O plantão que virou notícia

Rapaz bate na mãe, na avó e elas

Acham que falta remédio pra ele

 

Por sofrer de transtorno opositor desafiador um guri se enche de razão, acha que é rei da cocada preta, não se trata e vive fazendo farol dentro de casa, uma vez que mora com a mãe e a avó, e não aceita nenhum tipo de ordem, regra ou limites.

Nesta semana deu um pau na mãe e na avó, porque elas não acharam uma camisa dele, que foi extraviada, provavelmente para ele se abastecer de prazer ilícito, com amigos sem fundamento. Como elas não encontraram a camisa ele passou a dar socos, chutes e ameaçar a botar fogo e matar as duas dentro de casa.

A avó ainda reagiu em favor da filha, mas também saiu bofeando. O guri doidão faz tratamento e tem atestado, tem que tomar uns remédios faixa preta, mas se nega, alegando que vai continuar dormento. Elas tentarão a internação compulsória do inquieto.

 

Este é laureado

Cara é preso duas

Vezes na mesma

Noite pela BM

 

Nesta semana a Brigada Militar abordou um cara duas vezes. Na primeira vez ele carregava dois hidrômetros, sem dar a origem, e apenas um desdobre dizendo que não se lembrava como conseguira os equipamentos. Foi levado no início da noite por esta amnésia até a DPPA. Os PMs então seguiram fazendo a ronda noturna e no final da madrugada, por volta das 5hs30min. o cara passou bem campante na frente do quartel da BM, solto e desta vez com outro carregamento. Um aparelho de microonda. Daí foi abordado pelos PMs sobre aquela novidade e respondeu que achara na rua. Novamente foi conduzido para a DPPA, onde novamente deu uma de João sem braço e foi liberado.

Kid gostosão

Guria leva bordoada

Por causa do ex namorado

Cabeção é o pivô de uma surra que uma guria adolescente levou. Segundo foi registrado a guria estava na frente de sua casa, de lero lero, dentro do carro do cabeça, que é seu ex namorado, mas que ainda fica ciscando na área, quando de repente, chegou outra, que é a agora a dona do campinho, e que não gostou da cena. Desceu da moto com o capacete na mão e foi direto onde estava a pombinha trocando umas ideias. A agressora desceu resoluta e deu uma capacetada na vítima, que ficou com um inchaço, mas com o gostinho de “furar os olhinhos” pra a outra sentir o gosto amargo da traição.

 

Homem se nega cumprir determinação

Judicial de abrigar o filho adolescente

 

Um fato impressionante aconteceu nesta semana envolvendo uma atividade do Conselho Tutelar. Por determinação Judicial o adolescente foi levado para a casa do pai, porque o garoto estava ameaçando de agressão à própria mãe. Como foi pedida medida protetiva em relação à vítima o adolescente foi encaminhado ao pai.

Quando os Conselheiros Tutelares chegaram à casa do pai do garoto, este se negou a receber o filho, alegando que não se responsabilizaria do que seria possível fazer com o menor. Além disto tratou com total falta de modos os dois conselheiros, ofendendo e dizendo que os mesmos estavam desatualizados em relação a legislação vigente e que eram sem vergonhas.

A partir disto, do não cumprimento de uma determinação judicial, os conselheiros encaminharam o menor para uma casa de acolhimento. O homem disse que poderia ser preso, mas que não queria saber do guri.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *