Contato

Manchete

Mais de uma tonelada de drogas apreendida em Operação da PRF

 

TAMOIO II: Foram apreendidos mais de 1 tonelada de drogas e mais de 1 milhão de reais sem procedência em 6 dias de operação

A Operação Tamoio II, de 21 a 26/6, contou com mais de 400 policiais atuando no estado, incluindo agentes do serviço de inteligência, da área operacional e de grupos especializados. Foram empregados cães farejadores, uma aeronave policial, drones e agentes com treinamento especializado no combate ao tráfico de drogas e armas.

Durante o curso da operação, os agentes da PRF retiraram de circulação mais de 924 quilos de maconha, 166 quilos de cocaína, quase meia tonelada de agrotóxicos contrabandeados, recuperaram 8 veículos roubados e prenderam 113 criminosos envolvidos nos mais diversos crimes. Ainda, 50 mil dólares e mais de 796 mil reais sem comprovação de origem foram apreendidos.

A operação registrou mais de 2.400 veículos abordados e 3.600 mil pessoas fiscalizadas. Foram lavrados mais de 1.400 autos de infração de trânsito, sendo 212 por ultrapassagens proibidas. As colisões frontais estão entre as principais causas de mortes no trânsito e são usualmente causadas por ultrapassagens indevidas. Também foram autuados 21 condutores por embriaguez ao volante, outra causa frequente de violência no trânsito.

TAMOIO – O nome Tamoio vem do Tupi Guarani TAMUÍA, que significa o avô, o antepassado. A Confederação dos Tamoios foi uma aliança de tribos indígenas firmada com o objetivo de combater os portugueses e outras tribos que os apoiavam. A referência é em relação à aliança dos grupos especializados da PRF unidos nessa operação.

Entenda a Operação Tamoio

A Polícia Rodoviária Federal, em atividade denominada Operação Tamoio, vem executando ações de combate ao crime, especialmente ao tráfico de drogas e armamentos, com emprego contínuo dos agentes de inteligência e com a utilização prioritária de recursos especializados (agentes e equipamentos).

Continue lendo
Publicidade
Comentários

Manchete

Tempestades causam granizo e vento forte na Fronteira do RS com o Uruguai e Argentina

Entre a noite de sábado e a madrugada deste domingo (27) o ambiente atmosférico muito instável, proporcionado pela formação de uma nova frente fria, uma intensa incursão de ar quente e úmido associado ao Jato de Baixos Níveis (JBN) e de perturbações no escoamento médio da troposfera, favorecem a formação de aglomerados de nuvens de tempestades associados a Sistemas Convectivos de Mesoescala (SCMs), que apresentam profundo desenvolvimento vertical e que provocam temporais em pontos da Fronteira do RS com o Uruguai e em pontos da Fronteira Oeste, próximo da divisa do estado com a Argentina. 

Tormentas (tons vermelhos) com densa quantidade de raios (pontos brancos) visto em sequência de imagens do canal Infravermelho do satélite Goes-16.

No Sul gaúcho, municípios como Candiota e Pedras Altas registraram a ocorrência de precipitação de granizo nas últimas horas. Outros pontos de municípios como Herval, Hulha Negra, Pedro Osório, Arroio Grande e Jaguarão, também podem ter registrado a ocorrência do fenômeno, que de maneira geral não chegou a provocar estragos. Em Pelotas também no sul gaúcho, um temporal por volta da meia noite, causou rajadas de vento de até 80 km/h. O risco de novos temporais com chuva forte acompanhada de muitas trovoadas, ventos pontualmente muito intensos e eventual precipitação de granizo, segue nas próximas horas, sobretudo em pontos do sul, oeste, leste e centro gaúcho e se estende pelas demais regiões ao longo deste domingo, incluindo a Grande Porto Alegre, Serra, Norte e Noroeste gaúcho. 

Granizo no munícipio de Pedras Altas pouco antes das 22h. Foi pelo menos a segunda ocorrência do fenômeno no mesmo dia na região. Registro de Jennifer Paula. 

