Malvado tenta esganar a esposa

Briga de casal revelou um homem violento que tornou rotineira as surras contra a mulher

Uma briga de casal quase acabou em tragédia no bairro Nilo Gonçalves. Uma mulher foi espancada e conseguiu fugir de pijama para evitar ser esfaqueada pelo companheiro. Ela disse que não é a primeira vez que apanha, e que ele já lhe surrou diversas vezes, mas ela sempre come em boca e não leva as queixas adiante, porque ele diz que mata o pai dela, caso ela registre queixa.
Acontece que isto só acumulou os fatos violentos em casa e ele passou a bater na vítima até sem motivo, sempre com argumentos fúteis, como “tá me olhando com a esta cara de coruja”. “Tá olhando…quer apanhar?” “Vou te quebrar a pau, pra aprender a não ficar olhando”.
Eles tem uma filha do relacionamento. Há dois dias estavam dormindo em camas separadas, por causa da instabilidade que o comportamento do cara produz na casa. O boicote foi pior, porque a vítima disse que teve o quarto invadido, apesar de estar com trinco, pelo marido furioso. Queria o celular pra encomendar drogas e como ela não pelou a coruja ele passou a bater nela, que estava deitada. Depois ele investiu com uma faca, e daí ela conseguiu deitar o cabelo para o pátio e chamou a BM, que não foi ao local.
Ela também chamou a irmã, e foi com a chegada desta que conseguiu retornar para dentro da casa. Ela contou para a irmã que a filha de quatro anos fica em pânico, cada vez que o companheiro lhe afofa a pau. Neste fim de semana ele tentou matá-la asfixiada, lhe esganando e botando um travesseiro no seu rosto. Ela não vai processá-lo, mas quer medidas protetivas para ele se manter longe dela e da filha, porque teme por sua segurança e de seus familiares.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *