Contato

Esportes

Jogo com granizo e apagões deu Inter no Horto

Em uma partida imprevisível o Inter enfrentou granizo, chuva, falta de luz e conseguiu a sua primeira vitória no estádio Independência desde que ele foi reformado, em 2012. Em um jogo em que o segundo tempo terminou aos 72 minutos, os colorados superaram granizo, queda de luz e gramado pesado até conseguirem a vitória por 1 a 0 sobre o Atlético-MG, pela 17ª rodada do Brasileirão. Edenilson foi o herói da noite.

Com a vitória, o Inter retoma a terceira colocação, agora com 32 pontos – a três do líder São Paulo. Além disso, abre cinco do Atlético-MG, quinto colocado. Na próxima rodada, o Inter joga na segunda-feira, novamente. A equipe de Odair Hellmann encara o Fluminense, no Maracanã. Um dia antes, o Galo recebe o Santos.

Muita marcação, poucas chances

Contando com a pressão da torcida, o Atlético-MG tratou de se jogar para frente assim que a bola rolou. Em três minutos, a equipe da casa criou duas oportunidades e deu a mostra do que aguardava o Inter no Horto. Mas logo depois, a zaga se acertou e evitou que o goleiro Marcelo Lomba passasse por maus bocados.
Ainda que o colombiano Yimmi Chará estivesse causando problemas para a defesa colorada, especialmente pela esquerda, foi pela direita – e num erro de passe – que surgiu a melhor oportunidade dos donos da casa. E isso só aos 31. A bola sobrou logo para Ricardo Oliveira. Ele recebeu, girou e bateu no canto de Lomba, que fez a defesa em dois tempos.

 

A resposta do Inter veio três minutos em seguida. Patrick aproveitou cochilo da marcação e escapou pela esquerda. Ele cruzou rasteiro. Jonatan Alvez havia passado da bola, mas conseguiu recuperá-la e encostou para William Pottker que, de primeira, mandou por cima da meta de Victor. Daí até o fim do primeiro tempo, muita troca de passe e marcação de ambos os times.

Granizo, falta de luz e gol em jogada rápida

O Atlético retomou as ações ofensivas assim que a partida recomeçou. Com mais força, não deu folga à zaga colorada até os 7 minutos, quando o jogo foi interrompido devido a um temporal de granizo que atingiu o estádio e paralisou o duelo por quase 10 minutos. Quando o jogo foi retomado, não durou nem mais dois minutos, quando então faltou luz no Horto.

 

Passados 25 minutos da primeira interrupção, enfim o jogo recomeçou para valer. E aí sim o Inter entrou em campo e deixou de lado a postura defensiva. Isso aconteceu a partir da mudança com a entrada de Rossi no lugar de Jonatan Alvez. Pela esquerda – onde a bola rolava melhor ao contrário da alagada faixa direita – que o ataque colorado construiu boas jogadas, mas seguidas tentativas de Nico López acabaram bloqueadas pela marcação. Quando acertou um cabeceio, no cruzamento de Fabiano, Victor voou no canto e fez a defesa.

Em meio a um gramado pesado, o Galo também teve suas chances. A melhor delas foi num contra-ataque. Chará lançou Ricardo Oliveira, que dominou entre dois marcadores aos 49. Ele pifou Terans, que invadia a área. Ele bateu cruzado e para fora. Com o jogo mais franco, o Inter aproveitou-se da bobeira da defesa. Nico cobrou rápido para Patrick, que desviou de peito para Edenilson, que entrava na área. O volante bateu no canto e abriu o placar.

 

Nervoso, o Atlético passou a abusar dos cruzamentos depois de levar o gol. Todos rechaçados. Ironicamente, a melhor chance aconteceu por baixo, aos 69, quando Cuesta escorregou e a bola se ofereceu para Luan. Ele dominou e bateu no canto e acertou a trave. No rebote, Iago afastou antes do chute de Chará. E aí ficou claro que se a bola não entrou neste lance, já não entraria mais. Foi questão de segurar o jogo e esperar o demorado apito final.

Brasileirão – 17ª rodada

Atlético-MG 0

Victor; Emerson, Leonardo Silva, Maidana, C. Gabriel; Zé Welison, Matheus Galdezani (Terans), Elias (Nathan) e Luan; Yimmi Chará e Ricardo Oliveira. Técnico: Thiago Larghi

Inter 1

Marcelo Lomba; Fabiano, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Patrick, Edenilson, Nico López (D’Alessandro) e William Pottker; Jonatan Alvez (Rossi). Técnico: Odair Hellmann

Gol: Edenilson (56/2)

Arbitragem: Jailson Freitas

Cartões amarelos: Zé Welison; Iago

Fotos: Ricardo Duarte/ SCI
Com informações do CP

Continue lendo
Publicidade
Comentários

Esportes

Saiu o adversário nas semifinais do terceiro torneio do Palmeiras categoria principal

No domingo no farroupilha em um bom jogo jogaram river plate x Vera Cruz. Vitória do River  por 1 a 0 .

No próximo domingo dia 18, as semifinais serão
14:15.  River Plate x atlético  *
16:15  Cruzeiro x sindicato  *

*Não quer dizer que são nessa sequência

 

Durante a semana São os jogos nos horários corretos

Imagens: direção do river/direção do vera cruz 

 

 

Continue lendo

Esportes

A bola volta a rolar nos campos de futebol de Alegrete

Em Reunião Realizada Hoje Pela Manhã na Prefeitura Municipal de Alegrete ficou Definido Que o Retorno do Futebol de Campo na Cidade sera Apartir da Segunda feira 21 de Setembro com Todos os Protocolos de Segurança sendo Realizados no Estádio Municipal Farroupilha sem a Presença de Torcida .
Participaram da Reunião Prefeito Marcio Amaral , Presidente da LAF Ramud Maruf, Diretor de Esportes Emerson Coelho e o Advogado Sivens Carvalho .

Continue lendo

Esportes

Deputado treina na Parceria Armas e ressalta o direito à auto-defesa

 

Treinar num estande de tiro profissional é um sonho de consumo de muitos. Alegrete tem um espaço modelo onde já recebeu até mesmo um campeão brasileiro de tiro olímpico.

A pista da Parceria se transformou em teferência para atiradores amadores, para apreciadores do tiro esportivo e profissionais da área como militares e policiais de toda a região.

Um recente visitante do local saiu admirado com o que viu e experimentou em Alegrete. Foi o deputado estadual Eric Lins, que dias atrás fez uma sessão de tiros nos estandes da Parceria Armas e depois usou de sua rede social para enaltecer o trabalho da empresa e defendeu o diireito do cidadão se defender.

“É evidente que a força policial não pode enfrentar sozinha todos os problemas de segurança. Por isso, os cidadãos de bem devem ter direito a autodefesa, para poder proteger a si e à sua família. Contudo, devemos nos capacitar para o manuseio de arma de fogo, como fiz em Alegrete, com o auxílio do instrutor Farias, do Clube de Tiro Parceria onde tive todo o suporte e estrutura. Legítima defesa é fundamental!”

Continue lendo

Ler edição online

Facebook

Previsão do tempo

 

 

Popular