Cícero está fora do Mundial

Autor do gol da vitória do Grêmio sobre o Lanús no jogo de ida da final da Copa Libertadores, o meio-campista Cícero está fora da lista de inscritos para o Mundial de Clubes. O motivo é a data em que ele foi contratado, já depois do período considerado pela Fifa para novas transferências.

Cícero chegou ao Grêmio em 3 de outubro, mas o limite imposto pela entidade máxima do futebol era 20 de julho. O mesmo acontece com o volante Cristian, também ausência no Mundial, por ter sido contratado apenas em setembro – ele, contudo, sequer atuou na Copa Libertadores.

Também por exigência do regulamento do torneio que será disputado nos Emirados Árabes em 2017, o Grêmio teve que enviar uma pré-lista de inscrições, com 35 atletas, até o dia 27 de novembro, dois diantes da decisão da Libertadores – o Lanús, vice-campeão, teve que fazer o mesmo.

O campeão sul-americano foi o último clube a garantir vaga para o Mundial, que tem início já na próxima quarta-feira, 6 de dezembro – a grande final está marcada para o dia 16. O Grêmio estreará já na semi, contra o vencedor do duelo entre Pachuca-MEX e Wydad Casablanca-MAR.

Além do Grêmio e seus possíveis rivais, também disputarão o Mundial o Real Madrid-ESP, Urawa Reds-JAP, Al Jazira-EAU e Auckland City-NZL – esses dois últimos rivais na abertura do torneio.

 

Confira quem jogará

 

O representante europeu no Mundial será o Real Madrid, campeão da Liga dos Campeões da UEFA 2016/2017. A equipe espanhola, do astro Cristiano Ronaldo, já começará a competição na semifinal. O campeão da Copa Libertadores também terá o direito de iniciar o Mundial na semi.
(Foto: Javier Soriano/AFP)

 

 

O Grêmio conquistou a Libertadores ao superar o Lanús e será o representante da América do Sul no Mundial de Clubes, nos Emirados Árabes. O time disputará a semifinal no dia 12 de dezembro contra o vencedor de Pachuca (MEX) e Wydad Casablanca (MAR)
Pedro H. Tesch / Agência Eleven

 

 

O Auckland City, da Nova Zelândia, foi campeão da Liga dos Campeões da OFC 2017 e também já se garantiu no Mundial. O representante da Oceania entrará na primeira fase da competição.
(Foto: Auckland City/Divulgação)

 

 

 

 

O Pachuca, do México, também já está garantido. O time foi campeão da Liga dos Campeões da CONCACAF 2016/17. Keisuke Honda, meia com passagem por Milan e CSKA, está no time. A equipe mexicana entrará nas quartas de final e pegará o Wydad Casablanca, do Marrocos
(Foto: Pachuca/Divulgação) 

 

 

 

 

 

O Al-Jazira, dos Emirados Árabes Unidos, será o adversário do Auckland City na primeira fase. O time se garantiu no Mundial por ser o campeão do Campeonato Emiradense 2016/2017. Como o Mundial é nos Emirados Árabes, o país ganhou o direito de enviar o seu campeão nacional.
(Foto: Al-Jazira/Divulgação)

 

 

 

 

 

 

O Wydad Casablanca, de Marrocos, conquistou o título da Liga dos Campeões da África e será o representante do continente no Mundial; a equipe Al-Ahly do Egito por 1 a 0 e irá enfrentar o mexicano Pachuca por uma vaga nas semifinais do torneio mundial
(Foto: Reprodução de internet)

 

 

 

 

 

O Urawa Red Diamonds, do Japão conquistou a Liga dos Campeões da Ásia ao vencer o Al-Hilal, da Arábia Saudita, e será o representante do continente. O gol do título foi do brasileiro Rafael Silva. No torneio de Abu Dhabi, a equipe terá nas quartas o vencedor de Al-Jazira e Auckland
(Foto: Divulgação)

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *