Contato

Tecnologia

Novo Galaxy chega ao mercado com muitas inovações

Os modelos Galaxy S7 e S7 edge são os últimos lançamentos da empresa e chegaram no Brasil em abril. Pegando o smartphone pela primeira vez, o que chama a atenção é o design (em metal e vidro) e o fato de ser realmente confortável de manusear – ou seja, se você fica horas com o celular na mão, tudo bem. Mas não é só nisso que os aparelhos se destacam, conheça os principais features, que fazem diferença na linha S7.

Câmera

Se você procura fotografias nítidas e detalhadas, até em ambientes com pouca luminosidade, a lente F1.7 e pixels maiores de 1.4 µm fazem um bom trabalho. O desempenho  com pouca luz, aliás, foi reforçado por diversos influenciadores que testaram a câmera em uma ação conjunta com a marca.* Outro ponto forte é o foco, que ficou duplamente melhor, graças ao Dual Pixel de 12MP. Na prática, você ganha em rapidez e precisão para tirar a foto.

Resistência à água e ao pó

Hoje em dia, todo mundo quer usar o smartphone para compartilhar experiências, recordações e o que mais gostam de fazer. E no Galaxy S7, encontraram um grande parceiro, isso porque o aparelho recebe a classificação IP68: o que significa proteção contra água e poeira. Você não precisa se preocupar se o seu Galaxy molhar na chuva, por exemplo, ou até mesmo sujar. No último caso, basta lavar com água corrente.

Bateria

Essa vai para quem curte usar e produzir muito com o smartphone: a bateria do S7 ( com 3000 mAh) e do S7 edge (com 3600 mAh) tem duração enorme, mesmo em plena capacidade. Isso significa que você pode assistir a vídeos, usar os aplicativos que desejar, conversar com os amigos e ouvir músicas por horas. Outra boa notícia é que apesar da bateria ser maior em tamanho, o tempo de carregamento é curto.

Memória

Uma ótima possibilidade para aproveitar ao máximo o smartphone é a memória expansível de até 200GB. O Galaxy S7 e S7 edge apresentam um suporte para cartão microSD e você terá muito mais espaço para guardar todos os arquivos, fotos e vídeos. Já pensou não ter que apagar mais todos aqueles memes dos grupos no WhatsApp, por exemplo?

Continue lendo
Publicidade
Comentários

Manchete

Possível bug no Facebook troca miniatura de links por foto com sexo explícito

Usuários do Facebook estão relatando um suposto bug que causa a exibição de imagens pornográficas no feed. Segundo depoimentos publicados nas redes sociais nesta quinta-feira (27), fotos com sexo explícito estariam sendo exibidas na miniatura que acompanha o compartilhamentos de links provenientes de sites legítimos, incluindo veículos renomados da imprensa. Algumas pessoas também dizem ter visto o material impróprio em posts impulsionados, ou seja, cuja empresa responsável pagou pela veiculação. No entanto, o clique no material leva a pessoa ao conteúdo correto e não a um site adulto.

Por enquanto, ainda não está claro se é uma falha no site, mas, em resposta ao TechTudo, o Facebook confirmou que está ciente do problema e segue investigando a situação: “Estamos cientes de que algumas pessoas estão relatando terem visto conteúdos impróprios no Facebook que violam nossas políticas. Estamos trabalhando para identificar e remover tais conteúdos o quanto antes”, explica um porta-voz da empresa.

A maioria dos usuários diz que as imagens começaram a aparecer entre quarta (26) e esta quinta-feira (27). No Twitter, uma internauta relata que por pouco não formatou o computador pensando se tratar de um vírus. No entanto, logo percebeu que o aparente bug não havia acontecido somente com ela. Além disso, prints que circulam na web e diversas outras queixas levam a crer que as fotos também aparecem no aplicativo do Facebook para celular. No entanto, não é possível perceber um padrão para a suposta falha, já que o problema não acontece com todos os usuários.
Usuários relatam que imagens pornográficas estão surgindo em posts legítimos do Facebook — Foto: Reprodução/Twitter

Usuários relatam que imagens pornográficas estão surgindo em posts legítimos do Facebook — Foto: Reprodução/Twitter

Determinadas reclamações levantam a suspeita de que o bug poderia ser causado pelo sistema de propagandas do Facebook. Um estudo repercutido pelo The New York Times em 2019 revelou que rastreadores de Internet de grandes empresas, como Google e Facebook, haviam sido encontrados em sites com conteúdo adulto. Entretanto, não se sabe se a plataforma de anúncios, mesmo com dados de um site pornô no histórico, estaria na raiz do problema. Ainda assim, alguns usuários dizem ter eliminado a falha ao limpar os cookies do navegador.

