Contato

Manchete

Clima tenso dentro dos partidos da base pode inviabilizar a dobradinha Márcio e Jetter

*Especial/Página 2

PP e MDB batem cabeça na arrancada da campanha eleitoral. O pedido de demissão do Secretário Jesse Trindade da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo, deixou um buraco funcional e político para o Prefeito Márcio Amaral. Chegou a convidar o empresário Danilo Schimit, presidente da associação dos proprietários de oficinas de Alegrete, que agradeceu o convite, mas não não aceitou o cargo.

No Progressista a pesquisa do Em Questão, deixou claro, que o partido está fragmentado. Vários nomes apareceram na lista espontânea, demonstrando que o partido não tem uma liderança que consiga uni-lo facilmente, o que é uma novidade, depois de cinco décadas. Desde a época da Arena 1 e Arena 2, o partido mantinha um certo equilíbrio em suas apostas.

Agora o PP enfrenta algo novo: um grupo que apóia o acordo firmado há quatro anos, que levou a ex Prefeita Cleni Paz ao paço municipal, tendo Márcio Amaral como vice. Porém, esta tese perdeu força desde o ano passado. A eleição da mesa do legislativo, com PDT e PP à frente, foi um indicativo, pois apesar de darem sustentação ao governo municipal, a bancada do PP, também passou a olhar com admiração a perspectiva de montar por ali uma outra via.

Não é por acaso que o nome do vereador Luciano Belmonte, Progressista, aparece com certo destaque na pesquisa do EQ, porque ele foi elevado a outro patamar durante a gestação de uma provável dobradinha com o vereador Rudi Pinto.
Acontece que o fato novo foi o pedido de saída do Secretário Jetter de Souza, da Secretaria de Infra-Estrutura, para buscar ser o elo com o antigo acordo. Recebeu uma de imediato uma resposta contundente do médico José Fábio Pereira, ex Secretário de Saúde, em sua página no facebook. Apesar de não citar o nome de Jetter, deixa muito claro, que sua mãe, Cleni Paz, morreu com uma mágoa, de que seu Secretário não levou adiante uma sindicância para apurar um roubo de tramas, realizado por um funcionário da Infra Estrutura, em carro da Prefeitura no interior do município. O caso teve grande repercussão na época. José Fábio trouxe o assunto à tona.

Nesta terça-feira, na reunião do Progressista saiu lasca entre grupos políticos que dominam o partido. Bolson poderá aparecer como candidato à Prefeito. A vereadora Miriam observa e evita os conflitos, mas sua colega Vanda Dornelles está alinhada à tese da candidatura do partido como cabeça de chapa. De certo como candidatos até agora tem o ex Secretário Jetter e a professora Alicemara. Paulo Salbego é o nome do grupo que reza a cartilha do deputado Frederico Antunes com o forte apoio do empresário Onélio Pilleco, mas na pesquisa eleitoral não decolou.

Pra ainda ficar mais tenso e pesado o ambiente do partido, nesta quarta-feira, o professor Romário, pediu demissão do cargo de diretor geral da Secretaria de Infra-Estrutura. Motivo: teóricamente ele deveria ser alçado à função de Secretário, porque já era o diretor do Parque de Máquinhas. A escolha do seu colega, engenheiro Huillian  Severo causou dissabor e o vice presidente da sigla abandonou a barca, por se sentir desprestigiado. 

O prefeito Márcio não tem nome para o lugar de Jesse, que sai com grande prestigio frente à opinião pública, basta ver o apoio dos internautas no post que fez em sua página no facebook, e, não há ninguém, até este momento para ser oficializado para a vaga de Diretor do Parque.

Um exemplo evidente que a crise de poder está corroendo a administração municipal é que se o Secretário não avisa em sua página particular sua saída ninguém ficaria sabendo. Para comunicar a troca na Infra Estrutura tem publicação oficial na página da Prefeitura. O correlegionário do Prefeito não recebeu as honras da casa, ao contrário do seu potencial vice, Jetter de Souza.

Agora no final da tarde o Prefeito, juntamente com seus aliados na administração e o seu pai, presidente do MDB, Airton Amaral, estiveram em longa reunião. A busca por saídas está na pauta. E se José Fábio enfrentou públicamente o provável vice de Márcio, a pergunta é a seguinte: qual o Progressista estará na campanha eleitoral, com qual pedaço do MDB? Pode haver uma segunda: MDB e Progressista conseguem chegar juntos às urnas?

