Contato

Esportes

Grêmio perde e está fora da Copa do Brasil

A noite foi favorável para o Flamengo, nesta quarta-feira. O Grêmio viu os rivais fazerem gol bem no início e jogarem com o regulamento debaixo do braço até garantir o avanço à semifinal da Copa do Brasil. Derrotado por 1 a 0, 2 a 1 no agregado, ao Grêmio vale o discurso conhecido: agora é focar na Libertadores e no Brasileirão.

O Flamengo fez exatamente o que queria no começo do primeiro tempo. Foi para o abafa e abriu vantagem para, depois, fechar a casinha e tentar matar o jogo contra-ataques, com a qualidade dos seus jogadores ofensivos.

A encrenca para o Grêmio veio aos 5 minutos, num erro do lateral Cortez, que voltou à titularidade exatamente nessa partida. Vitinho cruzou e Cortez furou feio. A bola sobrou para Éverton Ribeiro que, de frente para o gol, fulminou no canto direito para fazer explodir em festa o Maracanã.

O Tricolor demorou um pouco para recuperar o equilibrio e quase viu o placar ficar mais complicado a favor dos donos da casa. Aos 11 minutos, Paquetá tabelou com Éverton Ribeiro e caiu ao dividir no corpo com Jailson. O lance chegou a ser analisado pelo árbitro de vídeo, mas o juiz mandou seguir, sem pênalti.

Aos 19, Marcelo Grohe teve que antecipar com coragem a tabela entre Éverton Ribeiro e Henrique Dourado para evitar o prejuízo. Dourado foi lançado na cara do gol, mas o goleirão correu muito antes para abafar e evitar o 2 a 0.

A partir daí, o Grêmio dominou as ações, mas produzindo poucas chances efetivas de gol. Aos 20, fez toda a formatação da jogada correta, dentro da área, mas a execução foi pífia. Cortez cruzou para André, que chegou atrasado. A zaga afastou e sobrou para Everton, mas o garoto furou de forma bizonha no voleio. Ainda veio a chance com Léo Moura, mas o lateral não chutou e fez um passe apertado para Maicon, que acabou desarmado. Três chances e nenhuma conclusão.

 

O primeiro chute só foi acontecer aos 34 minutos. Everton recebeu de Cortez na meia-lua, bateu desequilibrado e Diego Alves defendeu no canto esquerdo. O Cebolinha ainda perderia antes do intervalo, sem goleiro. Léo Moura acionou André, que mais uma vez ficou atrás da marcação, mas Ramiro recuperou o rebote. O volante bateu cruzado e chegou para Everton na pequena área, sem goleiro. Ele se desequilibrou e pegou embaixo da bola, isolando.

A segunda etapa começou com pressão total do Grêmio, sem deixar o Flamengo respirar. Só que faltou, novamente, a tal finalização. No primeiro minuto, Ramiro até tentou, depois de Léo Moura cruzar, André chegar atrasado e sobrar no alto. O volante puxou a bicicleta com convicção, mas pegou embaixo da bola.

Dois minutos depois, André foi lançado na cara do gol, olhou para Diego Alves, mas não tentou chutar. Rolou para a chegada de Everton. O atacante tentou se atirar para concluir, mas bateu desviado. Foram mais de dez minutos com o Tricolor em cima dos donos da casa, mas produzindo pouquíssimo em matéria de conclusões.

 

 FOTO: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

Aos 18 minutos, Renato finalmente desistiu de André e lançou Jael no ataque. O centroavante logo fez aquilo que se esperava. Ganhou de dois marcadores na trombada e chutou a gol. Mas Diego Alves catou firme no meio. Marinho aumentou a carga ofensiva no lugar de Léo Moura, mas o Grêmio começou a se desorganizar, facilitando a vida dos flamenguistas.

Flamengo que quase matou o jogo aos 31. Marlos Moreno correu nas costas da zaga e deslocou Marcelo Grohe. A bola tinha destino certo, mas Ramiro surgiu aos trancos e barrancos para evitar o 2 a 0. O Tricolor ainda teve Alisson no lugar de Maicon, mas desorganizado não encontrou o caminho para igualar. No fim, Douglas ainda levou amarelo no banco de reservas, ao deixar o local para repor a bola, sem gandulas nas laterais. Luan cobrou uma falta na área, mas Diego Alves pegou e veio o apito do árbitro: Tricolor eliminado nas quartas de final da Copa do Brasil.

Ficha técnica

Flamengo: Diego Alves, Rodinei, Léo Duarte, Réver, Renê, Cuéllar (Wilian Arão), Paquetá, Diego (Rômulo), Vitinho (Marlos Moreno), Henrique Dourado e Éverton Ribeiro. Técnico: Maurício Barbieri.

Grêmio: Marcelo Grohe, Léo Moura (Marinho), Geromel, Kannemann, Cortez, Jaílson, Maicon (Alisson), Ramiro, Luan, Everton e André (Jael). Técnico: Renato Portaluppi.

Arbitragem: Ricardo Marques Ribeiro (MG), auxiliado por Kleber Lucio Gil (SC) e Danilo Ricardo Simon Manis (SP). O árbitro de vídeo foi Raphael Claus (SP).

Público: 55.461 pessoas.

Com informações do CP

Continue lendo
Publicidade
Comentários

Esportes

Saiu o adversário nas semifinais do terceiro torneio do Palmeiras categoria principal

No domingo no farroupilha em um bom jogo jogaram river plate x Vera Cruz. Vitória do River  por 1 a 0 .

No próximo domingo dia 18, as semifinais serão
14:15.  River Plate x atlético  *
16:15  Cruzeiro x sindicato  *

*Não quer dizer que são nessa sequência

 

Durante a semana São os jogos nos horários corretos

Imagens: direção do river/direção do vera cruz 

 

 

Continue lendo

Esportes

A bola volta a rolar nos campos de futebol de Alegrete

Em Reunião Realizada Hoje Pela Manhã na Prefeitura Municipal de Alegrete ficou Definido Que o Retorno do Futebol de Campo na Cidade sera Apartir da Segunda feira 21 de Setembro com Todos os Protocolos de Segurança sendo Realizados no Estádio Municipal Farroupilha sem a Presença de Torcida .
Participaram da Reunião Prefeito Marcio Amaral , Presidente da LAF Ramud Maruf, Diretor de Esportes Emerson Coelho e o Advogado Sivens Carvalho .

Continue lendo

Esportes

Deputado treina na Parceria Armas e ressalta o direito à auto-defesa

 

Treinar num estande de tiro profissional é um sonho de consumo de muitos. Alegrete tem um espaço modelo onde já recebeu até mesmo um campeão brasileiro de tiro olímpico.

A pista da Parceria se transformou em teferência para atiradores amadores, para apreciadores do tiro esportivo e profissionais da área como militares e policiais de toda a região.

Um recente visitante do local saiu admirado com o que viu e experimentou em Alegrete. Foi o deputado estadual Eric Lins, que dias atrás fez uma sessão de tiros nos estandes da Parceria Armas e depois usou de sua rede social para enaltecer o trabalho da empresa e defendeu o diireito do cidadão se defender.

“É evidente que a força policial não pode enfrentar sozinha todos os problemas de segurança. Por isso, os cidadãos de bem devem ter direito a autodefesa, para poder proteger a si e à sua família. Contudo, devemos nos capacitar para o manuseio de arma de fogo, como fiz em Alegrete, com o auxílio do instrutor Farias, do Clube de Tiro Parceria onde tive todo o suporte e estrutura. Legítima defesa é fundamental!”

Continue lendo

Ler edição online

Facebook

Previsão do tempo

 

 

Popular