Suposto bug no Facebook mostra foto com sexo explícito em miniatura de links — Foto: Reprodução/Twitter

Suposto bug no Facebook mostra foto com sexo explícito em miniatura de links — Foto: Reprodução/Twitter

O suposto bug no Facebook ocorre dois dias após o anúncio do Facebook News no Brasil. A plataforma de jornalismo profissional da rede social, que concorre com o Google News, deve estrear no país após 10 meses de testes no Estados Unidos. Por ora, não se sabe a data exata em que o recurso começará a funcionar. Segundo a empresa, a novidade será lançada ao longo dos próximos meses.

Abaixo, veja alguns relatos de usuários sobre o possível bug no Facebook. Há quem diga, até mesmo, que a rede social foi hackeada.

Fonte e imagens: www.techtudo.com.br
Continue lendo

Cidade

SEM SINAL: Usuários reclamam da Operadora Vivo

Usuários da operadora Vivo estão denunciando nas redes sociais a queda no serviço de telefonia na tarde desta segunda-feira (24). Conforme relatos, as falhas, que atingem principalmente o serviço de internet, mas também interferem nas ligações por celular e da TV por assinatura, começaram por volta das 12h.

A reportagem de EQ entrou em contato com o diretor do Procon, Geferson Maidana, que após receber dezenas de denuncias de usuários do serviço de telefonia e internet VIVO entrou em contato com a operadora.

Em resposta, a Vivo informou que nenhum problema teria sido registrado em seu sistema, mas que estariam analisando a situação e retornaria com uma resposta ao ocorrido, logo que encontrassem o que ocasionou este problema

Por volta das 17 horas o serviço voltou a normalizar, mas logo em seguida voltou para apenas sinal de Emergência.

Continue lendo

Tecnologia

Número de mediações online na Defensoria Pública dobrou em julho, em comparação ao mês anterior

Porto Alegre (RS) – Desde o dia 20 de abril, a Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Sul (DPE/RS) tem realizado sessões online de mediação familiar com o objetivo de resolver questões relacionadas à pensão alimentícia, guarda, divórcio, partilha de bens, entre outros, sem ingresso de ação na Justiça. O serviço é oferecido desde 2017 pela Câmara de Mediação Familiar, mas com a pandemia de covid-19 e o consequente distanciamento social, o formato online foi a solução encontrada para que as sessões continuassem ocorrendo. O modelo está funcionando tão bem que, de junho a julho, o número de sessões praticamente dobrou.

Em julho foram realizadas 143 sessões, enquanto que, no mês anterior, foram 77. O que explica o aumento, segundo a coordenadora da Câmara, defensora pública Patricia Pithan Pagnussatt Fan, foi a ampliação do número de salas virtuais, devido à grande procura por este serviço. “Estamos fazendo quatro ou cinco sessões por dia e antes fazíamos apenas uma. Para esse incremento dos números, contamos com a participação de escolas de mediação, faculdades e universidades conveniadas”, disse.

De acordo com Patricia, nas pesquisas de satisfação realizadas logo após as sessões de mediação, grande parte dos participantes relata que adorou o formato online, por ser eficiente e gerar economia no deslocamento das partes. Além disso, ela afirma que o fato de os assistidos estarem à vontade, em casa, deixa-os mais abertos a solucionar amigavelmente os problemas, o que gera uma mudança de mentalidade, ou seja, a cultura da paz. A agilidade e a inexistência de barreiras geográficas também são vantagens dessa modalidade, conforme Patricia.

Como procurar o serviço

Quem deseja mediar um conflito que esteja no âmbito do Direito das Famílias, como divórcio e guarda dos filhos, deve ligar para o Alô Defensoria (51 3225.0777), de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e das 13h às 18h, ou enviar email para [email protected]

POR CAMILA SCHÄFER – ASCOM DPE/RS

Continue lendo

Popular