Contato

Notícias Agora

Políticos bandidos desviaram R$ 100 milhões

A investigação que culminou na operação “Custo Brasil”, deflagrada pela Polícia Federal (PF), Receita Federal e Ministério Público Federal (MPF) nesta quinta-feira, descobriu um esquema que desviou R$ 100 milhões do Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão (MPOG), entre 2010 e 2015, em propinas para funcionários públicos e políticos. O ex-ministro da pasta, Paulo Bernardo, foi preso no apartamento funcional da esposa, a senadora Gleisi Hoffman, em Brasília.

De acordo com o MPF, a fraude ocorreu na contratação de uma empresa responsável por empréstimos consignados. O esquema se baseava em contratos fictícios entre a empresa Consist e escritórios de advocacia. O repasse era feito por meio de pagamentos de despesas pessoais e saques. A empresa destinava 70% do contrato como propina. Desse montante, 80% iam para “parceiros” e 20% para intermediadores. Cerca de 20% das propinas foram destinadas ao PT. O dinheiro saía da empresa Consist, seguia para escritórios subcontratados e era distribuído aos destinatários.

Paulo Bernardo recebia propinas por meio de um escritório de advocacia, segundo o MPF. Três escalões do MPOG tiveram participação no esquema: Bernardo, secretários e outros servidores. Mesmo depois de sair do ministério, Bernardo continuou recebendo propinas do esquema. Ele recebeu 9% no início, fatia que caiu para 2% quando deixou o ministério.

Conforme o MPF, o ex-ministro Carlos Gabas, alvo de condução coercitiva, também participou das irregularidades, mas recebia dinheiro por outro escritório de advocacia. Já o ex-tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, definia os percentuais de todos os envolvidos no esquema, inclusive os destinados ao partido. O ex-vereador do PT, Alexandre Romano, tinha várias empresas e, por meio delas, repassava dinheiro ao partido. Ele era um dos parceiros do esquema.

De acordo com o MPF, a operação “Custo Brasil” se baseia em farto conjunto probatório: 80 mil documentos já reunidos. Ainda não há evidências de uso do dinheiro em campanhas eleitorais.

Continue lendo
Publicidade
Comentários

Notícias Agora

De engenharia no RS a atriz internacional na China: quem é a gaúcha Miss Brasil 2020?

Concurso em formato inédito ocorreu nesta quinta-feira e foi transmitido online

A gaúcha de Porto Alegre de 27 anos, Julia Gama, foi coroada Miss Brasil 2020 em cerimônia inédita sem plateia nesta quinta-feira (20). A posse durou um pouco mais de 20 minutos e Julia recebeu a coroa das mãos da Miss Brasil 2019, Júlia Horta. Em decorrência das consequências da Covid-19 em segurança a saúde, a comissão do concurso foi formada apenas por integrantes da Organização Miss Brasil.

Fluente em três idiomas a gaúcha, como agradecimento a coroa, disse em português que deseja “levar o nome do Brasil ao mundo, mas não sozinha”, em espanhol, afirmou querer “ser uma plataforma para a voz latina”, já e em mandarim, concluiu a fala destacando que pretende “encorajar as pessoas a brilharem”. Julia cursou até o terceiro ano da graduação de engenharia química no Rio Grande do Sul e hoje é atriz internacional na China.

 

Em uma publicação no Instagram escreveu: “Eu não canso de ter esperança de ser tudo que sonho – Julia Gama 2014” para relatar a fé nos últimos seis anos de trabalho, “de menina à mulher. Ainda na postagem menciona a valorização e dedicação em seus sonhos: “Que a gente saiba que com integridade, persistência e fé é possível realizar qualquer coisa”, escreveu. A mulher pretende representar o Brasil em toda sua diversidade.

Miss Brasil 2020 foi o 66º ano de participação do Brasil no Miss Universo. A gaúcha sucedeu a mineira jornalista, comunicadora, palestrante e modelo brasileira, Júlia Horta. Com a vitória no dia 9 de março na São Paulo Expo frente a um público de 15 mil pessoas, Júlia tornou-se a nona candidata do estado de Minas Gerais a ostentar a faixa nacional.

Assista:

 

Por: Valesca Luz / Acústica FM – Foto: Divulgação / Instagram

Continue lendo

Manchete

Vídeos-Noite fria com neve e chuva gelada na Serra

Depois de uma semana com temperaturas altas, o frio voltou com força total ao Rio Grande do Sul no final da noite deste domingo (16).

Em Porto Alegre, a mínima registrada na manhã na última segunda-feira (17) foi de 7,5°C. No interior do Estado, os termômetros registram temperaturas ainda menores: o município de São Jose dos Ausentes teve mínima de -0,2°C. Na serra gaúcha chegou a nevar em pelo menos seis municípios – Gramado, Canela, Caxias do Sul, Bom Jesus, São Francisco de Paula, Pinheiro Machado e Palmeira das Missões. A drástica mudança começou com a chegada de uma forte massa de ar polar vinda da Argentina, que também derrubou as temperaturas no Uruguai e no Chile.

 

Continue lendo

Manchete

Lixo retirado pelos garis pegou fogo antes de ser colocado no caminhão

Na noite desta sexta-feira os garis da coleta do lixo foram surpreendidos com mais uma ação irresponsável por parte da população. Durante o recolhimento na avenida Eurípedes Brasil Milano, um saco com brasas acesas pegou fogo, colocando em risco a integridade física dos profissionais.

Mais um ato que demonstra a falta de consciência de algumas pessoas. Pedimos a colaboração de todos para que isso não se repita, pois ações como esta podem causar sérios acidentes.

Veja no vídeo abaixo registrado pelo pessoal da Coleta.

 

Continue lendo

Popular