Na Semana Farroupilha dois animais podem

images

Basta se aproximar a data em que há grande movimento de animais e o assunto volta à tona

 images-2

A Inspetoria Veterinária aguarda o resultado oficial dos dois casos de animais com suspeita de mormo estava confirmados. As amostras do exame de fixação de complemento, na fase do teste de triagem deu positivo.

Segundo reportagem no face repórter, O soro foi enviado para o Lanagro de Pernambuco, referência na realização desta análise. A Inspetoria de Defesa Agropecuária em Alegrete, aguardava até ontem no final da tarde a oficialização dos exames.

O caso vem acompanhado da necessidade de maior controle dos animais durante os festejos da Semana Farroupilha, Na Terça-feira, 10% das amostragens feitas, durante a chegada da Chama Farroupilha, revelaram animais sem a documentação necessária, exigida pela Inspetoria Veterinária, em acordo formal feito com a 4ª Região Tradicionalistas, e as entidades responsáveis receberam multas de R$ 17 mil.

Outro caso semelhante está sendo investigado em Quaraí. Lá a propriedade já está interditada. Os exames prévios são realizados no RS e depois encaminhados para umam laboratório em Pernambuco. Aqui em Alegrete o caso da égua Bionda, tomou repercussão nacional, porque foi barrada pela Justiça o abate do animal e está sob judice. O caso da Bionda que ganhou a repercussão Nacional está sob júdice e o processo não foi sentenciado. O teste de maleína feito na Bionda, em setembro do ano passado, deu positivo com indicação de sacrifício do animal, o que motivou a provocação judicial, que concedeu medida cautelar.

Há duas teses sobre a questão do mormo.A que garantiu a suspensão do abate da Bionda, é baseada em exames realizados nos EUA. No Face Reporter, o advogado Newton de Souza, postou o seguinte: “a questão seria superada se o Ministério da Agricultura e Secretarias Estaduais investissem em exames específicos como o PCR (molecular) e não em métodos sorológicos ultrapassados, tais como Fixação de Complemento, Meleína e WB. Quantos animais foram sacrificados sem necessidade. Antes as autoridades sanitárias do setor, propagavam que a doença era tão letal que matava em 20 dias, pois bem, apenas como exemplo, a Bionda está em plena saúde e só esperamos a decisão judicial para tirá-la da segregação. Não existisse a tutela jurisdicional do Poder Judiciário, já teria sido sacrificada,e repito: sem necessidade”

images-1

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *