Contato

Esportes

Alegrete no mapa do Automobilismo Regional

Alegrete retornou ao mapa do automobilismo regional, neste final de semana, com o Grande Prêmio Eduardo Melchíades, disputado na inauguração do Autódromo Marco Brum, de 1,7 Km de extensão.

O autódromo está localizado nos Pinheiros, no Corredor dos Leonardi, a cerca de 6,5 Km do centro de Alegrete, numa área de, aproximadamente, 10 hectares, e recebeu cerca de 2 mil pessoas nos dois dias de provas (sábado e domingo).

De acordo com Marco Brum, o idealizador do Autódromo, o circuito leva o nome de Amaury Faraco, o primeiro piloto de provas de Alegrete. Brum começou a se envolver com carros e motores desde cedo. A primeira prova que disputou foi em 1973, em Rivera. Depois, não mais parou. “Onde tiver barulho de motor, serei presença”.

O prefeito de Alegrete, Márcio Fonseca do Amaral, esteve presente à inauguração e acompanhou algumas das provas disputadas nas modalidades de Tração Dianteira, Chevette e Gaiolas. “Este tipo de evento esportivo é muito importante para o município, pois faz circular dinheiro e movimenta a economia. Ganhamos todos. É combustível, peças de automóveis, carne para o churrasco, bebidas, pneus, entre tantas coisas. O Turismo que se aquece com entusiastas que vem de longe. Enfim, temos que apoiar como administração pública”, comenta entusiasmado..

Para Sandro Rosso, proprietário da área, é muito importante o empreendedorismo, em especial, o de turismo esportivo. “Dando alternativas aos empreendedores é que podemos fazer Alegrete evoluir”.

Segundo Lucas Brum, piloto e filho de Carlos Eduardo Guerra Brum, o “Gordo Brum”, é uma recompensa poder correr num circuito que leva o nome do pioneiro do automobilismo esportivo de Alegrete e seguir fazendo o que a família Brum sempre foi apaixonada: motores, barulho, poeira, velocidade e competição.

𝗔𝗺𝗯𝗶𝗲𝗻𝘁𝗲 𝗳𝗮𝗺𝗶𝗹𝗶𝗮𝗿
Com cerca de duas mil pessoas circulando nos dois dias de evento, o que mais chamou a atenção, além das disputas no sol de 40ºC, foi a reunião familiar de dezenas de famílias de Alegrete e Região. O churrasco, a conversa, as brincadeiras e a torcida fizeram um show à parte.

𝗩𝗶𝘀𝗮̃𝗼 𝗱𝗲 𝗙𝘂𝘁𝘂𝗿𝗼
O prefeito, acompanhado do vereador Rudi Pinto, comenta que, com o advento do autódromo, há inúmeras possibilidades de eventos esportivos que podem atrair turismo esportivo pra Alegrete. “Uma das possibilidades é, por exemplo, o curso de Engenharia Mecânica da Unipampa conversar com os empresários que investiram no autódromo e trazerem uma etapa da competição de Baja, que ocorre entre os cursos de engenharia mecânica das universidades brasileiras para Alegrete. O aluno se envolve com um caso real de desenvolvimento de um veículo off road, desde sua concepção, projeto detalhado, construção e testes”, sugere Marcio Amaral.

Fonte e imagens : PMA

 

Continue lendo
Publicidade
Comentários

Esportes

A bola volta a rolar nos campos de futebol de Alegrete

Em Reunião Realizada Hoje Pela Manhã na Prefeitura Municipal de Alegrete ficou Definido Que o Retorno do Futebol de Campo na Cidade sera Apartir da Segunda feira 21 de Setembro com Todos os Protocolos de Segurança sendo Realizados no Estádio Municipal Farroupilha sem a Presença de Torcida .
Participaram da Reunião Prefeito Marcio Amaral , Presidente da LAF Ramud Maruf, Diretor de Esportes Emerson Coelho e o Advogado Sivens Carvalho .

Continue lendo

Esportes

Deputado treina na Parceria Armas e ressalta o direito à auto-defesa

 

Treinar num estande de tiro profissional é um sonho de consumo de muitos. Alegrete tem um espaço modelo onde já recebeu até mesmo um campeão brasileiro de tiro olímpico.

A pista da Parceria se transformou em teferência para atiradores amadores, para apreciadores do tiro esportivo e profissionais da área como militares e policiais de toda a região.

Um recente visitante do local saiu admirado com o que viu e experimentou em Alegrete. Foi o deputado estadual Eric Lins, que dias atrás fez uma sessão de tiros nos estandes da Parceria Armas e depois usou de sua rede social para enaltecer o trabalho da empresa e defendeu o diireito do cidadão se defender.

“É evidente que a força policial não pode enfrentar sozinha todos os problemas de segurança. Por isso, os cidadãos de bem devem ter direito a autodefesa, para poder proteger a si e à sua família. Contudo, devemos nos capacitar para o manuseio de arma de fogo, como fiz em Alegrete, com o auxílio do instrutor Farias, do Clube de Tiro Parceria onde tive todo o suporte e estrutura. Legítima defesa é fundamental!”

Continue lendo

Esportes

Grêmio é tricampeão gaúcho, apesar da derrota em casa

 tarde deste domingo foi de emoção para os gremistas espalhados pelo mundo. Após vencer o Caxias no jogo de ida, por 2 a 0, o Tricolor acabou superado pela equipe da serra por 2 a 1, na Arena. Mas no placar agregado de 3 a 2, deu Grêmio, que com o resultado, levantou a taça de Campeão Gaúcho 2020, quebrando mais um recorde: a conquista em sequência do tricampeonato gaúcho, fato que não acontecia desde 1987.

O técnico Renato Portaluppi escalou sua equipe com força máxima, dentro dos atletas que estavam à disposição. Em campo, colocou Vanderlei, Victor Ferraz, Geromel, Kannemann, Cortez, Darlan, Lucas Silva, Jean Pyerre, Alisson, Éverton e Diego Souza. E logo nos minutos iniciais mostrou ofensividade. Aos 4’ ameaçou com Jean Pyerre, que cobrou uma falta da meia esquerda, colocando na pequena área, mas a defesa Grená afastou pela linha de fundo.

Mas não demorou para ser efetivo. Com 14 minutos de bola rolando, os gremistas abriram o placar com um golaço de Diego Souza. A jogada começou com um cruzamento da direita na área, em que Everton recebeu e acertou a trave. No rebote, Diego apareceu e estufou as redes, colocando o Grêmio na frente no marcador.

O Caxias tentou descontar com Diogo Oliveira, que recebeu e chutou a gol, mas a bola saiu à esquerda da meta defendida por Vanderlei. O Tricolor se manteve no ataque e levou novamente perigo aos 18’, com um chute forte de Jean Pyerre, de fora da área, que obrigou Marcelo Pitol a se esticar para tentar a defesa, mas a bola saiu à direita do gol.

Passada metade da etapa inicial, os visitantes tentaram com Claudinho, que recebeu na esquerda, saiu em velocidade, passando pela marcação até chutar cruzado. A bola veio com perigo, mas saiu à direita da meta de Vanderlei.

O Caxias conseguiu chegar ao empate aos 42 minutos, quando Ivan fez um cruzamento na pequena área, na cabeça de Laércio, deixando tudo igual na Arena.

O jogo se mostrou mais equilibrado na etapa complementar. Os primeiros a construírem uma jogada de ataque foram os gremistas, que tiveram uma falta da intermediária, de longa distância logo aos 3’. Everton cobrou, mas a bola terminou nas mãos do goleiro Marcelo Pitol.

A equipe da serra conseguiu virar o jogo com Vinicius Baiano aos 9’, que de dentro da área, finalizou. A bola bateu ainda e Kannemann e encobriu o goleiro Vanderlei, colocando o Caxias na frente no placar.

O Grêmio tentou responder com Isaque, aos 14’, quando depois de uma confusão da defesa adversária, pegou a sobra e chutou colocado, mas a bola saiu à esquerda da meta. Na sequência, foi a vez de Darlan chutar e a bola explodir na marcação. No lance, a bola pareceu bater no braço do defensor, mas a arbitragem, após análise do VAR, deu apenas escanteio.

Passados 33 minutos, Alisson recebeu um cruzamento da extrema esquerda e desviou para o gol, mas a bola subiu demais e passou por sobre a meta. Quatro minutos depois, após uma cobrança lateral, a bola chegou a Thiago Neves, que finalizou de primeira, obrigando Pitol a uma boa defesa.

Na reta final, o Caxias ainda pressionou, mas não conseguiu o gol que levaria a partida para os pênaltis.

Com o resultado do placar agregado, o Grêmio é campeão gaúcho, ao superar o Caxias por 3 a 2.

Fotos: Lucas Uebel | Grêmio FBPA

Continue lendo

Ler edição online

Facebook

Previsão do tempo

 

 

Popular