Contato
imagem

Esportes

lançamento do 40° EFIPAN Reúne Alegretenses na Capital Gaúcha em uma Noite de Homenagens

A exemplo do que tem ocorrido anualmente, o lançamento de mais uma edição do Efipan em Porto Alegre, ocorreu no Parque Gigante, na noite de sexta-feira, reunindo lideranças e a colônia alegretense. Foi uma noite especial porque o Efipan de 2020 será especial, comemorando seus 40 anos e projetando seu futuro e do Flamenguinho anfitrião que começa a sonhar bem mais com a Vila Olímpica.

 

De Alegrete, a comitiva foi liderada pelo prefeito em exercício, Cléo Severo Trindade, vereadores Celeni Viana, Luciano Belmonte e Rudi Pinto e representando o Esporte e Lazer do município, Jeferson da Rosa, o Jefinho. De Brasília, os cabeções da política de esportes do governo: General Décio Brasil, Secretário Nacional de Esportes; coronel Ronaldo Lima, secretário de futebol e Adenir Kniphoff, o maior projetista esportivo do Brasil e do Mundo, com 500 projetos na área de esportes e do social. De Porto Alegre, a turma da Casa do Alegrete, com 32 anos de atividades na capital e a colônia alegretense que compareceu em grande número. Foi um encontro de alegretenses para matar a saudade e falar de Alegrete. Na apresentação do evento, também um alegretense, narrador esportivo, professor e advogado e especialista em direito esportivo, Geraldo Andrade. Bagre Fagundes era o Canto Alegretense em pessoa, prestigiando a festa, assim como o professor, economista e desportista Paulo Renato Rodrigues.

Foi uma noite de homenagens a quem ajudou a construir a história do Efipan: Breno Pinheiro Prates, o seu criador nos anos 80; deputado federal Afonso Motta, Adão Vilaverde, Cleber Xavier, o Clebinho da Seleção Brasileira; Unipampa, Prefeitura de Alegrete; Paulo Roberto Falcão, Renato Lima (Tia Joana) presidente Noveletto (FGF), Ronaldo Lima, secretário de futebol e General Décio Brasil, secretário nacional dos esportes.

Prefeito em exercício Cléo Trindade falou em coragem e perseverança

O prefeito em exercício, Cléo Trindade, ao fazer seu pronunciamento no lançamento do Efipan que foi muito elogiado pelo público presente. Ele homenageou Toninho Fagundes “que fez o esporte acontecer com muita coragem e perseverança, elevando o nome de Alegrete para o mundo”. E reforçou o convite para a abertura do Efipan dia 17 de janeiro, aproveitando também para divulgar a 41ª Campereada Internacional de Alegrete a acontecer a partir de 1º. de fevereiro.

O General Décio Brasil, secretário nacional de esportes, fez um pronunciamento em que procurou identificar sua ligação com Alegrete quando prestou serviço militar no 12º. Batalhão de Engenharia logo que saiu da Academia Militar, e também a estreita ligação com Toninho Fagundes. Ao dizer de sua satisfação em participar do lançamento do Efipan, o general Brasil afirmou que, como secretário nacional de esportes, tem por obrigação participar desse tipo de iniciativa e elogiou o espírito do Efipan como projeto de esporte e inclusão social. Palavras ditas pelo general Brasil entusiasmaram o grupo presente, quando afirmou que o projeto da Vila Olímpica do Flamenguinho está sendo visto com muito carinho e que fará o que for possível dentro do que estiver alo alcance da secretaria dos esportes.

Do Efipan

O secretário nacional de futebol, coronel Ronaldo Lima, é o padrinho do projeto da Vila Olímpica. “Muita honra para mim essa designação”, comentou.

O secretário estadual adjunto de esportes referiu-se ao Efipan como espelho para todo o Brasil. É no Efipan onde tudo começa, completou. O mentor do Efipan, Breno Pinheiro Prates, ao receber a homenagem, lembrou os que ombrearam com ele a ideia e disse que Toninho Fagundes merece uma estátua por sua loucura. “Foi uma loucura que a sociedade de Alegrete quis fazer junto”. Alegrete, através do Efipan, entrou no mundo. Uma baita história, reforçou Breno Prates. Mas tarde, a ideia da estátua a Toninho seria compartilhada também por Rui Fabres, ao destacar a atuação da Casa do Alegrete.

O lançamento do Efipan na Capital foi oportunidade de um grande reencontro dos alegretenses que residem na Capital com seus conterrâneos, em nome do esporte.

 

Texto e Fotos: Alair Oliveira Almeida

Continue lendo
Publicidade
Comentários

Esportes

A bola volta a rolar nos campos de futebol de Alegrete

Em Reunião Realizada Hoje Pela Manhã na Prefeitura Municipal de Alegrete ficou Definido Que o Retorno do Futebol de Campo na Cidade sera Apartir da Segunda feira 21 de Setembro com Todos os Protocolos de Segurança sendo Realizados no Estádio Municipal Farroupilha sem a Presença de Torcida .
Participaram da Reunião Prefeito Marcio Amaral , Presidente da LAF Ramud Maruf, Diretor de Esportes Emerson Coelho e o Advogado Sivens Carvalho .

Continue lendo

Esportes

Deputado treina na Parceria Armas e ressalta o direito à auto-defesa

 

Treinar num estande de tiro profissional é um sonho de consumo de muitos. Alegrete tem um espaço modelo onde já recebeu até mesmo um campeão brasileiro de tiro olímpico.

A pista da Parceria se transformou em teferência para atiradores amadores, para apreciadores do tiro esportivo e profissionais da área como militares e policiais de toda a região.

Um recente visitante do local saiu admirado com o que viu e experimentou em Alegrete. Foi o deputado estadual Eric Lins, que dias atrás fez uma sessão de tiros nos estandes da Parceria Armas e depois usou de sua rede social para enaltecer o trabalho da empresa e defendeu o diireito do cidadão se defender.

“É evidente que a força policial não pode enfrentar sozinha todos os problemas de segurança. Por isso, os cidadãos de bem devem ter direito a autodefesa, para poder proteger a si e à sua família. Contudo, devemos nos capacitar para o manuseio de arma de fogo, como fiz em Alegrete, com o auxílio do instrutor Farias, do Clube de Tiro Parceria onde tive todo o suporte e estrutura. Legítima defesa é fundamental!”

Continue lendo

Esportes

Grêmio é tricampeão gaúcho, apesar da derrota em casa

 tarde deste domingo foi de emoção para os gremistas espalhados pelo mundo. Após vencer o Caxias no jogo de ida, por 2 a 0, o Tricolor acabou superado pela equipe da serra por 2 a 1, na Arena. Mas no placar agregado de 3 a 2, deu Grêmio, que com o resultado, levantou a taça de Campeão Gaúcho 2020, quebrando mais um recorde: a conquista em sequência do tricampeonato gaúcho, fato que não acontecia desde 1987.

O técnico Renato Portaluppi escalou sua equipe com força máxima, dentro dos atletas que estavam à disposição. Em campo, colocou Vanderlei, Victor Ferraz, Geromel, Kannemann, Cortez, Darlan, Lucas Silva, Jean Pyerre, Alisson, Éverton e Diego Souza. E logo nos minutos iniciais mostrou ofensividade. Aos 4’ ameaçou com Jean Pyerre, que cobrou uma falta da meia esquerda, colocando na pequena área, mas a defesa Grená afastou pela linha de fundo.

Mas não demorou para ser efetivo. Com 14 minutos de bola rolando, os gremistas abriram o placar com um golaço de Diego Souza. A jogada começou com um cruzamento da direita na área, em que Everton recebeu e acertou a trave. No rebote, Diego apareceu e estufou as redes, colocando o Grêmio na frente no marcador.

O Caxias tentou descontar com Diogo Oliveira, que recebeu e chutou a gol, mas a bola saiu à esquerda da meta defendida por Vanderlei. O Tricolor se manteve no ataque e levou novamente perigo aos 18’, com um chute forte de Jean Pyerre, de fora da área, que obrigou Marcelo Pitol a se esticar para tentar a defesa, mas a bola saiu à direita do gol.

Passada metade da etapa inicial, os visitantes tentaram com Claudinho, que recebeu na esquerda, saiu em velocidade, passando pela marcação até chutar cruzado. A bola veio com perigo, mas saiu à direita da meta de Vanderlei.

O Caxias conseguiu chegar ao empate aos 42 minutos, quando Ivan fez um cruzamento na pequena área, na cabeça de Laércio, deixando tudo igual na Arena.

O jogo se mostrou mais equilibrado na etapa complementar. Os primeiros a construírem uma jogada de ataque foram os gremistas, que tiveram uma falta da intermediária, de longa distância logo aos 3’. Everton cobrou, mas a bola terminou nas mãos do goleiro Marcelo Pitol.

A equipe da serra conseguiu virar o jogo com Vinicius Baiano aos 9’, que de dentro da área, finalizou. A bola bateu ainda e Kannemann e encobriu o goleiro Vanderlei, colocando o Caxias na frente no placar.

O Grêmio tentou responder com Isaque, aos 14’, quando depois de uma confusão da defesa adversária, pegou a sobra e chutou colocado, mas a bola saiu à esquerda da meta. Na sequência, foi a vez de Darlan chutar e a bola explodir na marcação. No lance, a bola pareceu bater no braço do defensor, mas a arbitragem, após análise do VAR, deu apenas escanteio.

Passados 33 minutos, Alisson recebeu um cruzamento da extrema esquerda e desviou para o gol, mas a bola subiu demais e passou por sobre a meta. Quatro minutos depois, após uma cobrança lateral, a bola chegou a Thiago Neves, que finalizou de primeira, obrigando Pitol a uma boa defesa.

Na reta final, o Caxias ainda pressionou, mas não conseguiu o gol que levaria a partida para os pênaltis.

Com o resultado do placar agregado, o Grêmio é campeão gaúcho, ao superar o Caxias por 3 a 2.

Fotos: Lucas Uebel | Grêmio FBPA

Continue lendo

Popular