Veja como deve ficar o tempo em algumas cidades neste domingo (27):

Capital: chuva a qualquer hora do dia. Mínima de 19°C e máxima de 24°C.
Pelotas: chuva a qualquer hora do dia. Mínima de 18°C e máxima de 20°C.
Caxias do Sul: chuva a qualquer hora do dia. Mínima de 19°C e máxima de 23°C.
Santa Maria: chuva a qualquer hora do dia. Mínima de 18°C e máxima de 25°C.
Santa Rosa: chuva a qualquer hora do dia. Mínima de 20°C e máxima de 26°C.
Erechim: chuva a qualquer hora do dia. Mínima de 19°C e máxima de 31°C.
Uruguaiana: chuva a qualquer hora do dia. Mínima de 16°C e máxima de 24°C.
Torres: chuva a qualquer hora do dia. Mínima de 19°C e máxima de 24°C.
Rio Grande: chuva a qualquer hora do dia. Mínima de 17°C e máxima de 20°C.
Mostardas: chuva a qualquer hora do dia. Mínima de 18°C e máxima de 20°C.
Passo Fundo: chuva a qualquer hora do dia. Mínima de 19°C e máxima de 27°C.
Bagé: chuva a qualquer hora do dia. Mínima de 15°C e máxima de 22°C.
Tramandaí: chuva a qualquer hora do dia. Mínima de 19°C e máxima de 22°C.
Xangri-Lá: chuva a qualquer hora do dia. Mínima de 19°C e máxima de 23°C.
Capão da Canoa: chuva a qualquer hora do dia. Mínima de 19°C e máxima de 23°C.
São Borja: chuva a qualquer hora do dia. Mínima de 18°C e máxima de 26°C.

Continue lendo

Manchete

Criminosos usam miguelitos para tentar furar pneus de viatura da PRF em São Borja

Na madrugada desta sexta-feira (25), na BR 287, em São Borja, a Polícia Rodoviária Federal prendeu dois homens que jogaram miguelitos para furar os pneus da viatura policial. Um deles era foragido da justiça.

Durante ação de enfrentamento ao crime, agentes da PRF deram ordem de parada ao condutor de uma Hilux. Ele não obedeceu e fugiu em alta velocidade com o veículo, entrando na cidade. Os policiais seguiram em sua direção e passaram a desviar dos miguelitos (ferros retorcidos) que eram jogados de dentro do carro em fuga para atingir os pneus da viatura policial.

Com o apoio da Brigada Militar, o veículo foi interceptado. Nele estavam o condutor, um homem de 42 anos, e o passageiro, de 40, que era procurado pela justiça por furto.

Ambos residem em São Borja e têm antecedentes por tráfico de drogas, furto qualificado, furto se veículo e arrombamento de estabelecimento comercial. Eles foram  presos e encaminhados à Polícia Federal, sendo enquadrados nos crimes de desobediência, dano e associação criminosa.

Fonte: PRF

 

Continue lendo

Eleições 2020

MPRS firma parceria com TRE-RS e outras instituições com foco no combate à desinformação nas Eleições de 2020

Nesta sexta-feira, 25 de setembro, em reunião virtual, o Ministério Público do Rio Grande do Sul assinou um protocolo de intenções com o Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul, o Ministério Público Eleitoral, a Secretaria de Segurança Pública do Estado do Rio Grande do Sul, a Superintendência de Polícia Federal no RS e a Superintendência da Agência Brasileira de Inteligência no RS com o objetivo de enfrentar a disseminação de notícias fraudulentas e a desinformação nas eleições municipais de 2020. A parceria prevê medidas concretas voltadas à identificação e responsabilização dos autores de produção e distribuição destes conteúdos.

Conforme o documento, firmado no âmbito do MPRS pelo procurador-geral de Justiça, Fabiano Dallazen, caberá ao TRE adotar práticas de comunicação imediata às autoridades de possíveis notícias falsas, inclusive por meio de aplicativos de mensagens, com a máxima agilidade possível. Ao MPRS e demais órgãos signatários, dentro de suas esferas de atribuições legais, caberá iniciar os atos de investigação, levantamento de informações e persecução penal com a maior brevidade possível.

Dallazen destacou, no evento realizado por videoconferência, que é imprescindível a união das instituições para enfrentar o problema da desinformação à população que decorre das fake news. “O protocolo de intenções que assinamos hoje é uma medida concreta para dar celeridade e efetividade às investigações relacionadas a possíveis fraudes, no sentido de garantir a lisura das eleições, tão fundamental para nossa democracia”, ressaltou.

Assinaram o documento, representando as instituições parceiras, o presidente do TRE-RS, desembargador André Luiz Villarinho; o procurador Regional Eleitoral, Fábio Nesi Venzon; o vice-governador e secretário de Segurança Pública do RS, delegado Ranolfo Vieira Júnior; a chefe da Polícia Civil do RS, delegada Nadine Anflor; o superintendente de PF no RS, delegado José Antonio Dornelles de Oliveira; e a superintendente da Agência Brasileira de Inteligência no RS, Marina Pereira dos Santos Molon.

Continue lendo

Popular