Inter encaminha volta à 1ª Divisão

Em confronto com adversário direto no topo da tabela de classificação, o Internacional venceu o América-MG por 2 a 1 na noite desta quarta-feira, no Beira-Rio, em partida válida pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Edenilson fez 1 a 0, mas os mineiros empataram ainda no primeiro tempo. Na etapa final, Nico López anotou o gol da vitória que deixou o Clube do Povo na liderança isolada, com 51 pontos – abriu três de distância para o vice-líder América-MG e nove em relação ao quinto colocado. No sábado (30/9), o Colorado volta a campo, novamente no Gigante, para enfrentar o Santa-Cruz-PE. Clique aqui e garanta o seu ingresso!
Pressão pelo gol

O Inter se impôs desde os primeiros movimentos do duelo com os mineiros. O time de Guto Ferreira tinha mais posse de bola, trocava bons passes e pressionava no campo de ataque. Aos 6min, Eduardo Sasha matou a bola no peito e arriscou o chute de longa distância que quase surpreendeu o goleiro João Ricardo. Aos 10min, Edenilson lutou pela bola nas proximidades da área e fez o passe para Leandro Damião, que chutou cruzado, pela linha de fundo. Aos 19min, D’Alessandro cobrou falta buscando o canto direito e o goleiro defendeu. Aos 25min, Sasha bateu com qualidade e João Ricardo espalmou a bola de forma providencial.

De cabeça, Edenilson faz 1 a 0

O volume ofensivo se transformaria em gol aos 27min, quando D’Alessandro cruzou com perfeição da esquerda e Edenilson cabeceou, entre os zagueiros, para abrir o placar no Beira-Rio. Foi o primeiro gol do volante com a camisa colorada e a 15ª assistência de D’Ale na temporada. O Inter quase ampliou aos 29min: William Pottker pegou rebote e disparou uma bomba por cima do travessão.
América-MG empata
Em lance isolado, o time de Minas Gerais empatou o jogo. Aos 39min, Luan entrou na área pelo lado esquerdo e concluiu com qualidade para igualar o marcador.
Arbitragem prejudica

Aos 14min, a arbitragem interferiu negativamente no andamento partida. D’Alessandro fez lançamento em profundidade para William Pottker, que entraria livre na área para marcar o gol se o goleiro João Ricardo não tivesse se atirado no corpo do atacante. O árbitro marcou a falta, mas não expulsou o jogador mineiro. O cartão amarelo foi barato demais! A partida ficou paralisada por sete minutos e o goleiro, inclusive, sentiu uma lesão após o choque e precisou ser substituído. Aos 24min, o goleiro Fernando Leal foi exigido pela primeira vez, em chute cruzado de Pottker que foi defendido em dois tempos.

Nico López entra e decide: 2 a 1

Aos 40min, dois jogadores que haviam entrado momentos antes no time – Camilo, no lugar de D’Alessandro, e Nico López, no de Sasha – protagonizaram o lance que resultou no segundo gol. Uendel fez lançamento, Camilo deu uma casquinha na bola com a cabeça e Nico López encheu o pé para acertar o canto esquerdo. O atacante uruguaio comemorou intensamente o seu 15º gol pelo Inter – sacou sua caneleira da meia e mostrou para a câmera da televisão a foto do seu filho, aniversariante nesta quarta-feira, impressa no equipamento de proteção.
Aos 49min, um susto: Luan chutou e a bola raspou a trave direita. Nada mais mudava o placar final que garantiu a 15ª vitória e a liderança isolada do campeonato!

Internacional (2): Danilo Fernandes; Alemão, Ernando, Víctor Cuesta e Uendel; Rodrigo Dourado, Edenilson, D’Alessandro (Camilo), William Pottker e Eduardo Sasha (Nico López); Leandro Damião (Charles). Técnico: Guto Ferreira.

América-MG (1): João Ricardo (Fernando Leal), Norberto, Lima, Rafael Lima, Pará, Ernandes, Juninho, Renan Oliveira (Ruy), Matheusinho (Felipe Amorim), Luan e Edno. Técnico: Enderson Moreira.

Gols: Edenilson (I), aos 27min do primeiro tempo, Luan (A), aos 39min do primeiro tempo, Nico López (I), aos 40min do segundo tempo.

Cartões amarelos: Luan, João Ricardo, Lima, Fernando Leal (A); Víctor Cuesta, D’Alessandro, Uendel, Rodrigo Dourado, Nico López (I).

Total público: 36.038.
Pagantes: 32.685.
Menores: 2.225.
Não pagantes: 1.128.
Renda: R$ 741.017,00.

Arbitragem: Marcelo Aparecido R de Souza, auxiliado por Anderson José de Moraes Coelho e Bruno Salgado Rizo (trio de São Paulo).

Local: Beira-Rio.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *