Contato

Polícia

Poderosa incursão polar com potencial histórico e de neve afetará metade do Brasil

 

Alegrete amanheceu com sol, céu aberto, mas muito gelado. Temperatura no centro às 7h de 2 graus centígrados.

A MetSul Meteorologia adverte para uma massa de ar polar enorme e muito intensa que vai atingir praticamente a metade do território brasileiro e grande parte da América do Sul nesta semana com potencial de ser um evento histórico de frio e neve. Verdadeira bolha de ar antártico avançará pela Argentina e vai atingir pela sua trajetória continental o Sul, o Centro-Oeste, o Sudeste e parte do Norte do Brasil, além de Paraguai, Bolívia, Uruguai, Peru e mesmo Equador, Colômbia e Venezuela. Assim, a influência do ar frio, mesmo que modesta, deve atravessar a linha do Equador e chegar ao Hemisfério Norte, onde é verão.

Massas de ar frio fortes ocorrem virtualmente quase todos os anos no Sul do Brasil, mas esta será excepcionalmente forte e abrangente para a segunda metade do mês de agosto. A queda da temperatura será sentida a partir da quarta-feira no Rio Grande do Sul e entre quinta e sexta-feira será percebida nas demais regiões brasileiras. A quinta, a sexta e o começo do sábado serão dias de muito frio no Sul do Brasil. Como a massa de ar será por demais gelada, é comum que chegue com vento moderado a forte que vai trazer sensação térmica com valores muito baixos, negativos em muitas localidades.


Uma baixa polar em níveis médio da atmosfera vai atuar sobre o Sul do Brasil. Isso irá fazer com que haja nebulosidade e instabilidade com ar muito gelado em altitude, o que na análise da MetSul traz uma altíssima probabilidade de ocorrência de neve no Sul do país. Todos os modelos numéricos consultados pela MetSul apontam neve entre quinta-feira e sábado. Se há certeza do frio intenso e quase convicção que pode nevar, a dúvida no momento é onde e o quanto pode nevar.

A cada rodada, e a cada modelo, as projeções de neve são diferentes e variam bastante. Ora, muito mais abrangente e ora mais limitada aos locais tradicionais do fenômeno como os Aparados da Serra e o Planalto Sul Catarinense. O que chama atenção, porém, é que diversos modelos e em diversas rodadas de hoje e dos últimos dias indicaram que pode nevar de forma mais abrangente e em locais pouco acostumados a ver neve ou que não testemunham o fenômeno por décadas.

Os modelos nas últimas horas e dias já indicaram neve no Uruguai, perto da cidade de Buenos Aires e nas províncias argentinas de Santa Fé e Entre Rios, na maior parte do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e o Paraná, e até em Curitiba e no Sul do estado de São Paulo.

Saída da 0Z de sábado do modelo canadense indicando muita neve em Curitiba e até na divisa com São Paulo

Ocorre que nas rodadas seguintes não mantiveram estas tendencias. Veja o caso, por exemplo, do modelo canadense. Na saída da madrugada de hoje, indicava neve em meio Sul do Brasil e em quantidade de 25 cm a meio metro em alguns pontos. Já na rodada da tarde de hoje, apesar de indicar neve em muitos lugares, a projeção é de menos neve e em menos lugares que na projeção da madrugada.

Saída da 0Z de hoje do modelo canadense

Saída da 12Z de hoje do modelo canadense

Já o modelo do serviço meteorológico alemão rodado pela MetSul em sua rodada da tarde de hoje apontava neve em maior quantidade nas áreas tradicionais do Planalto Sul Catarinense e dos Aparados da Serra do Rio Grande do Sul, mas sinalizava o fenômeno em menor quantidade também em áreas do Norte gaúcho, como o Planalto Médio, e em pontos do Oeste e Meio-Oeste Catarinense e do Planalto de Palmas, no Paraná.

Saída das 12Z de hoje do modelo alemão

Diante deste cenário, reiteramos que a probabilidade de neve é altíssima, mas que hoje não se pode fazer responsavelmente projeções precisas de quantidade e localização do fenômeno. O que pode e deve ser informado é que deve nevar e não se descarta que forte em alguns locais, e ainda que o fenômeno possa alcançar até pontos menos acostumados ao fenômeno. Somente, porém, nos próximos dias se terá um cenário mais claro.

A neve por natureza é um fenômeno de difícil previsão e mesmo nos Estados Unida os meteorologistas encontram grande dificuldade não raro em precisar as acumulações. Anos atrás, por exemplo, a cidade de Nova Iorque foi parada totalmente por ordem da Prefeitura ao custo de bilhões de dólares por previsão oficial do Serviço Nacional de Meteorologia norte-americano que nevaria 50 cm a 75 cm, mas no fim do dia caíram poucos centímetros e o caso acabou sendo muito estudado e debatido na comunidade meteorológica e concluiu-se em diversos fóruns sobre a necessidade de se comunicar ao público e governos os diferentes cenários e as incertezas em prognósticos neste tipo de situação.

