Ex-senador Pedro Simon visita Alegrete

Na tarde desta quinta-feira (17), o ex- senador Pedro Simon (PMDB) esteve em Alegrete. Ao cumprir agenda, ele se reuniu com a imprensa local, na Padaria Rosariense, e falou um pouco sobre a situação do partido, da política e do do país.

Com mais de 65 anos de vida pública, Simon acredita na reforma política, na redução de gastos investidos em campanhas eleitorais e no fim das coligações de legenda partidária.

Ao ser questionado sobre o governo José Ivo Sartori, também PMDB, ele acredita que o governador está fazendo um bom trabalho. “Com a situação que estamos enfrentando, acho que ele está indo bem”, avalia.

Ao falar sobre a polêmica proposta do “Distritão” – na qual apenas os mais votados em cada estado ou município seriam eleitos –e a “sobra” dos votos individuais não iriam para outro candidato, Simon afirma que é necessária. Ainda assim, enfatiza que deve ser elaborada com calma e responsabilidade. “É preciso uma reforma política, mas não assim. Está muito em cima, tem que ser bem feito”, pontua.

Na visão do político, o Brasil passa por um de seus piores momentos e precisa mudar. Essa mudança, segundo Simon, deve acontecer, também, dentro do próprio partido.

Na quarta-feira (16), o presidente nacional do PMDB  anunciou a mudança do nome da legenda para MDB (Movimento Democrático Brasileiro), como era na época do regime militar. Ao falar sobre, Simon diz que não adianta mudar o nome e não realizar uma mudança de postura e uma mudança ética.

Após a coletiva, ele e os demais membros do partido se reuniram para receber as inscrições de chapa que vão disputar o pleito do diretório municipal.

 

 

 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *