Contato

Cidade

Regional de Saúde luta pela permanência do Hemocentro

O Hemocentro Regional de Alegrete pode fechar. Sim, esta foi a informação recebida pelos órgãos envolvidos na gestão, funcionamento da instituição e pela comunidade. A transformação do local em um posto de coleta preocupa a sociedade, gera dúvidas na qualidade do transporte e, principalmente, no retorno do material coletado para a nossa região. O Em Questão conversou com a coordenadora da 10ª Coordenadoria Regional de Saúde, Heili Temp, sobre o tema polêmico.
“Há 15 anos o trabalho é realizado com eficiência. E em time que está ganhando não se mexe”, enfatiza a coordenadora logo no início da entrevista. Ela explica que a proposta foi recebida da Secretaria Estadual de Saúde, na terça-feira da semana passada (17), e ainda durante o encontro foi rejeitada – por unanimidade por todos os representantes do Hemocentro.
Conforme Heili, a proposta de levar o Hemocentro para Santa Maria e transformar Alegrete em apenas um ponto de coleta surge pela reestruturação do sistema. Assim como Alegrete, Santa Cruz também seria transformada em um ponto de coleta.
O Hemocentro de Alegrete abastece seis municípios da região: Alegrete, Itaqui, Rosário do Sul, São Gabriel, Santana do Livramento, Quaraí; e um de fora: São Francisco de Assis. Sete cidades que recebem unidades de sangue com garantia assegurada, conforme apontam técnicos da 10° CRS.
O motivo da mudança
A proposta de reestruturação é a justificativa apresentada pela Secretaria Estadual de Saúde que ganha força aliada ao fato de Santa Maria ser um centro maior, a abertura do Hospital Regional e a aquisição de um aparelho mais moderno para análise. Ainda assim, a coordenadora destaca que, desde o início, nenhum dos municípios da região Fronteira-Oeste deixou de ser assistido com qualidade corroborada por exames de referência. “Nossa máquina é mais antiga, mas a eficácia é a mesma”, salienta.
Uma incerteza apontada por Heili, caso a transferência seja feita, é o retorno desses volumes para a nossa região. “Em Santa Maria a demanda é muito maior. Quem garante que esse sangue volte? Daqui a pouco vamos ter que aumentar a coleta”, analisa.
Atualmente, são necessárias uma média de 450 bolsas por mês para abastecer as cidades contempladas.
A segurança do trajeto
 
Com a mudança de sistema, os volumes seriam coletados nas sete cidades e encaminhados para análise em Santa Maria. E, de lá seria feita a redistribuição. Como a própria coordenadora exemplifica, o sangue que sai de Itaqui – por exemplo, percorre a quilometragem até Alegrete, segue para o centro do Estado e, só após análise lá, ele retorna. “Ao todo são quase mil quilômetros que esse sangue viaja. Qual a qualidade? E qual a qualificação do profissional que transporta?”, pontua.
E todo o trabalho desenvolvido?
 
A equipe do Hemocentro Regional de Alegrete hoje emprega cerca de 26 funcionários, com a mudança metade seria demitida. Além disso, Heili questiona o que seria feito com o prédio construído e demais componentes. “Temos material comprado até setembro. E a emenda de R$400 mil já aprovada para a ampliação do Hemocentro?”, cobra a profissional.
Na próxima quarta-feira (03), uma reunião será  realizada em Porto Alegre, com o secretário estadual de Saúde, para discutir o assunto. Várias autoridades já confirmaram presença, entre elas o Executivo Municipal e a 10° Coordenadoria Regional de Saúde. “O nosso posicionamento já foi definido e é por essa bandeira que vamos lutar. O Hemocentro não pode sair daqui”, conclui Heili.
Continue lendo
Publicidade
Comentários

Cidade

Ciclofaixa será inaugurada neste sábado com pedalada

Uma pedalada marcará a inauguração oficial da ciclofaixa da avenida Tiaraju, em Alegrete, neste sábado, às 16h. O evento é organizado pela Prefeitura em parceria com grupos de ciclistas, mas também é aberto à participação de outros ciclistas amadores e visa divulgar e incentivar o uso da bicicleta entre a população.

A pedalada, que terá todos os protocolos sanitários respeitados, percorrerá um trajeto de 6,0 km (3 de ida e 3 de volta) e sairá da frente do obelisco “Será o momento de lançar não só uma faixa na rua, mas um estilo de vida que está ligado à mobilidade com segurança, meio ambiente e qualidade de vida das pessoas”, afirmou o prefeito Márcio Amaral, que também participará da pedalada ao lado do vice-prefeito Jesse Trindade.

Durante a semana, equipes trabalharam na pintura e sinalização da ciclofaixa, que teve o investimento de R$ 160 mil. A pista exclusiva para o tráfego de ciclistas ocupará um espaço que antes servia apenas para veículos, sendo uma importante ligação a zona leste da cidade.

Segundo vice-prefeito Jesse Trindade, a ciclofaixa será a primeira parte de um futuro circuito ciclístico que a Prefeitura pretende implantar no município. “Temos muito trabalho pela frente. Nosso compromisso, plano de governo, contemplava projetos de ciclovias e ciclofaixas. Estamos projetando uma rota que contemple várias regiões da cidade, até para que as pessoas se sintam convidadas a adotar esta prática como rotina em seus deslocamentos”, disse Jesse.

Continue lendo

Cidade

Peruzzo repassa alimentos doados por clientes à Santa Casa

 

Numa iniciativa da Rede Peruzzo de Supermercados, foram entregues alimentos doados por seus clientes à Santa Casa de Alegrete.

Presentes no ato os gerentes da Barros Cassal, senhor Cássio Alissandro Rodrigues, pelo Ecomix, senho Josiel da Luz Santos, e Márcio Marchezan pelo mercado da Venâncio Aires.

Representando a Santa Casa, senhora Márcia Ferreira, supervisora de nutrição, e Carlos Mello, diretor de imagem. Foi entregue nessa ocasião uma tonelada de alimento.

Continue lendo

Cidade

Vereadores acompanham Prefeito nas obras do Aeroporto

    A convite da Administração Municipal, na manhã desta  quinta-feira, os vereadores  estiveram no Aeroporto Gaudêncio  Ramos para conhecerem o ritmo de obras  da estação de passageiros e da pista de pouso e decolagem com vistas ao reinício  dos voos comerciais.  A presidente Firmina Soares, acompanhada  dos vereadores  Eder Fioravante, João Leivas, Jaime Duarte, Ênio Bastos,Vagner Fan, Luciano Belmonte, Glênio Bolsson e Itamar Rodriguez,  foram recebidos  pelo prefeito Márcio Amaral, vice-prefeito Jesse Trindade Santos e secretários municipais.

Acompanharam o andamento das obras tanto de melhorias da estação de passageiros  quanto da pista que está recebendo nova camada asfáltica. A intervenção política do deputado Frederico Antunes, foi destacada pela bancada do PP, em vídeo distribuído nas redes sociais.

 

 

A empresa Construtora Alegretense é encarregada das obras e o investimento, conforme informou o prefeito Márcio, passa de R$ 300 mil.

 

 As melhorias deverão estar concluídas a tempo de ser feita a vistoria final  do aeroporto, tendo em vista que no dia 3 de agosto  terão início os voos   entre Alegrete e a Capital do Estado, a cargo da empresa Azul, momento considerado muito importante para a alavancada do desenvolvimento do município. 

Continue lendo

Ler edição online

Facebook

Previsão do tempo

 

 

Popular