Contato

Notícias Agora

Políticos bandidos desviaram R$ 100 milhões

A investigação que culminou na operação “Custo Brasil”, deflagrada pela Polícia Federal (PF), Receita Federal e Ministério Público Federal (MPF) nesta quinta-feira, descobriu um esquema que desviou R$ 100 milhões do Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão (MPOG), entre 2010 e 2015, em propinas para funcionários públicos e políticos. O ex-ministro da pasta, Paulo Bernardo, foi preso no apartamento funcional da esposa, a senadora Gleisi Hoffman, em Brasília.

De acordo com o MPF, a fraude ocorreu na contratação de uma empresa responsável por empréstimos consignados. O esquema se baseava em contratos fictícios entre a empresa Consist e escritórios de advocacia. O repasse era feito por meio de pagamentos de despesas pessoais e saques. A empresa destinava 70% do contrato como propina. Desse montante, 80% iam para “parceiros” e 20% para intermediadores. Cerca de 20% das propinas foram destinadas ao PT. O dinheiro saía da empresa Consist, seguia para escritórios subcontratados e era distribuído aos destinatários.

Paulo Bernardo recebia propinas por meio de um escritório de advocacia, segundo o MPF. Três escalões do MPOG tiveram participação no esquema: Bernardo, secretários e outros servidores. Mesmo depois de sair do ministério, Bernardo continuou recebendo propinas do esquema. Ele recebeu 9% no início, fatia que caiu para 2% quando deixou o ministério.

Conforme o MPF, o ex-ministro Carlos Gabas, alvo de condução coercitiva, também participou das irregularidades, mas recebia dinheiro por outro escritório de advocacia. Já o ex-tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, definia os percentuais de todos os envolvidos no esquema, inclusive os destinados ao partido. O ex-vereador do PT, Alexandre Romano, tinha várias empresas e, por meio delas, repassava dinheiro ao partido. Ele era um dos parceiros do esquema.

De acordo com o MPF, a operação “Custo Brasil” se baseia em farto conjunto probatório: 80 mil documentos já reunidos. Ainda não há evidências de uso do dinheiro em campanhas eleitorais.

Continue lendo
Publicidade
Comentários

Notícias Agora

De engenharia no RS a atriz internacional na China: quem é a gaúcha Miss Brasil 2020?

Concurso em formato inédito ocorreu nesta quinta-feira e foi transmitido online

A gaúcha de Porto Alegre de 27 anos, Julia Gama, foi coroada Miss Brasil 2020 em cerimônia inédita sem plateia nesta quinta-feira (20). A posse durou um pouco mais de 20 minutos e Julia recebeu a coroa das mãos da Miss Brasil 2019, Júlia Horta. Em decorrência das consequências da Covid-19 em segurança a saúde, a comissão do concurso foi formada apenas por integrantes da Organização Miss Brasil.

Fluente em três idiomas a gaúcha, como agradecimento a coroa, disse em português que deseja “levar o nome do Brasil ao mundo, mas não sozinha”, em espanhol, afirmou querer “ser uma plataforma para a voz latina”, já e em mandarim, concluiu a fala destacando que pretende “encorajar as pessoas a brilharem”. Julia cursou até o terceiro ano da graduação de engenharia química no Rio Grande do Sul e hoje é atriz internacional na China.

 

Em uma publicação no Instagram escreveu: “Eu não canso de ter esperança de ser tudo que sonho – Julia Gama 2014” para relatar a fé nos últimos seis anos de trabalho, “de menina à mulher. Ainda na postagem menciona a valorização e dedicação em seus sonhos: “Que a gente saiba que com integridade, persistência e fé é possível realizar qualquer coisa”, escreveu. A mulher pretende representar o Brasil em toda sua diversidade.

Miss Brasil 2020 foi o 66º ano de participação do Brasil no Miss Universo. A gaúcha sucedeu a mineira jornalista, comunicadora, palestrante e modelo brasileira, Júlia Horta. Com a vitória no dia 9 de março na São Paulo Expo frente a um público de 15 mil pessoas, Júlia tornou-se a nona candidata do estado de Minas Gerais a ostentar a faixa nacional.

Assista:

 

Por: Valesca Luz / Acústica FM – Foto: Divulgação / Instagram

Continue lendo

Manchete

Vídeos-Noite fria com neve e chuva gelada na Serra

Depois de uma semana com temperaturas altas, o frio voltou com força total ao Rio Grande do Sul no final da noite deste domingo (16).

Em Porto Alegre, a mínima registrada na manhã na última segunda-feira (17) foi de 7,5°C. No interior do Estado, os termômetros registram temperaturas ainda menores: o município de São Jose dos Ausentes teve mínima de -0,2°C. Na serra gaúcha chegou a nevar em pelo menos seis municípios – Gramado, Canela, Caxias do Sul, Bom Jesus, São Francisco de Paula, Pinheiro Machado e Palmeira das Missões. A drástica mudança começou com a chegada de uma forte massa de ar polar vinda da Argentina, que também derrubou as temperaturas no Uruguai e no Chile.

 

Continue lendo

Manchete

Lixo retirado pelos garis pegou fogo antes de ser colocado no caminhão

Na noite desta sexta-feira os garis da coleta do lixo foram surpreendidos com mais uma ação irresponsável por parte da população. Durante o recolhimento na avenida Eurípedes Brasil Milano, um saco com brasas acesas pegou fogo, colocando em risco a integridade física dos profissionais.

Mais um ato que demonstra a falta de consciência de algumas pessoas. Pedimos a colaboração de todos para que isso não se repita, pois ações como esta podem causar sérios acidentes.

Veja no vídeo abaixo registrado pelo pessoal da Coleta.

 

Continue lendo

Ler edição online

Facebook

Previsão do tempo

 

 

Popular