A MetSul Meteroologia destaca que fenômeno que não se descarta ainda é a ocorrência de chuva congelada e que poderia se dar até em locais até de menor altitude, mesmo ao nível do mar, porque a atmosfera estará extremamente resfriada na segunda metade da semana e este tipo de precipitação pode ocorrer com a temperatura em superfície acima de 5ºC positivos.

Como haverá mais nuvens sobre o Sul do Brasil, as mínimas entre quinta e sexta serão baixas, mas não extremas como as registradas ondas de frio mais fortes deste inverno até agora e que se deram com céu claro e ar muito seco. Por outro lado, a presença de nebulosidade deve fazer com que as máximas sejam muito baixas, o que trará dias muito frios e ainda com vento aumentando a sensação de gelo.

PO potencial histórico deste evento de frio a se confirmar não será pelas mínimas e sim pela neve se ela vier forte e em mais locais que o habitual como indicado por alguns modelos

Como é comum na presença de uma área de menor pressão atmosférica, ar seco avança a Oeste e ao Norte do sistema. Por isso, esfriará muito e com mínimas muito baixas com geada no Norte da Argentina, no Paraguai, em pontos do Centro-Oeste do Brasil e em parte do Sudeste, não se afastando geada em Minas Gerais fora das áreas de Serra como a região do Triângulo Mineiro e até no Sul de Goiás.

Projeção de geada do modelo canadense para a madrugada do dia 22

Os mapas deste boletim e outros de neve e geada estão disponíveis a qualquer hora ao assinante na seção de mapas com até quatro atualizações diárias e ao longo da semana a MetSul oferecerá novos boletins detalhados e atualizados sobre o frio, geada e neve aqui em metsul.com.

Continue lendo
Publicidade
Comentários

Polícia

PRF apreende U$ 110 mil com motorista na Br 290

A PRF (Polícia Rodoviária Federal) apreendeu, nesta quarta-feira (30), 110 mil dólares sem comprovação de origem na BR-290, em Rosário do Sul, na Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul. A quantia equivale a cerca de 620 mil reais.

O dinheiro foi encontrado dentro de um carro com placas de Porto Alegre. O veículo foi abordado pelos policiais durante fiscalização na rodovia. Os dólares estavam ocultos sob o forro de uma bolsa.

O condutor do automóvel, um jordaniano naturalizado brasileiro, de 50 anos, disse aos policiais que levaria o dinheiro para a Capital gaúcha. Ele não conseguiu comprovar a origem da quantia. O homem foi encaminhado a uma delegacia em Santana do Livramento.

Continue lendo

Polícia

Atualizado. Carro com placas de Alegrete é esmagado por Scânia em Eldorado

Imagens PRF/EQ

Uma pessoa morreu e outras quatro ficaram feridas em um acidente de trânsito ocorrido no início da manhã desta segunda-feira na BR 290, em Eldorado do Sul.

No km 135,5 da rodovia, no Parque Eldorado, ocorreu a colisão entre um Chevrolet Classic, com placas de Alegrete, e um caminhão Scania, com placas de Montenegro, que estava carregado de lixo.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, a passageira do automóvel, de 40 anos,  Daniela Muniz Wergütz, morreu nas ferragens do carro destruído. Outros três ocupantes ficaram feridos, sendo que dois em estado grave.

Já o motorista do caminhão também teve ferimentos após o tombamento do veículo. Conforme o efetivo da PRF, o trânsito foi bloqueado parcialmente para o atendimento da ocorrência registrada por volta das 5h45min.

O Corpo de Bombeiros Voluntários de Eldorado do Sul também foi mobilizado na ocorrência junto com o Instituto-Geral de Perícias

Continue lendo

Manchete

Criminosos usam miguelitos para tentar furar pneus de viatura da PRF em São Borja

Na madrugada desta sexta-feira (25), na BR 287, em São Borja, a Polícia Rodoviária Federal prendeu dois homens que jogaram miguelitos para furar os pneus da viatura policial. Um deles era foragido da justiça.

Durante ação de enfrentamento ao crime, agentes da PRF deram ordem de parada ao condutor de uma Hilux. Ele não obedeceu e fugiu em alta velocidade com o veículo, entrando na cidade. Os policiais seguiram em sua direção e passaram a desviar dos miguelitos (ferros retorcidos) que eram jogados de dentro do carro em fuga para atingir os pneus da viatura policial.

Com o apoio da Brigada Militar, o veículo foi interceptado. Nele estavam o condutor, um homem de 42 anos, e o passageiro, de 40, que era procurado pela justiça por furto.

Ambos residem em São Borja e têm antecedentes por tráfico de drogas, furto qualificado, furto se veículo e arrombamento de estabelecimento comercial. Eles foram  presos e encaminhados à Polícia Federal, sendo enquadrados nos crimes de desobediência, dano e associação criminosa.

Fonte: PRF

 

Continue lendo

Ler edição online

Facebook

Previsão do tempo

 

 

Popular