Contato

Cidade

Solidariedade para ajudar família que perdeu tudo em incêndio

 

Um raio devastou a casa de uma família a 40 km da cidade. Foi perda total

 

Um incêndio expôs uma família do Durasnal a uma situação de vulnerabilidade total: a casa do capataz Lacides Vanderlei Serpa de Souza teve queima total, com todos os seus pertences, que estavam dentro do imóvel e num galpão anexo à casa. Foi no meio da tarde de terça-feira, quando o raio atingiu o imóvel. A casa de madeira queimou em questão de minutos.

Naquele horário o filho do casal estava na escola, no André Figueira, o Polo do Durasnal, a 40 km da cidade. O que nunca acontecia na rotina da família, é que a esposa do capataz dona Maria Suzana de Souza, foi junto com o marido para o local de trabalho dele. Por isso, não havia ninguém em casa na hora no estrondo que incendiou o imóvel.

Desesperados com a perda total dos bens, mas agradecidos por estarem vivos, desde então estão parando no galpão cedido por um vizinho. Nesta quarta-feira a direção da escola iniciou a campanha de coleta de donativos, e uma primeira caixa de alimentos foi doada por alunos, professores e vizinhos e levada para o casal e o filho.

Na Casa do Produtor, no Durasnal também há um ponto de coleta. Durante a tarde o sargento Adão Roberto, do Corpo de Bombeiros, juntamente com o fotógrafo Pedro Mello, do www.emquestao.com.br, e o Grupo Esporte Em Ação (G.E.A)  também iniciaram uma ação voluntária de coletar mantimentos e agasalhos, roupas e até roupa de cama, pequenos utensílios domésticos, para ajudar o seu Lacides e a dona Maria Suzana, tentarem remontar o básico de sua casa.

“O Corpo de Bombeiros será o local para centralizar o recolhimento destes donativos”, ressaltou Adão Roberto, após receber o sinal verde do comando da guarnição local.

Continue lendo
Publicidade
Comentários

Cidade

Caminhão de terceirizada da Corsan tomba perto da Caridade

 

Um caminhão caçamba, de empresa terceirizada da Corsan, acaba de capotar na rua General Sampaio, na frente da Capela Metodista, a poucos metros da Santa Casa de Caridade.

Não há vítimas. Porém, um veículo que estava estacionado no local foi atingido. O caminhão transportava uma carga de massa asfáltica.

Continue lendo

Cidade

Reunião de organização do Brick da Praça define regras para o evento

 
Nesta quarta-feira, 21, aconteceu no Centro Cultural de Alegrete a reunião da equipe de organização do próximo Brick da Praça. A feira de economia solidária acontecerá no dia 14 de agosto, das 10h às 16h, na Praça Getúlio Vargas.

A feira vai acontecer com a participação de membros já inscritos e as novas inscrições serão retomadas a partir do mês de setembro. Mais informações podem ser obtidas através do e-mail da Diretoria de Cultura: [email protected] .

As normas para os participantes do evento foram definidas na reunião entre a secretária de Educação, Cultural, Esporte e Lazer, ngela Viero e a diretora de Cultura, Andrea Oliveira, seguindo as orientações da Vigilância Sanitária e da Secretaria de Saúde.

Normas para participação no Brick da Praça:

Bancas devem ficar a 3 metros de distância uma da outra;
Cada banca é responsável por não deixar que se forme aglomeração em seu entorno. Sendo obrigatório orientar a população, sendo obrigatório o uso de máscaras, disponibilizar álcool gel e também lixeiras;
É proibido o uso de churrasqueiras na praça;
É proibido o uso de tomadas e extensões;
Pessoas que trabalham em bancas que comercializam alimentos não embalados devem usar luvas e touca descartável, e nas que comercializam alimentos embalados é obrigatório o uso de luvas;
Cada banca deve ter no máximo três briqueiros;
Apenas será permitido comercializar laticínios e produtos derivados de leita a aqueles que possuam registro e documentação oficial;
As primeiras edições não contarão com apresentações artísticas, com o objetivo de evitar aglomerações;
Será dada preferência para estabelecer bancas no contorno externo da praça, sem haver lugares marcados.

A equipe da cultura responsável pela organização do Brick da Praça é composta por Andrea Oliveira, Bibiana Fontoura, Marielly Fogaça, Mano Fontoura, Ana Claudia, Indiana Ribeiro e Liliana Lacerda.

Continue lendo

Cidade

Casa do Empreendedor realiza capacitação de equipe

 
A Secretaria de Desenvolvimento Econômico, através da Casa do Empreendedor, realizou na manhã desta segunda-feira, 19, capacitação da equipe para adequação ao Decreto 427/2021 que estabelece novas normas para a Inscrição do Alvará e da Inscrição Municipal.

O novo decreto, publicado hoje, 19 de julho, regulamenta em âmbito do Município, a Lei Federal nº 11.598, de 3 de dezembro de 2007, que “Estabelece diretrizes e procedimentos para a simplificação e integração do processo de registro e legalização de empresários e de pessoas jurídicas, cria a Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios – REDESIM” e nº 13.874, de 20 de setembro de 2019, que “Institui a Declaração de Direitos de Liberdade Econômica.

Continue lendo

Popular