Contato

Cidade

Cadeirante teve casa destruída e agora precisa de ajuda

Uma causa humanitária pra testar o desprendimento de voluntários locais. O morador deste casebre não tem condições físicas e nem financeira pra reerguer o local onde mora.

O morador é o senhor Ênio Sonhô, que tornou-se cadeirante após um acidente de bicicleta. Ele vive de um benefício, que mal dá para se sustentar, mas, tem uma força de vontade para viver e realizar tarefas, de causar inveja há muitas pessoas, que não possuem limitações físicas.

Em meados de abril voluntários da Ong OPAA, conheceram esta história dramática e iniciaram esta campanha,  e foram se somando a Associação Familiares, Amigos e Pessoas com Deficiência de Alegrete, que também tem ajudado na arrecadação de materiais de construção para conclusão da casa.

Várias empresas locais, como Madeireiras Mano a Mano e Linden,  Romancini Areias, Pedra Rosada, Beto Multi Marcas, Construtora Alegretense, Bolina e tantos outros fizeram doações em material e equipamento leves e pesados.

Voluntário como o Senhor Vilmar Dutra, que também tem sua casa comprometida pelas enchentes na Vila nova, tem auxiliado bastante nesse projeto com o apoio da Dona Carmelita, Rodrigo e irmão do senhor Ênio.

Mas para que a obra seja concluída ainda nos próximos 15 dias, é preciso de mais voluntários, para que sejam levantadas as paredes, e terminado a parte elétrica e hidráulica da residencia, assim como fiação elétrica, encanamentos e a louça do banheiro.

Voluntários podem ligar para o numero 55 99699-6835 (Carmelita) ou que puder ajudar financeiramente pela vakinha online do link abaixo

https://www.vakinha.com.br/vaquinha/construcao-casa-sr-enio

 

 

 

Continue lendo
Publicidade
Comentários

Cidade

Secretaria de Segurança realiza operação de repreensão ao transporte clandestino

Uma equipe da Secretaria de Segurança Pública, Mobilidade e Cidadania da Prefeitura de Alegrete realizou, na manhã de quarta-feira, 25, uma operação de repreensão ao transporte clandestino na cidade. As incursões foram realizadas na praça Getúlio Vargas, na Estação Rodoviária e outros pontos públicos centrais.
A operação terá prosseguimento em outros locais e horários. Conforme denúncias, o transporte clandestino tem intensificado sua operação próximo a pontos públicos, supermercados, comércios e demais serviços no centro e bairros da cidade.
A orientação da Secretaria de Segurança é no sentido da comunidade utilizar os serviços de transporte legalizados, como táxis, ônibus coletivos, motos ou aplicativos que possuem alvarás. Na cidade, apenas três empresas de aplicativos operam regularmente com chamadas através de plataformas tecnológicas. Os transportes legalizados são identificados por Prefixos e passam por vistorias periódicas, onde são revisados itens de segurança, documentação do condutor, além de atualmente atenderem também às medidas sanitárias de combate à Covid-19.
Conforme o diretor da Guarda Municipal, Angelo Tertuliano, quem utiliza o transporte clandestino coloca sua vida em risco pelo fato de estar sendo conduzido por motorista sem experiência e veículo sem manutenção. Em caso de acidente envolvendo transporte irregular de passageiros, a vítima poderá não ser indenizada, alertou o diretor.
Continue lendo

Cidade

Live Editais Municipais Lei Aldir Blanc em Alegrete

Atenção Artistas de Alegrete!
Participe da live “Editais Municipais: Lei Aldir Blanc em Alegrete”
E tire todas as suas dúvidas sobre os editais que serão lançados nos próximos dias.
…………………………………
Com Gabriela Marçal (Poder Público)
Mediação: Cássia Salgado (Sociedade Civil)
Dia: 28/11 – Sábado, às 19h
…………………………………
Transmissão via página da Diretoria de Cultura de Alegrete no facebook
…………………………………
Realização: Prefeitura de Alegrete – Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Diretoria de Cultura e Comissão Gestora da Lei Aldir Blanc
Continue lendo

Cidade

Coleta seletiva ainda é uma dor-de-cabeça

 

Mesmo após 1 ano e 2 meses da implantação da coleta seletiva, ainda é comum se deparar com resíduos descartados de forma inadequada.

A Prefeitura de Alegrete, através da Secretaria de Meio Ambiente, reforça o pedido para que a população faça a separação correta destes resíduos, facilitando o trabalho dos garis e a entrega dos materiais recicláveis nas cooperativas. Os resíduos, devidamente separados, passam por triagem e são melhor aproveitados.

Os materiais recicláveis como papel (jornais, revistas, embalagens de papelão, caixas, panfletos, embalagens tetra pak), plástico (embalagens plásticas, garrafas pet, sacolas plásticas, recipientes plásticos em geral) e vidro (garrafas, copos, frascos), após higienizados, acondicionados em caixas ou sacolas, devem ser descartados nos contentores azuis, o mais próximo possível do horário da coleta.

Todos os resíduos úmidos como restos de alimentos, cascas de frutas, cascas de ovos, fezes de animais, borra de café, erva-mate, papel higiênico, lenços, fraldas, absorventes, papel toalha devem ser descartados nos contentores marrons..

Outro pedido é para que a população que encontra-se em isolamento, devido ao coronavírus, tenha cuidado no descarte de seus resíduos. Mesmo que sejam recicláveis, devem ser acondicionados de maneira lacrada e identificados

É importante salientar que os contentores devem ser fechados após o descarte dos resíduos. Atualmente a coleta seletiva está presente nas áreas centrais, mas a Secretaria de Meio Ambiente está projetando sua ampliação para os bairros da cidade

O cronograma completo com as ruas e horários da coleta seletiva pode ser acessado no link:

https://www.alegrete.rs.gov.br/files/cronograma-coleta-seletiva.pdf

Continue lendo

Ler edição online

Facebook

Previsão do tempo

 

 

Popular