Contato

Política

PC do B terá três candidaturas ao Legislativo

O PC do B – Alegrete realizou sua Convenção, onde foram oficializados três nomes que concorrerão à vereança e o partido reafirmou o alinhamento com o PT, PTB e PSB.

A convenção foi on line e escolheu as candidatura de ROSA LOLA MADEIRA, servidora municipal, VIRGÍNIA DO ROSÁRIO, escritora e professora aposentada da rede pública estadual e JOSÉ SIQUEIRA BENITES, engenheiro agrônomo, Técnico em Assuntos Educacionais do Instituto Federal Farroupilha.
O informe completo está na página de Gilmar Martins, no facebook.

Continue lendo
Publicidade
Comentários

Política

Frederico Antunes anuncia auxílio emergencial de Leite

 

O Governo do Estado anunciou nesta sexta-feira (26), que vai disponibilizar R$ 130 milhões para os setores mais afetados pela pandemia da covid-19 por meio da criação de um auxílio emergencial gaúcho. A proposta depende do aval da Assembleia Legislativa. O setor de serviços terá prioridade na destinação dos recursos. Ao todo, serão 96 mil pessoas beneficiadas diretamente pela medida no Estado.

*CRITÉRIOS DE ATENDIMENTO E VALORES*

1) Empresas registradas e ativas no Simples Gaúcho com atividade principal registrada de alojamento ou alimentação (19 mil empresas) – 2 parcelas de R$ 1 mil

2) Microempreendedores individuais (MEI) registrados e ativos com atividade principal registrada de alojamento ou alimentação* (51,9 mil) – 2 parcelas de R$ 400

3) Trabalhadores dos setores de alojamento e alimentação que tenham perdido emprego e não estão atualmente empregados (17,5 mil pessoas) – 2 parcelas de R$ 400

4) Mulheres chefes de família com três filhos ou mais, com famílias de pelo menos cinco membros, em situação de extrema pobreza não atendidas pelo Bolsa Família nem pelo Auxílio Emergencial federal (8,1 mil famílias) – 2 parcelas de R$ 400

Continue lendo

Manchete

Câmara Municipal Esclarece Sobre Presença de Público na Casa

A Câmara Municipal de Alegrete vem a público prestar esclarecimentos a respeito das normas estabelecidas quanto acesso de pessoas na Casa, em tempos de pandemia.
Seguindo os protocolos da Bandeira Preta decretada pelo Governo do Estado, a Mesa Diretora estabeleceu procedimentos quanto ao funcionamento interno, assim como regulou a entrada do público externo.

Em resolução baixada pela Mesa, ficou definido, em consonância com os decretos governamentais, que a Casa funcione com 25 por cento de seu quadro de servidores. Nos gabinetes dos senhores vereadores, é permitida a permanência de apenas um assessor durante o expediente. Quanto ao período da tarde, está vedado o acesso aos gabinetes.
No tocante ao acesso do público externo, reitera a Mesa Diretora que em nenhum momento foi tomada qualquer medida proibitiva, mas tão somente adequou o Poder Legislativo à realidade das normas de distanciamento. O vereador não está impedido de receber visita, mas está limitada a uma pessoa de cada vez. No momento em que a visita estiver no gabinete, o assessor não deverá permanecer no mesmo ambiente , a fim de evitar a aglomeração.
Dizer que a Câmara Municipal proibiu o acesso do público não condiz com a verdade. O que está ocorrendo é o fiel cumprimento dos protocolos cujo objetivo é de prevenir e preservar vidas diante do momento crucial que a população está passando.

Vereadora Firmina Martins Soares
Presidente da Câmara Municipal de Alegrete

Continue lendo

Manchete

Juiz da Vara Criminal e Promotora alertam na Câmara Sobre Risco Real de Interdição do Presídio de Alegrete

A Câmara Municipal de Alegrete  realizou na manhã desta quinta-feira, logo após a sessão ordinária, uma sessão especial, com a participação  presencial  do juiz de direito da Vara de Execuções Criminais, Rafael Borba e a promotora de justiça Daniela  Fistarol. Via on line, participaram a secretária de saúde, Haracelli Fontoura; a coordenadora da 10ª. Coordenadoria Regional de Saúde, Heili Temp e  a diretora da AMAPERGS Sindicato dos Servidores Penitenciários, Anabel Dicheti. O assunto tratado foi a respeito  da situação do Presídio Estadual de Alegrete e a pandemia. Conforme declaração do juiz Rafael Borba na reunião,  se o vírus entrar nas celas do presídio, o caos estará implantado devido ao ambiente insalubre.  Se  a COVID   não entrou ainda nas celas, está muito próximo, pois   está atingindo  o pessoal da linha de frente. Sete agentes penitenciários contraíram o vírus e mais dois tiveram de ser afastados por não se sentirem bem.  Há o risco real de interdição total do presídio devido à COVID. O juiz destacou que  ninguém foi solto em Alegrete  por COVID. “Enquanto  for assegurado o atendimento, há justificativa para  negar liberdade, mas no momento que não tiver  como tratar essa pessoa, se coloca em  liberdade” , explicou. Alegrete precisa muito de um novo presídio para desafogar o  sistema prisional, reiterou o  juiz Rafael Borba.
 
    Promotora: colapso na saúde e na segurança
 
    A promotora pública Daniela Fistarol , ao se pronunciar na reunião, listou as dificuldades extremas do Presídio  especialmente no tocante aos recursos humanos. Sete agentes penitenciários afastados por COVID. Houve um momento em  que havia apenas dois agentes  de plantão para atenderem 167 detentos. E alertou para a gravidade do momento  pelo fato de que, se tiver que interditar o presídio e não tiver agentes, a saída  seria  redistribuir  os apenados ou liberar para a rua homicidas, assaltantes, estupradores. Além do colapso na saúde,  também na segurança, atingindo os que estão na linha de frente no serviço de segurança nas ruas.  Reforçou a promotora  sobre a necessidade de dar prioridade  na vacinação  também para esses profissionais. Quanto Aos agentes, eles sempre estarão expostos toda vez que movimentarem presos nas celas.E alertou a promotora  para o fato de que um presídio onde falta, estrutura e saúde, o risco de rebelião é muito grande.
            A respeito do Conselho da Comunidade,  criado há cerca de um ano, como  está no próprio nome, visa atender  todos os segmentos da comunidade nas questões que envolvem presídio e segurança pública. A promotora Daniela  enfatizou que esse conselho é para dar apoio e tranquilidade à comunidade e convidou  mais pessoas a participarem. Com apoio de todos será possível reverter um quadro  crítico e assustador causado pela Pandemia, frizou.
 
               A preocupação do Sindicato dos Penitenciários
 
    Em nome do Sindicato dos servidores do sistema penitenciário, Anabela Dicheti disse que os agentes penitenciários estão sujeitos a todos os riscos, por isso é primordial que recebam a vacina. Informou que Alegrete atualmente tem 147 servidores da segurança  pública em todas as áreas  e que precisam receber a vacina. Pediu à sensibilidade dos vereadores e da administração pública nesse sentido.
    A coordenadora Heili Temp, da 10ª. Coordenadoria Regional de Saúde, disse que se colocava à disposição para receber essa demanda. E considerou importante um plano de contingência que deve partir   de uma determinação superior. De outra parte, a secretária de Saúde, Haracelli Fontoura, esclareceu que a vacina vem especificamente para grupos, primeiro os profissionais  da saúde na linha de frente  e idosos acamados. No entanto, há muita gente na linha de frente que não foi vacinada, mas será atendida. No dia de hoje (15), idosos  a partir de 77 anos  passaram a receber a vacina. Se sobrarem doses com a vacinação de 100 por cento da faixa etária, poderão ser chamadas pessoas  com 76 anos, explicou a secretária.
 
    Vereadores Cobram Transparência e Prioridade
 
                Houve espaço para os vereadores se manifestarem sobre o tema. Anilton Oliveira/PT, destacou a importância da criação da Comissão Externa da Câmara que trata especificamente do tema e sugeriu que desta leva ou da próxima, sejam  destinadas 150 doses para os profissionais que atuam na linha de frente. Já o vereador Vagner Fan/MDB afirmou que o Legislativo, com a comissão criada, está fazendo a diferença. E deixou claro que a solicitação é para o servidor da segurança pública. Os apenados, pelo protocolo, já estão isolados, disse. O vereador Glênio Bolsson/Progressistas chamou a atenção para a importância  da Secretaria de Saúde  ter  um calendário para a vacinação. Transparência em todos os aspectos, cobrou o vereador João Monteiro/Progressistas. Cléo Trindade/MDB  comentou que  a engrenagem Estado e Federação  não anda no mesmo compasso exigido e disse ser importante priorizar a vacina para funcionários do cemitério  que  fazem os sepultamentos  e  os agentes de saúde que andam em toda a cidade, mas que isso depende  do Estado e da União porque os protocolos já vem prontos.Também se pronunciaram  os vereadores João Leivas/MDB, Dileusa Alves/PDT, Itamar Rodriguez/Progressistas, Enio Bastos/Progressistas/, Jaime Duarte/Republicanos, Luciano Belmonte/Progressistas, Eder Fioravante/PDT.
A reunião especial  foi iniciativa conjunta da presidente da Casa, vereadora Firmina Soares e os vereadores Vagner Fan e Cléo Trindade.           Para a presidente Firmina, a reunião foi esclarecedora sobre um tema  que preocupa  toda a comunidade, a vacinação de quem está exposto na linha de frente no combate à pandemia.

Continue lendo

Ler edição online

Facebook

Previsão do tempo

 

 

Popular