Contato

Em Campo

Ministro promete a Cairoli estudar caso a caso prorrogação de contratos de crédito

 

O governador em exercício José Paulo Cairoli participou, nesta quinta-feira (26), da solenidade de abertura da 19ª Feira Nacional do Arroz (Fenarroz), em Cachoeira do Sul, e solicitou ao ministro da Agricultura, Blairo Maggi, a prorrogação dos contratos de crédito e a abertura de novas linhas de financiamento para os produtores gaúchos que sofreram com as constantes e severas chuvas. Em sua primeira viagem oficial como ministro, Blairo Maggi, disse que a situação será analisada “caso a caso”.
“Quem realmente necessitar de ajuda poderá contar conosco, pois ajudaremos”, destacou o ministro. Maggi disse que manteve contato com o superintendente do Banco do Brasil e recebeu sinal verde, mas lacrescentou que a postergação não deve ser encarada como uma solução definitiva, “pois quando chegar o momento de pagar haverá esta conta pendente e os resíduos restantes, com o produtor mantendo a mesma receita e a mesma despesa de hoje”. Quanto a futuros investimentos, ressaltou que estão sendo estudados.
Prejuízo de R$ 1,3 bi Cairoli utilizou-se dos dados do Instituto Rio Grandense do Arroz (IRGA), para mostrar ao ministro que o prejuízo com a redução de 16% da safra, ultrapassa os R$ 1,3 bilhão. “A quebra representa quase 1,4 milhão de toneladas a menos em relação à colheita do ano passado. Como comparativo, observou que o volume perdido é mais do que a produção total da Argentina e do Uruguai.
Apesar disso, destacou, o arroz gaúcho ocupa posição destacada, inclusive no mercado externo, por sua qualidade superior. Somos o principal produtor no país e ajudamos a colocar o Brasil entre os maiores produtores no mundo, salientou. Garantiu ainda que o Rio Grande do Sul é parceiro no processo de reestruturação do país. O evento contou com a participação de lideranças políticas e do agronegócio.

Continue lendo
Publicidade
Comentários

Em Campo

Exposição Agropecuária será reformulada para se adequar à pandemia

O presidente do Sindicato Rural de Alegrete, Luiz Plastina Gomes e demais diretores vem trabalhando numa formatação alternativa para a realização da 78ª edição da Exposição Agropecuária de Alegrete.

O evento tradicional, que sempre ocorre na metade do mês de outubro, tem fomentado reuniões semanais, reunindo produtores e expositores que deverão participar da feira.

O objetivo é planejar um formato reduzido do evento e que se adeque às exigências sanitárias e epidemiológicas em virtude da pandemia do Coronavírus.

A diretoria do Sindicato está dando prosseguimento à programação de remates que ocorrerá em outubro, no Parque Dr. Lauro Dornelles.

O objetivo é de que pelo menos aconteça a comercialização de animais através de leilões.

#SindicatoRural #ExpofeiraDeAlegrete #remates #leilões #genetica #pecuaria #somostodosagro #agro

Continue lendo

Em Campo

Geada marca o amanhecer em Alegrete

Cenas de campos brancos encobertos pela fina camada de gelo dão o tom desta quinta-feira no município.

O mês de agosto está chegando e julho foi um mês com todos os climas do ano. Chuva, calor, temperaturas negativas e até dias de brisa e temperatura na casa dos 20 graus centígrados.

As imagens desta manhã gelada com temperatura de zero grau são de Sérgio Dornelles.

Continue lendo

Em Campo

Gafanhotos se aproximam da fronteira do Brasil

A nuvem de gafanhotos que está na província de Corrientes, Argentina, pode chegar na próxima quarta-feira ao Rio Grande do Sul, segundo técnicos da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural do estado.

O movimento migratório dos insetos foi impulsionado pela onda de calor que atingiu a região no último fim de semana.

Até a manhã de hoje, estimava-se que a nuvem esteja a 120 km ou 130 km da fronteira brasileira, do município gaúcho de Barra do Quaraí.

Continue lendo

Popular