DM tricolor está lotado

O Grêmio terá que reforçar o estoque de macas no departamento médico do CT Luiz Carvalho. Com a intensa sequência de jogos nesta temporada, em que o clube já entrou em campo 61 vezes, as lesões se acumulam no grupo de Renato. Chegaram a 10 neste final de semana após a vitória sobre o Fluminense.

Grêmio não repete time há 20 jogos nesta temporadaGrêmio não repete time há 20 jogos nesta temporada
Grêmio rompe barreira de 100 gols no ano em vitória sobre o FluminenseGrêmio rompe barreira de 100 gols no ano em vitória sobre o Fluminense.

A lenta remontagem do Grêmio

Menos mal que o grupo terá 10 dias para se recuperar até encarar o Cruzeiro, o próximo compromisso pelo Brasileirão em 11 de outubro. O prazo até a principal partida do grupo na temporada é um pouco maior: 23 dias até o jogo de ida contra o Barcelona de Guayaquil, no Equador, pela semifinal da Libertadores.

Repleto de trabalho, o departamento médico lida com lesões de diferentes graus de preocupação. Até o início da tarde de quarta-feira, o grupo estará de folga. Mas alguns lesionados, como Barrios, Fernandinho e Edilson, trabalharão nesta segunda e na terça-feira. Veja abaixo quem mais preocupa para a sequência imediata e quem trabalha para voltar ao time contra o Barcelona no Equador.
Preocupam menos
Cristian – Há 300 dias sem jogar, sentiu dores musculares e foi substituído no intervalo contra o Flu. Mas, como só “sentiu a perna pesada”, o volante não deve ser problema para o jogo com o Cruzeiro.

Patrick – Sofreu uma pancada nas costelas durante o jogo com o Fluminense e até levou uma injeção para suportar a dor. Mas não aguentou e foi substituído por Jean Pyerre. Deve se recuperar nesta semana.

Fernandinho – Com desgaste, foi poupado por Renato no jogo com o Fluminense. Após trabalhos regenerativos e de manutenção durante a semana, pode ficar à disposição para a próxima rodada.

Lucas Barrios – Situação é parecida com a de Fernandinho. Com desgaste muscular, o centroavante foi cortado da convocação da seleção paraguaia. Tem chances de voltar contra o Cruzeiro.

Requer atenção

Luan – Em tratamento de um edema muscular na coxa direita, o atacante ainda realiza fisioterapia. A previsão inicial dava conta de que Luan voltaria aos treinos com bola esta semana. Mas a prioridade da comissão técnica é recuperá-lo para o jogo com o Barcelona dia 25.

Arroyo – O atacante foi vetado para o jogo com o Fluminense por dores no músculo anterior da coxa esquerda. Mesmo assim, viajou para se apresentar à seleção equatoriana e será reavaliado. Se for constatada lesão, Arroyo será cortado e terá de voltar a Porto Alegre.
Edilson – Por uma pancada na lombar sofrida no jogo de ida contra o Botafogo na Libertadores, foi vetado da partida com o Fluminense. Segundo o médico Márcio Bolzoni, ficará afastado de 10 a 15 dias. Pode voltar contra o Coritiba, em 15 de outubro.

Luta por Guayaquil

Michel – Passou por uma artroscopia no sábado para corrigir uma lesão no menisco do joelho esquerdo. O prazo de recuperação é entre 20 a 30 dias. Mas a comissão técnica mantém otimismo de que o volante fique à disposição para o jogo com o Barcelona em Guayaquil.

Douglas – Em fase final de recuperação de lesão ligamentar no joelho esquerdo, o meia trabalha para perder peso e recuperar a forma física nos próximos 20 dias. Assim, integraria a delegação que viajará a Guayaquil e poderia atuar alguns minutos contra o Barcelona.

Só volta em 2018

Maicon – Com tendinite crônica no tendão de Aquiles do pé esquerdo, o capitão Maicon teve de passar por cirurgia e só voltará no ano que vem. Como o prazo de recuperação é de, ao menos, três meses, o volante só voltará a treinar com o grupo na pré-temporada.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *