BM liberta coruja maneada

A PATRAM, Patrulhamento Ambiental, recebeu uma denúncia e constatou que uma coruja estava vivendo num estabelecimento comercial, na avenida Eurípedes Brasil Milano, perto do bairro Assunção, atada numa das patas por uma fieira.

A mulher responsável pela ave silvestre disse que o pássaro apareceu no local muito ferido e que desde então vem cuidando da coruja. Ela disse que sequer colocou uma gaiola para mantê-la parcialmente livre, e que vem alimentando-a.

Alegou aos policiais militares que ainda não soltara ela, porque está fraca, e temia que ela fosse atropelada na avenida, apesar da coruja ser um pássaro e que praticamente não caminhar. A cuidadora mesmo assim foi autuada por crime contra a fauna.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *