinha Comunitária já vinha ampliando na pandemia para auxiliar as famílias em situação de vulnerabilidade. “O fim do auxílio emergencial vai impactar na redução da renda de muitos alegretenses e precisamos agir. O prefeito Márcio está muito preocupado com a crise social e econômica provocada pelo novo coronavírus, que só fez acentuar as desigualdades”, comenta Iara.

Segundo a secretária, já foram distribuídas até o momento 4.830 refeições somente para o circo desde 23/03/2020,  a cozinha atende as cooperativas de catadores de material reciclado e famílias extremamente vulneráveis, indicadas pelo CRAS de referência com 320 refeiçoes diárias de segunda a sexta. “Um bom exemplo é o circo Fox, instalado em Alegrete desde março de 2020 e que vem recebendo atendimento com a distribuição de marmitas para seus integrantes”, enfatiza.

Continue lendo

Ler edição online

Facebook

Previsão do tempo

 

 

Popular