*Paulo de Tarso Pereira

Continue lendo
Publicidade
Comentários

Manchete

Zucco propõe ampliação do teste do pezinho em hospitais públicos

Ampliar a detecção de seis para até 53 tipos de doenças a partir do Teste do Pezinho realizado em recém-nascidos. Este é o objetivo do projeto do deputado Tenente-Coronel Zucco, protocolado esta semana. Atualmente o chamado “teste do pezinho ampliado” é realizado apenas em estabelecimentos privados de saúde. O projeto prevê a realização do exame em hospitais públicos do Rio Grande do Sul.
A proposta de Zucco aperfeiçoa o projeto – aprovado e transformado em lei em 2000 – que prevê o Teste do Pezinho nos hospitais públicos gaúchos. “Trata-se de uma iniciativa fundamental para proteger a saúde dos recém-nascidos que nós, através deste projeto, queremos ampliar e modernizar”, afirmou. O parlamentar acrescenta que o diagnóstico precoce permite aumentar a eficiência do tratamento de diversas doenças, reduzindo a mortalidade infantil.
O Tenente-Coronel Zucco lembra, ainda, que segundo o Ministério da Saúde existem 13 milhões de pessoas no Brasil portadoras das chamadas doenças raras. “Deste total 75% são crianças, o que dá a dimensão da importância da ampliação do Teste do Pezinho”.

TESTE DO PEZINHO

O Teste do Pezinho é realizado entre o segundo e o quinto dia do nascimento do bebê. Consiste na coleta de algumas gotinhas de sangue do calcanhar do recém-nascido com o emprego de um filtro especial. O exame ajuda a diagnosticar doenças metabólicas, genéticas e infecciosas capazes de afetar o desenvolvimento neuropsicomotor do bebê, sem sintomas detectáveis.

Continue lendo

Manchete

Reunião trata de política de assistência aos apenados

 

O Ministério Público participou, nesta terça-feira, 27 de outubro, de audiência pública para discutir a implantação da metodologia APAC (Associação de Proteção e Assistência aos Condenados) em Alegrete. O evento, ocorrido no Salão do Júri do Foro local, serviu para debater o assunto e apresentar o modelo à comunidade.

O subprocurador-geral de Justiça para Assuntos Institucionais do Ministério Público, Marcelo Lemos Dornelles, destacou que o MP trata a segurança pública como prioridade e a considera essencial para o bem-estar da sociedade. “É necessário olhar para o sistema prisional e buscar alternativas para diminuir os altos índices de reincidência”, disse.

O procurador de Justiça e coordenador do Núcleo de Apoio à Fiscalização dos Presídios do MPRS, Gilmar Bortolotto, salientou que as APACs não são a solução para os problemas do sistema prisional, mas um complemento para melhorá-lo. “É importante não sermos preconceituoso e olhar como as APACs funcionam. O mínimo que eu posso fazer é colocar a minha cara, porque eu acredito nisso. E, se não der certo, a gente terá ao menos tentado mudar algo”, argumentou.

A promotora de Justiça de Alegrete Daniela Fistarol observou que “as APACs têm uma metodologia que se diferencia do sistema prisional tradicional, mas que não deixa de ser uma forma de cumprimento de pena”.

Pelo MP, participaram do encontro, o procurador de Justiça Luciano Pretto e os promotores de Justiça de Alegrete Luiza Trindade Losekann e Rodrigo Alberto Wolf Piton. Estiveram presentes, ainda, o secretário estadual da Administração Penitenciária, Cesar Luis de Araújo Faccioli, o prefeito de Alegrete, Márcio Fonseca do Amaral, o juiz-corregedor do Tribunal de Justiça do Estado, Alexandre Pacheco, o defensor público corregedor, Antônio Augusto Korsack Filho, o presidente da Câmara de Vereadores de Alegrete, Moisés Fontoura, e o juiz da Vara Criminal de Alegrete, Rafael Echevarria Borba

Continue lendo

Manchete

Pedestre cai na rua dos Andradas

Uma senhora, caiu na rua dos Andradas, na noite deste sábado(24) e foi socorrida pelos Bombeiros.

Com queda, ela bateu a cabeça e teve ferimentos em outros locais do corpo. Não se tem a identificação da vítima e nem a causa da queda, se tropeçou ou teve mal súbito.

Ela foi encaminhada para a UPA.

Foto/vídeo: internauta/divulgação

Continue lendo

Popular